Eu não vim fazer um discurso - Gabriel García Márquez

sábado, setembro 10, 2011

Para os fãs mais entusiasmados, existe sempre uma pérola a ser descoberta sobre o seu autor favorito. Desde um poema até mesmo um conto inédito ou que fuja um pouco do que se está acostumado a ler na maioria dos livros. Eu não vim fazer um discurso de Gabriel García Márquez, lançado pela Editora Record, é um livro-pérola para todos os fãs entusiasmados de “Gabo”.


O livro nada mais é do que a reunião de vinte e um discursos que o autor fez ao longo de sua vida em diversas condecorações que recebeu. Tratando de diversos temas, temos mais um livro onde o autor se mostra mais verdadeiro do que nunca, expondo suas opiniões sobre a América Latina e até mesmo de como ele começou a escrever.
Embora o título soe sem sentido, Eu não vim fazer um discurso é um livro de discursos. O autor vai deixando claro ao longo das páginas o quão penoso para ele é escrever um discurso e enfrentar uma platéia. Um pouco difícil de acreditar, tendo em vista que Gabriel García Márquez é um encantador de palavras, mas de fato podemos imaginar que nem sempre um discurso possa ser uma tarefa agradável de fazer (mesmo para os encantadores de palavras), e como ele mesmo explica, “Sempre considerei os discursos como o mais terrorífico dos compromissos humanos”.
Logo de início, temos o discurso proferido por ele na sua formatura nos tempos de colégio no ensino médio, aos dezessete anos. A academia do dever é uma saudação e uma despedida da adolescência e dos queridos amigos que, cada um com a sua qualidade, aos poucos se tornam cidadãos repletos de inteligência e ávidos pela busca do saber.
Em Como comecei a escrever, faz um relato bem humorado do início da sua carreira, onde começou a escrever para um jornal para responder o questionamento de um jornalista, que dizia que não havia bons escritores jovens. Escreveu uma crônica, publicaram, gostaram e ele não pode mais parar de escrever para não ser envergonhado. E de acordo com ele, está assim até hoje…
Eu não vim fazer um discurso é um livro que vai aproximar ainda mais os fãs do autor, pois os vinte e dois textos, todos de autoria dele, são de escritos de forma livre e com temas livres, não seguindo uma linha linear. Para os mais entusiasmados é uma pérola, pois é uma reunião dos discursos proferidos por ele em várias etapas de sua vida. Ideal para se ler em um fim de semana, pois é simples, ágil e imperdível.

Eu não vim fazer um discurso
Gabriel García Márquez
Tradução de: Eric Nepomuceno
Páginas: 128
Sugestão de Preço: R$ 24,90

Você também pode gostar

0 comentários

Obrigada pela visita! Sua participação é muito importante.

SIGA-ME NO INSTAGRAM: @zildapeixoto