Buceta – Uma Novela Cor de Rosa, de Luiz Biajoni

sábado, agosto 20, 2011


O título choca, né? E chama atenção, enrubescendo alguns, excitando outros, matando ainda outros de curiosidade. E se em Sexo Anal, Luiz Biajoni ia fundo na escatologia, em Buceta ele pega um pouco mais leve. 

Esse segundo livro, continuação do primeiro, é mais romântico que o original, é mais… cor de rosa! Entretanto, também é violento, tanto ou mais que o primeiro. A história? Bem, é tanta coisa acontecendo ao mesmo tempo, mas o pano de fundo é uma série de mortes numa cidade do interior de São Paulo. 

Uma cidade que poderia ser a sua, a minha, a de qualquer pessoa. E no meio dos crimes, uma jovem jornalista que não sabe se quer ser jornalista e um jovem escrivão que não sabe se quer ser escrivão se encontram e ensaiam um improvável romance. Entre os temas tratados, temos mudança de sexo, travestis, traição, sexo, drogas e corrupção.

De tudo um pouco nesse samba do crioulo doido orquestrado por Biajoni. E Biajoni tem uma narrativa envolvente, diálogos rápidos, cenas velozes que nos fazem não conseguir largar essa história. Parece que ele mesmo viveu tudo aquilo, que conhecia os lugares, que freqüentava aqueles ambientes. 

E nós, através de seus olhos, vamos acompanhando aquelas pessoas tão singulares. Resta-nos apenas perguntar: depois de Sexo Anal – Uma Novela Marrom e Buceta – Um Novela Cor de Rosa, o que esperar de Luiz Biajoni? Será que vem Sexo Oral por ai para completar uma trilogia?

Você também pode gostar

0 comentários

Obrigada pela visita! Sua participação é muito importante.

SIGA-ME NO INSTAGRAM: @zildapeixoto