[Resenha] Porque Eu Amei, de Roque Neto

segunda-feira, abril 30, 2012

Olá,queridos leitores!
Hoje venho compartilhar a resenha de um livro que foi eleito como um dos favoritos de 2012. Foi uma experiência fantástica e preciso dividir com vocês o prazer imensurável que essa leitura me proporcionou. Vamos à resenha!



Autor: Roque Neto
Editora: Dracaena
ISBN: 9788564469495
Páginas: 240
Ano: 2011
Adicione o livro no Skoob

* Compre o livro: 
| Site da editora Dracaena (com FRETE GRÁTIS
| Saraiva | Livraria Cultura |

Avaliação:







Porque Eu Amei é um livro que aborda temas polêmicos e conflitantes. O autor Roque Neto traz à tona assuntos que a nossa sociedade costuma repeli-los ou simplesmente ignorá-los. Falar sobre homossexualismo sempre é um ponto delicado a ser discutido. Apesar da sociedade atual “tentar”se mostrar receptiva ao assunto, na maioria das vezes, infelizmente isso não prevalece. 

Imagine unir homossexualidade, hipocrisia entre aqueles que fazem parte da Igreja, expor descaradamente a corrupção que existe dentro da Instituição Católica(isso não é prerrogativa dessa instituição), o desvio “amoral” do celibato onde padres se aproveitam de seus fiéis (desviando verbas com fins beneficentes ou simplesmente, mantendo relações às escondidas com mulheres). Todas essas questões vêm à tona em cada capítulo escrito meticulosamente pelo autor Roque Neto. Temos como tema central, a conturbada relação homossexual de um representante da Igreja Católica. O que esperar de um livro como esse? Tudo! Uma linda história de amor, onde um padre homossexual busca sua identidade e sua própria auto-afirmação.  

Nesse enredo envolvente e excitante, somos apresentados a Padre José Lucas que nascera na pequena cidade de Condado, em Pernambuco. Desde pequeno, José já fora designado ao celibato pela vontade de sua mãe Elisa Lucas.
Elisa é muito autoritária e extremamente devota à Igreja. Desse modo, o futuro de José Lucas já fora traçado desde sua gravidez. Muitas revelações são importantes para que a vida de José tome esse rumo. O tempo narrativo intercala-se entre o passado e o presente de Padre José Lucas. Nessa transição, somos levados aos questionamentos e descobertas de José, como a busca da sua identidade fora difícil desde sua infância.

Padre José Lucas vive um grande conflito existencial, pois ele tem que se dividir entre suas tarefas sacerdotais e o amor que sente pelo irlandês Thomas. Destaco, os momentos de prazer e total entrega de Lucas nos braços de seu amante. O autor descreve uma relação de duas pessoas que se amam, cada um a sua maneira. Nada de pervertido ou obsceno. Mas, friso a maneira como Lucas se entrega nesses momentos.

Algumas pessoas poderiam dizer que, a história de Roque Neto é uma afronta ou blasfêmia aos preceitos da Igreja Católica. Mas, acredite esse não é o propósito do livro. Acima de qualquer coisa, o livro fala de amor e redenção. O enfoque é o amor que José dedica à sua mãe, a família, a sua devoção à Igreja, onde ele representa o símbolo da caridade, da amizade e do comprometimento aos projetos sociais em que ele está envolvido.

Ser homossexual num país como o nosso, onde infelizmente ainda reina a hipocrisia, o preconceito e a intolerância é viver na corda bamba. Pior ainda, se esse homossexual fizer parte da Igreja. O livro de Roque Neto nos conduz a uma história onde a ficção tem laços estreitos com a realidade com que vivemos. Os sentimentos se conflitam o tempo todo. Culpa, medo, desejo, excitação, intolerância, perversidade tornam o livro de Roque Neto um livro extraordinário, uma obra-prima impecável e muito bem escrita.

Padre José ou Lucas, identidade utilizada pelo padre após seus compromissos sacerdotais fazem parte da mesma pessoa, mas cada um tem sua particularidade destacada no livro. Nessa dupla vida, Padre José Lucas precisa escolher o caminho que lhe fará feliz: realizar o sonho de sua mãe e tornar-se bispo ou se entregar de corpo e alma ao seu companheiro Thomas. O livro é recheado de revelações que trazem consigo muita emoção. Cada detalhe, cada capítulo bem narrado faz com que o leitor se envolva com a história e leia o livro de uma vez só. Esse foi o meu caso que comecei a lê-lo às 02:30h  e terminei às 06:45h com uma sensação indescritível de contentamento.

Apesar de o livro abordar questões polêmicas quanto ao homossexualismo, corrupção entre os membros da Igreja e rompimento à figura emblemática sacerdotal, o tema central do livro é a grande busca da identidade de indivíduos comuns, que amam e que querem ser reconhecidos perante a sociedade. Porém, sabemos que isso não é tão fácil. Padre José Lucas é a representação simbólica de tantas pessoas que enfrentam o mesmo dilema, Antes de qualquer coisa, esse indivíduo precisa se aceitar e combater sua própria escuridão. Padre José Lucas fará suas escolhas e terá de arcar com suas consequências.

Porque Eu Amei é um livro que aborda magnificamente temas polêmicos com muita propriedade. Inserindo características que compõem uma narrativa impecável fugindo dos clichês e dos estereótipos.
Avaliando a obra como um todo, o livro merece 1000 estrelas e condecorações pela sua ousadia em narrar uma história tão polêmica, criativa e bem elaborada. Parabenizo a editora Dracaena pelo belíssimo trabalho de diagramação. Todas as etapas do livro foram construídas e finalizadas com muito capricho e respeito ao leitor. E acima de tudo, gostaria de reverenciar mais um talentosíssimo autor nacional. Roque Neto é brilhante. Sua escrita é fulminante e arrebatadora.

Indico a leitura ao público adulto por conter em sua composição uma linguagem sensual, principalmente nos encontros entre os personagens Lucas e Thomas. Contudo, é preciso frisar algo muito importante. Não devemos rotular o livro como apologia ao homossexualismo ou que o mesmo tenha a intenção de denegrir a instituição católica. O livro concentra mensagens de amor, de entrega, de luta pela vida. Nos dias atuais, onde a sociedade discute tanto sobre homofobia é muito importante que possamos ler um livro tão magnífico como “Porque eu amei.”
"Abracei, beijei, lambi e menti para tantos italianos. Entretanto, naquela noite de 1º de março, mais de três meses sem tocar alguém, me sentia como uma virgem que experimentava, pela primeira vez, o roçar da barba do amado abaixo do umbigo. Algo imenso havia acontecido. Passava das três horas da manhã. Interrompi o fluxo da excitação e rezei a Ave-Maria, sem a qual não conseguiria dormir."(pág.39)
Após sua leitura, cada leitor que ainda possua uma venda sobre seus olhos a respeito sobre o tema, possa se libertar do preconceito, abrindo a mente para que a questão seja compreendida. Vou mais além, que o leitor abra seu coração e permita-se entender um pouco mais sobre a vida e o amor. Pois quando amamos alguém, não escolhemos raça, credo ou condição social. Que possamos entender que amor e sexo caminham juntos e que respeitar um homossexual é respeitar um indivíduo como qualquer outro. Não se rotula pessoas pela sua opção sexual.

Porque Eu Amei é um livro magnífico que fala de amor e de escolhas. Não devemos nos anular perante o olhar preconceituoso da sociedade. Porque o mais importante da vida é saber amar e se aceitar. Porque a vida é uma só e cabe a cada um lutar pelo o que acredita.
"A paz, entretanto, é curta quando os relacionamentos são construídos sobre feridas e preconceitos." (pág.29)

Espero que tenham gostado!
Até a próxima.



Roque Neto possui outros dois livros. Conheça mais sobre o autor e suas obras, acessando seu siteOu adicione-o no Twitter ou Facebook.

Felicidades ao autor e muito sucesso!
Bjs!


Você também pode gostar

26 comentários

  1. O.O"
    Que livro!!!!
    É aquele tipo de livro que envolve do começo ao fim...
    Os temas atuais geralmente criam uma polêmica, tenho que certeza que muitos não lerão o livro por, de certa forma, ofender algo em que eles acreditam.
    Essa busca do Padre Lucas em buscar a si mesmo deve ter sido confusa e dolorosa...
    Se dividir em dois para agradar aos que ele ama!

    ResponderExcluir
  2. Oii Zilda, faz um bom tempo que não venho aqui :/ Mas enfim, gostei muito da sua resenha e também de conhecer mais um livro, já que não conhecia esse ainda. Gosto de livros que tem uma mensagem a nos passar, que fala de nossas escolhas e sobre a vida em geral...

    Abraços
    Caique Fortunato
    http://entrepaginasdelivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Zilda do céu, adorei o tema desse livro. Não me entenda mal pelo amor de Deus, mas gosto de coisas polêmicas, e pelo que li em sua resenha, com esse livro encontrei uma forma de melhor entender e aceitar certos preconceitos que já existem na sociedade. Livros assim costumam ser ótimos, fora que o título é magnifico. Parabéns pela resenha e pelo blog. (:

    Beijos,
    Felipe
    http://ahoradolivro.blogspot.com/ 

    ResponderExcluir
  4. Que história e parabéns pela resenha e a forma como colocou com grande ética e respeito um assunto que toca em religião,  homossexualismo, a corrupção no celibato e tantos outras coisas e principalmente o preconceito que existe em grande escala.
    O amor é livre e não se mede po classe, cor, credo ou seja o que for.

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Homossexualidade e religião... dois temas que normalmente dizemos: Deixa quieto.
    Mas, vejo que o escritor enfrentou os tabus da vida e criou uma bela história.
    É o tipo de livro que ao levantar a polêmica, ergue-se junto críticas boas e ruins, cabe cada um ler e opinar.
    Gostei muito da resenha, vamos agora ler pra avaliar e enfim julgar.
    Parabéns
    Ni
    ciadoleitor.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Uau! Que resenha magnífica, Zi!
    Você realmente ficou arrebatada pela história de Roque Neto e, que maravilha! Sem dúvida, ele é muito corajoso por abordar temas tão polêmicos e você soube conduzir a resenha para o âmago do livro. Estou muito interessada em ler. Tenho o livro comigo e já abri algumas vezes, mas estou sem tempo. É uma escrita envolvente. O autor escreve muito bem.

    Beijocas,

    Lu
    @LuPiras80
    www.equinocioaprimavera.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Bem, ainda não conhecia o livro, mas com uma resenha dessas, com certeza fiquei curiosa por lê-lo! Entrará para a minha lista de "desejados"...
     Parabéns!!!
    Bjs
    Marcia Rubim

    ResponderExcluir
  8. Não conheço esse livro. Mas gosto de suas resenhas pelo modo crítico que você apresenta elas, não poupando a verdade quanto a sua avaliação. ^^ Quando vc gosta, gosta mesmo, quando rejeita, nem se fala.

    beijos

    Philip Rangel
    Entrando Numa Fria

    ResponderExcluir
  9. Olá querida!
    Não conhecia este livro ainda e parece ser bem interessante. Gosto de temas polêmicos, que levam a várias discussões. Estarei acrescentando-o à minha lista, e muito obrigada pela sugestão.

    Ótima resenha!!

    bjusss

    *-*

    http://livroanjonegro.blogspot.com.br/ 

    ResponderExcluir
  10. Renata (do blog Escuta Essa)1 de maio de 2012 01:05

    Muito bacana a sua resenha.

    Não conhecia o livro e o tema é interessante.

    ps: tem resenha nova lá no blog
    http://www.escutaessa.blogspot.com.br/2012/04/resenha-livro-o-homem-dos-olhos-de-aco.html

    Bjs
    Renata 
    http://escutaessa.blogspot.com.br
    http://www.facebook.com/BlogEscutaEssa
    @blogescutaessa 

    ResponderExcluir
  11. Eu já tinha ouvido falar desse livro, Zilda. E fiquei totalmente louca por ele. Não, eu não vou comprá-lo, mas com certeza vou por na lista e pedir de presente na primeira oportunidade. Pela sua resenha, o livro é exatamente o que eu esperava. Eu tenho uma relação de amor e ódio com a igreja e livros desse tipo simplesmente me fascinam #confessei

    ResponderExcluir
  12. Camila Márcia (@camila_marcia)1 de maio de 2012 08:54

    Nooooossa, vou nem mentir eu já tinha vontade de ler e agora tenho ainda mais. Sua resenha ficou maravilhosa e tenho certeza absoluta que quem a ler vai ficar morrendo de vontade de ler Porque eu amei.

    abraços,


    Camila Márcia


    @camila_marcia


    http://delivroemlivro.blogspot.com/


    http://devaneiosfugazes.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  13. Caraaamba que demais a sua resenha! E o livro é muito bom pelo jeito. Acho que irei gostar! 
    Adorei conhecer! 
    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Amei a resenha Zilda, mas não sei se gostaria do livro!!
    Engraçado ne?!!
    Você escreve magnificamente bem, e desperta essa vontade de ler o livro, contudo não é um tema que me agrada... mas você consegue colocar essa pulga atras da minha orelha. E me colocar a dúvida: "Será que estou enganada, e posso até gostar?"

    Bjkaas

    ResponderExcluir
  15. Oi Zilda!
    Parabéns pela resenha! Eu já conhecia o livro e desde a primeira resenha que li achei o enredo interessante. O que percebo é que, apesar do tema ser bastante polêmico, o autor teve muita sensibilidade ao mostrar a relação entre os dois protagonistas. Quero muito ler!
    Beijos e parabéns pela resenha excelente!
    http://coisasdemeninasarteiras.blogspot.com.br/ 

    ResponderExcluir
  16. Olá Zilda*
    Já tinha visto a capa deste livro, mais nunca tinha lido uma resenha dele. Imaginava outra coisa :)
    Achei super imteressante! Gostei D+ da sua resenha, e fiquei super afim de ler este livro. Gosto de leituras com temas polêmicos...
    Beijos
     

    ResponderExcluir
  17. Oi amiga!
    Este livro parece ser realmente muito interessante, um assunto que pouco vemos!
    Gostei de sua resenha*
    Bjinhs
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/2012/05/evento-em-poa-editora-giostri.html

    ResponderExcluir
  18. Oie Zilda.
    Nossa que resenha ou melhor, NOSSA, que livro!
    Pelo que li aqui, ele é bem forte e trás temas pôlemicos e que tem entre nós.
    E que cortes foi esse que postaste?
    Abala, coração heheh
    Bjs

    ResponderExcluir
  19. Oi Zilda! *-*
    ADOREEEEEI SUA RESENHA!
    Impossivel nao ter gostado ne?!
    Primeira vez que leio sobre esse livro...
    Já tinha visto ele em outros blogs antes, mas nunca parei pra ler a sinopse! 
    Admiro muito a coragem do autor de abordar temas tão importantes, mas ao mesmo tempo tão polemico! 
    Apesar de vc ter falado que recomenda a leitura ao publico adulto, eu quero ler! rs 
    Seria maravilhoso se cada pessoa do mundo pudesse ler, pra ver se conseguimos diminuir esse preconceito que insiste em ficar na nossa sociedade! 
    Já falei e repito: quero aprender a escrever que nem vc! haha 
    Beijos de sua fã! *-*

    http://naspaginasdeumlivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Oi Zilda!
    Desde a primeira vez que vi a sinopse desse livro, fiquei com vontade de lê-lo, e agora com você confirmando que o livro é ótimo, ele acaba de ir para a minha lista dos desejos! Beijos... Elis Culceag.

    ResponderExcluir
  21. É realmente um tema polemico mas que espero um dia não haver mais tanto preconceito em cima disso hj em todo lugar que vc olha existe tanto disso né? Adorei sua resenha o livro deve realmente ser muito bom adorei.
    Bjus

    ResponderExcluir
  22. Oi flor, tudo bem?

    Essa é a primeira vez que leio a respeito desse livro, e parece ser ótimo.. daqueles que te prendem até o final.
    Gostei mesmo!
    Ótima resenha!

    Beeijos,
    Ler e se Aventurar

    ResponderExcluir
  23. Amo livros polêmicos!! 
    Não vou mentir, nunca li a sinopse desse livro, pois sempre só via a capa e o título e já imaginava ser um livro de auto-ajuda. Vou ler outras resenhas de "Porque eu amei" e decidir se o coloco ou não na lista de desejados. Apesar da resenha ter ficado grande, sei que cada palavra foi necessária para expressar sua opinião sobre o livro. Parabéns por se expressar tão bem. Resenha MARAVILHOSA!

    ResponderExcluir
  24. Oi Flor,
    Confesso que não tinha prestado atenção a sinopse ou a capa do livro por pensar que fosse algo totalmente religioso, essa foi uma das vezes que julguei o livro pela capa e não dei interesse a ele. Mas depois da sua resenha noto o quanto me enganei, achei bem interessante o tema abordado e fiquei super curiosa para ler. Logo eu que sou eclética tive preconceitos com o livro por causa da capa...nossa nem parece que tenho a mente aberta. Mas realmente pensei que fosse algo bem cristão, mais próximo da Bíblia. Obrigado pela ótima resenha e espero um dia poder conferir a leitura.

    Beijokas Elis!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  25. Oi Zilda!
    Ainda não conhecia a obra, portanto, parabéns por apresentá-la no blog. 
    Realmente a temática demanda grande coragem do autor, e cabeça aberta dos leitores. Achei tudo super interessante e a forma como você descreveu me deixou com a sensação de que se trata de um excelente livro! 
    Parabéns pela belíssima resenha (como sempre) e parabéns ao autor pelo trabalho 
    Fabi
    reinoxadrez.blogspot.com 

    ResponderExcluir
  26. Interessante! Gosto de dramas do gênero e principalmente de enredos que envolvam o interior da organização católica. Adorei de verdade a resenha!!!

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita! Sua participação é muito importante.

SIGA-ME NO INSTAGRAM: @zildapeixoto