Uma "cachola" fantástica...

sábado, março 27, 2010















Sei que são primárias as minhas frases, escrevo com amor demais por elas e esse amor supre as faltas, mas amor demais prejudica os trabalhos. (...) Escrevo por acrobáticas e aéreas piruetas - escrevo por profundamente querer falar. Embora escrever só esteja me dando a grande medida do silêncio. (...) Quero escrever-te como quem aprende. Fotografo cada instante. 
(Clarice Lispector - Água Viva)

Você também pode gostar

0 comentários

Obrigada pela visita! Sua participação é muito importante.

SIGA-ME NO INSTAGRAM: @zildapeixoto