10 livros sobre histórias indígenas e o Folclore brasileiro

segunda-feira, julho 04, 2011


Literaturas que valorizam as diferenças e a diversidade cultural dos povos indígenas são ótimas pedidas para abordar os conteúdos exigidos pela lei 11.645, que obriga o ensino da história e da cultura indígena nas escolas de Ensino Fundamental e Médio das redes pública e privada de todo Brasil. 


Veja 10 dicas de livros recomendados para pais, filhos e professores sobre o tema. Confira também os sites de alguns dos principais autores indígenas da atualidade: Daniel Munduruku; Olivio Djekupe e Eliane Potiguara. 

1 – Lendas e Mitos dos Índios Brasileiros - Waldemar de Andrade e Silva 


Nesse livro os escritor e artista plástico Waldemar de Andrade e Silva apresenta lendas e indígenas que marcaram sua convivência de oito anos com indígenas da Região do Xingu, no norte do Mato Grosso. A obra também é ilustrada pelo autor.


2 – Contos e Lendas dos índios do Brasil - Antonieta Dias


O livro traz diversos contos relacionados à cultura indígena. As crianças vão saber de histórias que poderão ser contadas e lembradas durante toda vida, como “O roubo do fogo” e “Astúcias do Jabuti”. 

3- Quem tem medo de Papangu - Goimar Dantas 

A autora brinca com o imaginário e com a possibilidade de rimas em histórias infantis para contar sobre uma personagem que assombrava as festas do Nordeste, num tempo muito antigo. Era tanta gritaria, arruaça, perturbação, que o jeito foi inventar um certo bicho-papão chamado o papangu. Na obra, as ilustrações são uma aventura a parte para crianças de todas as idades.

 
4 – Iracema -  José de Alencar 


Uma flechada no inimigo sela o amor entre Iracema, índia das terras tabajaras e Martim Soares Moreno, guerreiro branco, perdido nas matas, amigo dos índios pitiguaras. A partir desse encontro torto a trama se desenvolve em meio a ciúmes e brigas entre povos indígenas. A obra também é conhecida com “Lenda do Ceará”, onde se passa a história, e se aproxima do que podemos chamar de epopéia sobre a origem do povo brasileiro, miscigenado e filho de índios com brancos, além de outras tantas misturas. 

5 – Caçadores de aventura - Daniel Munduruku 


Cinco pequenos garotos curumins (crianças indígenas) saem pela floresta em busca de muita aventura, mas acabam se perdendo. Para sobreviverem sozinhos na mata, os pequenos terão que enfrentar diversos perigos, como os devoradores de almas. As surpresas se matem até o final. O livro faz parte da coleção Crônicas Indígenas e está repleto de ilustrações interessantes para as crianças.

6 – O selvagem - General Couto de Magalhães 


O livro é imperdível para quem deseja conhecer o Brasil a fundo: as origens de seu povo, a natureza e as influencias dos costumes e das línguas dos indígenas em meio a isso. Apesar do nome trazer um sentido contrário, a obra desmistifica a colonização brasileira como aquela que só foi possível por conta dos europeus ditos civilizados. Assim, valoriza a cultura dos índios na formação do Brasil. 

7 – Tekoa: Conhecendo uma aldeia indígena - Olívio Jekupé 


O leitor acompanhará a viagem do menino Carlos pela Aldeia Tekoa. O garoto da cidade sempre sonhou conhecer uma aldeia indígena, então decide passar férias de um mês em uma muito especial. Observando a cultura dos índios de Takoa, Carlos tem uma experiência inesquecível que lhe trará conhecimentos sobre suas próprias origens, sobre a sua própria vida.

8 – O Guarani - José de Alencar 


Em mais uma de suas tramas românticas que têm a colonização brasileira como pano de fundo, José de Alencar explora a paixão entre um indígena, Peri, e uma descendente de portugueses, Cecília. Depois de salvar a vida da mocinha por três vezes durante a história, o final do casal-amigo surpreende os leitores. A obra também é regada por muitas lutas entre os povos indígenas e os descendentes lusos. 

9 – Metade cara, metade máscara - Eliane Potiguara 


O livro conta a história de um casal indígena que foi separado durante a colonização brasileira. Os dois viajam por todas as Américas, durante cinco séculos, em busca um do outro. Refletindo sobre a violência e destruição de laços familiares e étnicos no processo de colonização do país, a autora trata de temas como relações humanas, paz, identidade, ancestralidade e família.

10 – Câmera na mão, O Guarani no coração - Moacyr Scliar 


A obra é uma releitura do livro “O Guarani” de José de Alencar– veja sinopse acima. Com uma linguagem informal e em um contexto contemporâneo, Moacyr Scliar reproduz os principais trechos do livro original em meio a uma nova história. Nela, um grupo de jovens apaixonados por cinema participa de um concurso de vídeo amadores a partir da filmagem de uma cena do livro “O Guarani”. Para isso, os amigos da trama estudam a obra de Alencar e a comparam com atualidade. Uma verdadeira aula para os leitores da nova geração.

Você também pode gostar

0 comentários

Obrigada pela visita! Sua participação é muito importante.

SIGA-ME NO INSTAGRAM: @zildapeixoto