Micro contos...Na multidão...

quarta-feira, agosto 24, 2011




Caminhava por entre a multidão com a leveza de uma pluma e a força de um couraçado. Era impossível ficar-lhe indiferente. Sem que me desse conta, chegou-se ao pé de mim e perguntou se eu tinha horas. Assombrado por tal encontro, murmurei palavras que me saíram da boca como se não fossem minhas. Disse-lhe que tinha horas, dias, anos e que se quisesse seriam todos só para ela. Sorriu, deu-me um beijo nos lábios e voltou a entrar naquela brenha de gente.

Você também pode gostar

0 comentários

Obrigada pela visita! Sua participação é muito importante.

SIGA-ME NO INSTAGRAM: @zildapeixoto