Reverie #06- Processo de ser mulher

quinta-feira, janeiro 12, 2012




















Quando o dia começa cinza, deve-se ter em mente que é bom levar consigo, mesmo que sem nem resquício de chuva aparente, a sombrinha velha ao qual estamos acostumados carregar em algum canto de nossa bolsa, ou simplesmente chacoalhando entre os dedos de uma mão escolhida para ser portadora de tal gesto.

Assim também, é a vida de pessoas que transbordam junto as águas de um tempo as avessas, as lágrimas veladas em um coração cheio de buscas. São homens e mulheres que aprenderam com a vida, a intemperança dos gostos amargos tragados com a felicidade de permanecer e perceber-se em pé, mesmo quando o soprar dos ventos não são favoráveis.

As histórias se repetem em todos os cantos do mundo. São apenas rostos, nomes e casas diferentes, mas que trazem a marca de uma vida escolhida a dedo por querer continuar sem deixar que certas informalidades, deságüem de maneira descontrolada sobre os afetos e virtudes conquistados com os joelhos no altar que a vida proporciona.

Acontece na vida de todas as Anas, Marias, Soraias, Joãos, Felipes e Antonios. E aqui cabe contemplar o processo singular da beleza mais pura que se pode encontrar por detrás de um balcão amontoado de roupas, que traz consigo, um amontoado de questionamentos e algumas frustrações que é cabível a cada ser pensante que se compromete em ser gente.

Filotéia¹, jovem de olhos claros; mulher de sorrisos fardos de sentimentos sinceros e muito mistos. Representa em parte, a natureza que a mulher tem que assumir quando se depende dela, unicamente para manter o equilíbrio entre o ser e o estar. Talvez, se cada pessoa conhecesse uma dessas milhares de mulheres com os mesmos desejos e angústias, compreenderiam a beleza que se esconde entre as frases e pensamentos subjugados caretice.

Abrir o diário de vida dessa jovem, é como descobrir o porque ainda a desordem continua organizada. Ela carrega sobre os ombros, a esperança de ver um dia tudo mudar. Se abre um leque de possibilidades quando tudo parece não ter mais solução e devolve ao tempo o necessário para desencadear a civilização do amor, mesmo que chamadas de ingênuas e tolas.

Ser mulher é isso: acreditar quando não se há esperança. Ser o “sal e luz” do mundo. Descobrir entre a maquiagem forte a beleza de um rosto angelical que é aquele que é capaz de sustentar, mesmo na aparência de quando tudo parece querer desabar. É ver sobre os aspectos da estética, a imagem semelhante daquela que ouve tudo com o coração e realiza, por vocação, um chamado especial de viver intensamente por aqueles que ama. É notar que a vida dela não pode ser violada por mesquinharias de um machismo burro, ou de um feminismo enganador.

Filotéia é uma jovem prestes a completar seus vinte e tantos anos. É convidada a deixar de fato a vida de uma adolescente em transe, mas contemplar uma vida adulta, já experimentada antes mesmo dessa hora chegar, mas que agora recebe com a beleza do gosto de uma vida vivida com a intensidade. Encare-a e veja as sombras em seus olhos e o esmalte vermelho em suas mãos. É a mulher, que chega com o seu eterno coração de menina.
Kleberson M.
 ------- 
¹Filotéia – Feminino de Filoteu. ((Grego) - Philótheos: "phílos: amigo, e théos: Deus", "amigo de Deus", "que ama a Deus".)
-------

Sobre o autor:

Kleberson M. (Kleberson Marcondes) é de Pindamonhangaba/SP, nascido em 1989. Estudante Técnico Jurídico no Centro Paula Souza. Amante de Nietzsche e apaixonado por F. Scott Fitzgerald, carrega ainda uma paixão avassaladora por Nirvana, Pitty, Cazuza e Janis Joplin. Sonhador convicto encontra no ofício de escrever, uma válvula de escape para expressar aos poucos como enxerga o mundo, as pessoas, os detalhes. Encontra nas crônicas o evangelho do ser humano contemporâneo, nos contos a fantasia que as pessoas esqueceram e na poesia, notas e partituras, o meio da existência. Filho do mundo, poeta dos incoerentes e observador dos devaneios, já que isso é onde todos se encontram.




Vocês querem conhecer mais sobre o autor.
Visitem seu blog: Kleberson M. ou adicione ele no twitter: @klebersonm__

Gostaram,pessoal!

Então não deixem de comentar!!

Bjs!!!


Você também pode gostar

24 comentários

  1. O Kleberson arrebenta!
    Cada vez que leio seus contos fico pasma. Todos são dotados com uma profundidade exacerbada! 
    E esse não deixa nada a desejar. Fui fisgada desde a primeira linha!

    Zilda tem promoção lá no Sook.
    BjO
    http://the-sook.blogspot.com/ 

    ResponderExcluir
  2. Ain, como gosto dos textos do Kleberson... *-*
    Perfeito, profundo, incrível!
    Amei!!

    Paty Algayer
    http://www.magicaliteraria.com/

    ResponderExcluir
  3. que incrivel!!
    bjokas
    http://chatofbeauty.blogspot.com/2012/01/sorteio-em-comemoracao-1-mes.html 

    ResponderExcluir
  4. Ual ele é bom nisso hein! Otimo texto!!
    beijão
    http://fomesedeevontadedeler.blogspot.com/ 

    ResponderExcluir
  5. Que texto incrível!!! Simplesmente amei...
    Acho que ainda não conhecia nenhum texto dele, mas adoreiiiiii
    Parabéns pela postagem!!!
    Bjs
    Daiane
    nouniversodaliteratura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Bah, interessante o livro *-*
    Seu blog é muito lindinho mesmo, amo blogs com resenhas >< hehe'

    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Olá Amiga!
    Mais uma vez, eu adorei o texto!!
    Bjinhs
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. GabrielaLaganowskiReis12 de janeiro de 2012 19:11

    Texto de excelente qualidade!!! Parabéns!!! Segundo dele que leio e adoro!

    ResponderExcluir
  9. Texto muito inteligente! Amei!

    ResponderExcluir
  10. Que lindo esse texto hein...
    Adorei me lembrou algo rs *-*
    Amei 
    beijo

    ResponderExcluir
  11. Os contos do Kleberson são ótimos, gostei desse, mas o da semana passada pra mim foi o melhor! Mas esse também é muito bom!

    http://entrepaginasdelivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  12. Ahhh, que lindoooo
    Ameii
    Mulheres são o sexo forte, definitivamente...as vezes fisicamente bonecas e espiritualmente guerreiras, ou vice-versa, mas sempre lindas...
    Esse moço entende de mulher.

    beijoss

    TeLa

    ResponderExcluir
  13. O texto é incrível, muito bom.
    Estou encantada com o talento do Kleberson, parabéns e continue escrevendo textos maravilhosos como esse.

    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Nossa , adorei !
    Obrigada pela visita ! To seguindo aqui já !
    Volte sempre que quiser. beijos
    brandalessa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Olá Zilda!
    Mais um blog de conteúdo! Parabèns pelo seu trabalho! Aos poucos
    irei degustá-lo devagarinho!
    Amo trabalhos como o seu!

    Beijos!! Feliz 2012!!

    ResponderExcluir
  16. Zilda, desculpe esse hiato de minha presença aqui e de meus comentários, tantas coisas foram se acumulando nesse início de ano, nossa, mas agora estou  voltando ao meu normal e as visitas por aqui tb se normalizarão,prometo *.*. Adoro seu blog .
    Um texto de uma profundidade doce e perturbadora.Não conhecia o escritor, e foi um prazer conhecer logo de cara lendo algo assim tão intrigante.Parabéns a blogueira por ter-nos brindado com a postagem e ao escritor por tamanho talento.

    \o/

    Beijos
    Viviane
    Razão e Resenhas

    http://vivianeblood.blogspot.com/ 

    ResponderExcluir
  17. Obrigado por seguir o HBC HD, pois já estamos te seguindo.
    Não deixe de nos visitar. Um abraço!

    ResponderExcluir
  18. Zilda, adorei sua visita no meu blog e vim retribuir! Vc escreve muito bem parabéns!
    Seguindo com maior prazer!
    Beijos

    ResponderExcluir
  19. Adorei
     seu blog, já sou sua seguidora \0/

    Me segue também:

    http://totalpinkprincess.blogspot.com/

    kisses!

    ResponderExcluir
  20. ZILDA, PRAZER IMENSO EM PASSEAR PELO SEU BLOG! ADOREI...E, GRATA POR PRESTIGIAR O MEU.
    A VIDA PARA VALER, TEM DE SER ASSIM MESMO: FEITA DE PARCERIAS HARMONIOSAS E UM DANDO FORÇA PARA O OUTRO. 

    ResponderExcluir
  21. Oi linda, adorei o texto. Os textos do Kleberson M., são de uma pronfundida incrível. Gostoso de ler. 
    Parabéns por seu talento.  Bjus
    Lia Christo
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
  22. Texto cativante, a mulher hoje em dia faz um papel super importante!

    Rafael Fernandes@rafa__rafaBlogueiro do Leituras Vivas 

    ResponderExcluir
  23. Adorei... muito emocionante!!!
    beijos
    http://dailyofbooks.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita! Sua participação é muito importante.

SIGA-ME NO INSTAGRAM: @zildapeixoto