Dia Nacional do Livro Infantil

quarta-feira, abril 18, 2012


Olá, queridos leitores! 
Abril é o mês todo dedicado à criança! Comemoramos no dia 02, o Dia Internacional do Livro Infantil em homenagem a Hans Christian Andersen . E hoje, comemoramos o Dia Nacional do Livro Infantil em homenagem a Monteiro Lobato, que fora o precursor da literatura infantil no Brasil. Vamos comemorar esse grande dia!

Os livros são grandes formadores na infância, contribuindo para a aprendizagem de modo divertido e encantador. Mesmo com tanta tecnologia e a era da informática, as histórias infantis ainda encantam e fazem as crianças “viajarem” num mundo de fantasias.

Aquilo que lemos quando criança é o que mais nos marca, é o que fica na memória, tanto que as fábulas e contos acabam passando de geração para geração nas famílias.



E tem como não se apaixonar pelas princesas e príncipes? Bonecas de pano e bichos falantes? Fadas e magos? Um mundo a parte da realidade, cheio de cores e alegria. Nesta fase da vida criamos sonhos, transformamos o mundo num lugar do bem e sempre com um final feliz.

Data escolhida em 2002, pelo então presidente Fernando Henrique Cardoso, o Dia Nacional do Livro Infantil foi criado em homenagem ao escritor brasileiro José Bento Monteiro Lobato que foi um dos maiores autores da literatura infanto-juvenil brasileira. Nascido em Taubaté, interior de São Paulo, em 18 de abril de 1882, iniciou sua carreira escrevendo contos para jornais estudantis. Em 1904 venceu o concurso literário do Centro Acadêmico XI de Agosto, época em que cursava a faculdade de direito.

Como viveu um período de sua vida em fazendas, seus maiores sucessos fizeram referências à vida num sítio, assim criou o Jeca Tatu, um caipira muito preguiçoso.

Depois criou a história “A Menina do Nariz Arrebitado”, que fez grande sucesso. Dando sequência a esses sucessos, montou a maior obra da literatura infanto-juvenil: O Sítio do Picapau Amarelo, que foi transformado em obra televisiva nos anos oitenta, sendo regravado no final dos anos noventa.

Dentre seus principais personagens estão D. Benta, a avó; Emília, a boneca falante; Tia Nastácia, cozinheira que preparava famosos bolinhos de chuva, Pedrinho e Narizinho, netos de D. Benta; Visconde de Sabugosa, o boneco feito de sabugo de milho, Tio Barnabé, o caseiro do sítio que contava vários “causos” às crianças; Rabicó, o porquinho cor-de-rosa; dentre vários outros que foram surgindo através das diferentes histórias. Quem não se lembra do Anjinho da asa quebrada que caiu do céu e viveu grandes aventuras no sítio?

Dentre suas obras, Monteiro Lobato resgatou a imagem do homem da roça, apresentando personagens do folclore brasileiro, como o Saci Pererê, negrinho de uma perna só; a Cuca, uma jacaré fêmea muito malvada; e outros. Também enriqueceu suas obras com obras literárias da mitologia grega, bem como com personagens do cinema (Walt Disney) e das histórias em quadrinhos.

Na verdade, através de sua inteligência, mostrou para as crianças como é possível aprender através da brincadeira. Com o lançamento do livro “Emília no País da Gramática”, em 1934, mostrou assuntos como adjetivos, substantivos, sílabas, pronomes, verbos e vários outros. Além desse, criou ainda Aritmética da Emília, em 1935, com as mesmas intenções, porém com as brincadeiras se passando num pomar.

Monteiro Lobato morreu em 4 de julho de 1948, aos 66 anos de idade, no ano de 2002 foi criada uma Lei (10.402/02) que registrou o seu nascimento como data oficial da literatura infanto-juvenil.



Aproveite o dia de hoje e presenteie seu filho(a),sobrinho(a),neto(a),primo(a) com uma leitura de Monteiro Lobato. 





Confira o preço desse box no site do Submarino






"De escrever para marmanjos já estou enjoado. Bichos sem graça. Mas para crianças um livro é todo um mundo." 

"Nunca no mundo uma bala matou uma ideia."

"Um país se faz com homens e livros
(Monteiro Lobato)



Você também pode gostar

7 comentários

  1. Os livros infantis podem trazer lindas mensagens , vontade de voltar a ser criança

    ResponderExcluir
  2. Adorei a dica. Vou lá conferir e comprar para minha filha. Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Simplesmente adorei o post! Parabéns pela iniciativa...
    Beijos

    http://pollymomentos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. cresci numa família sem hábitos de leitura, a TV superava os livros, conheci "O Sitio do Pica-pau amarelo" através do programa que a Rede Globo passava diariamente. Me apaixonei e sonhei... Lobato tinha esse dom, e acredito que sem dúvidas o Sítio  deve ter brilhado ainda mais nos livros. \pena que não os li, mas, nunca é tarde!
    Belo post, ótimo dia pra comemorar "O Dia Nacional do livro Infantil" afinal, o Pai das obras infantis nasceu nesse dia!

    Bjos
    Ni
    ciadoleitor.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Olá amiga,
    Sempre haverá um motivo real e concreto para comemorarmos o Dia do Livro Infantil, pois é através dele que nossas crianças empreendem o voo rumo às palavras e ao conhecimento da leitura.
    Um grande beijo,
    Maria Paraguassu.

    ResponderExcluir
  6. Meu filho tem esse box de Monteiro Lobato e tem outros livros tb... Tem livros de dinossauro, livros Disney... Ele amam folhear um livro colorido e cheio de figuras e pede para mim ler, já que ele ainda não sabe. Nós pais temos de insentivar mesmo nossas crianças!

    ResponderExcluir
  7. territoriodascompradorasdelivr20 de abril de 2012 16:30

    Amiga, tento lembrar desses dias, mas nunca consigo, não tenho tempo,mas pelo menos posso vir aqui e ver seu post, sempre muito bem feito.
    Parabéns.

    Territorio das garotas
    Bjs*-* 

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita! Sua participação é muito importante.

SIGA-ME NO INSTAGRAM: @zildapeixoto