|Resenha| Clube da Insônia - Tico Santa Cruz @belasletras

quinta-feira, julho 19, 2012


A noite serve como pano de fundo e inspiração ao músico, que usa a crônica e a poesia para contar suas histórias repletas de estranhamento, violência e amor. As diferenças no texto dão ao livro uma dinâmica inovadora que transporta o leitor para o universo caótico do músico. Contudo, não espere apenas rebeldia. Clube da Insônia é o equilíbrio entre brio e sensibilidade carregado de experiências pessoais do autor.
O livro conta com ilustrações de Carlinhos Muller, do Estadão, que reproduzem tatuagens e se conectam ao universo de Tico Santa Cruz, bem como um projeto gráfico que valoriza a estética do preto e do branco, do bem e do mal.


Desde o lançamento do livro e das divulgações nas mídias sociais venho alimentando um súbito desejo por esse livro. A editora Belas-Letras acertou em todos os aspectos na publicação deste livro. E obviamente, devemos dar o grande destaque ao autor Tico Santo Cruz. 

Quem já conhece o talento de Tico à frente da banda Detonautas Roque Clube e acompanha seu projeto intitulado “Voluntários da Pátria”, onde Tico escreve textos e poesias que tem como pano de fundo questões sócio-políticas pode esperar um livro muito bem escrito, cheios de indagações e perplexidades em relação ao comportamento da sociedade. 

Clube da Insônia é composto por 22 textos dos mais diferentes gêneros literários. Entre poesias, contos, crônicas e desabafos que parecem canções, Tico prende o leitor a cada palavra. A leitura é frenética, pulsante e faz o leitor prender a respiração até o último parágrafo. Utilizando uma linguagem simples e comum ao dia-a-dia do leitor, o autor nos conduz a sua realidade onde a noite é palco para suas reflexões. 

O livro faz um paralelo entre as noites que passamos em claro, momento no qual estamos entregues a nossa consciência. É exatamente, este o ponto máximo do livro. Clube da Insônia é um grande diálogo com a consciência. Com uma linguagem simples, Tico confronta seus medos, questiona suas atitudes, aponta o dedo na ferida da sociedade hipócrita e preconceituosa no qual todos nós fazemos parte. 

O livro é dividido em 2 partes. A primeira parte contém textos e poesias que questionam e falam sobre o universo íntimo do autor, expondo situações que o levam a descrever coisas simples que relatam seu crescimento pessoal. Tico reflete sobre questões pessoais que falam de insegurança, tristeza, amor e respeito. 

Seria muito difícil citar apenas um ou dois textos que representam a qualidade do livro e que torna sua leitura tão prazerosa. Por isso, quero destacar os que mais me marcaram. 

Sou um pouco de mim, Tico fala um pouco de sua história, desde sua infância até sua “aparente” maturidade. Fazendo um pequeno flash do que vivera até hoje, Tico nos relata os caminhos percorridos, escolas que frequentou e como cresceu aprendendo a viver com as diferenças. Um texto singelo e objetivo. 

Viagem ao fundo do universo, Tico faz uma comparação ao universo íntimo de cada um. O leitor que se permitir viajar dentro de si mesmo, naturalmente lidará com as adversidades do universo em que vive. Não existem fórmulas, muito menos conselhos. A mudança é interna e depende do esforço de cada um. 

O agora não pode ser depois é um desabafo que fala sobre medo, fé e amor. Na prática, eles não caminham necessariamente na mesma ordem. O título é objetivo e não há mais nada a acrescentar. Que consigamos conviver com nossos medos rompendo a barreira da estagnação, pois devemos viver o agora sem medo do que está por vir. 


Na segunda parte do livro encontramos textos mais rebeldes. O leitor é convidado a refletir sobre temas políticos e sociais, tudo na mesma proporção. Tico Santa Cruz deixa fluir sua veia político-social em cada texto que está por vir. 

Aperte o verde, Tico faz uma analogia ao botão verde da urna eleitoral. Em que acreditar? “Na TV? Nos jornais? Na igreja? Somos puta especulação?" E você, leitor? Acredita em você? Acredita na fé? No amor? No próximo? Em que você acredita? Esse texto é impactante, é uma “sacudida cerebral.” 

Paz.exe conhecemos a história de um menino que mora numa favela. Tico descreve brilhantemente a realidade de quem vive diante de tantas dificuldades. Impossível falar sobre paz quando não a conhecemos. E, principalmente, é ainda mais contraditório tentar repassar um conceito que não se aplica e que não é praticado. Como saber o que é paz se, na maioria das vezes só conhecemos a guerra? Nos dias de hoje, o texto de Tico é o retrato fiel do mundo em que vivemos, sem metáforas ou frases prontas. O “feio” é realmente “feio” e tudo é potencializado. E no fim das contas, ninguém está verdadeiramente preparado para conviver com ele. 

Circo fantástico somos convidados a refletir sobre nossas atitudes no que hoje chamamos de círculo social. E as mídias sociais merecem o destaque. Quem são nossos ídolos? Quem é o artista? Num mundo cada vez mais egoísta, onde pessoas se expõem gratuitamente por míseros segundos de “fama”, em quem depositaremos confiança? Na juventude? Ah! A juventude está no twitter falando um monte de bobagens ou no Facebook compartilhando coisas inúteis. Sim! Esse é o retrato da maioria, lamentavelmente. 

Plástico, Tico utiliza-se da poesia para falar do grande vilão do século XXI: o plástico. Porém, consideremos que nos dias atuais tudo é derivado de plástico: os sentimentos, as relações, a personalidade humana. Ou não. Exagero? Talvez! Estamos nos tornando plásticos? Vazios? Sem vida? Vale a pena ler, discutir e refletir. 

Senado Finado não tenho muito a dizer. O título é óbvio. Fazendo referência ao Senado do nosso país, Tico berra aos nossos ouvidos a indignação e revolta diante da máfia que manipula o Brasil. Com palavras duras, Tico coloca cada um de nós em seu devido lugar. Aliás, você sabe qual posição ocupa na sociedade? 

Neste último texto escrito em versos, Tico Santa Cruz fecha com chave de ouro seu primeiro livro e espero que seja o primeiro de muitos. 

Para finalizar, não poderia deixar de destacar a diagramação do livro. A editora Belas-Letras sempre capricha em suas publicações. Em Clube da Insônia não seria diferente. O livro possui diversas ilustrações, alternando os textos com imagens que representam a ideia a ser transmitidas por cada um deles. Intercalando páginas pretas com letras brancas e vice-versa, o livro possui uma linda e perfeita diagramação. 

Gostaria de agradecer a editora por possibilitar que o blog mais uma vez resenhasse um de seus livros e que pudesse compartilhar mais uma bela e gratificante leitura com seus leitores. 

Recomendo o livro a todos! Que o leitor possa ler Clube da Insônia com os olhos, ouvidos e coração. Faça parte desse Clube também! 


Me acompanhe também nas redes sociais: 
Facebook ♥ Twitter ♥ Instagram ♥ Skoob ♥ Google+

FICHA TÉCNICA
Clube da Insônia
Autor: Tico Santa Cruz
104 páginas
ISBN 9788560174935
Adicione-o no SKOOB
Compre aqui: | Saraiva


SOBRE O AUTOR

Tico Santa Cruz nasceu no Rio de Janeiro em 30 de setembro de 1977. Cursou Ciências Sociais, Comunicação e Educação Física, mas não concluiu nenhuma das faculdades, resolvendo se dedicar integralmente a sua banda, o Detonautas Roque Clube. Compositor, escritor e poeta, é idealizador do grupo de performance social Voluntários da pátria, que tem como objetivo levar música, poesia e debates sócio-políticos em escolas, universidades e penitenciárias. Clube da insônia é seu primeiro livro. Foto: Marcos Hermes.




Você também pode gostar

22 comentários

  1. caraca por tudo que você escreveu fiquei pirada,louca para ler esse livro!
    Adoro o Tico,Detonautas é muito bom,já fui em show deles e sempre acompanho o blog do cantor/autor.Assim que puder vou ler
    Você fez um ótimo trabalho expondo o livro assim,parabéns,seu blog é ótimo.beijos!!


    http://livrosobaluzdalua.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Menina, pirei total na minha cacholinha... já tava com vontade de ler o livro, mas a forma que vc escreveu foi tão visceral... profunda... que agora quero muuuito... tipo fanática! kkkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  3. Estou com o livro aqui do meu lado, vou começar a ler jaja *_* hehe Que ótimo que você gostou, me anima bastante para lê-lo logo! nha Linda resenha diva, meus parabéns. Post fenomenal, adorei :Ç
    Sucesso SEMPRE, beeijão Zi :*


    Ewerton Lenildo - @Papeldeumlivro - papeldeumlivro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. GabrielaLaganowskiReis19 de julho de 2012 17:44

    Adorei a resenha! Parece ter uma narrativa diferente e o enredo me cativou! Pra listinha!

    ResponderExcluir
  5. AIIIIII
    Zilda eu to ficando doente por causa desse livro!!!
    Sério, eu já estava doida pra ler. O meu ainda não chegou, e agora minha doença está piorando muito. Tá me dando siricuticos e comichões.
    Que bom que vc já leu. E melhor ainda que gostou.
    Amei os trechos e tudo que vc disse sobre ele. Se eu já estava doida, agora pirei de vez.
    Obrigada, hoje eu não vou dormir, vai me dar febre!!!


    kkkkkkkkkkkkkkkkk


    Bjkas

    ResponderExcluir
  6. Bela resenha, comecei a ler o livro hoje a tarde e ja to quase acabando, com certeza não conseguirei fazer uma resenha tão boa quanto a sua, mas vou tentar, de uma coisa eu tenho certeza, o livro é mesmo frenético.

    Vanessa - Balaio

    http://balaiodelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. O enredo até parece ser interessante, mas não me entusiasmei muito a ler o livro no momento, quem sabe no futuro. Ótima resenha!!! *bye* Marla: Louca por Romances

    ResponderExcluir
  8. Parabéns pela resenha! O livro parece legal =D

    ResponderExcluir
  9. Muito bacana! O livro pelo jeito é muito envolvente!

    ResponderExcluir
  10. Oi Zilda,


    não conhecia, mas fiquei louquinha para ler! Parece muito bom! Amei a resenha!


    Bjs

    ResponderExcluir
  11. Oi Flor, amei a resenha, e o livro me pareceu muito bem elaborado e cativante.....\o/....espero poder lê-lo um dia...\o/...e como sempre não posso deixar de dizer que você cativa o leitor com as suas palavras...\o/....beijoaks elis
    http://amagiareal.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Não conhecia o livro. Parece ser muito interessante pela sua resenha!
    Uma trama bem elaborada é tudo que um leitor mais crítica quer!
    Beijos linda!


    Equipe Mix Literário
    www.mixliterario.com

    ResponderExcluir
  13. É bem diferente mesmo.. interessante, reflexões e exemplos que só engrandecem o livro e a curiosidade alheia.
    Boa dica.
    Ni
    Cia do leitor

    ResponderExcluir
  14. Não pretendo ler o livro, mas sua resenha foi muito boa! Confesso que me causou certa curiosidade, mas não parece ser meu tipo de literatura.


    Beijos,
    Gabriel
    http://desejosdesabado.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Parece ser eralmente cativante e inteligente. Espero poder ler esse livro em breve, também gostei muito da capa.

    ResponderExcluir
  16. Juro que quando vi esse livro não me inspirou muito... Mas a resenha me animou a ler, e também o fato do Tico tem uma opinião forte e sincera!!! :)

    ResponderExcluir
  17. as canções e letras de tico são um espetáculo a parte. o que fazer então quando alguém tão criativo e irriquieto lança um livro contendo aquilo que passa pelo universo de seu pensamento? devemos comprá-lo imediatamente. parabéns à belas-letras por investir no talento do tico e por acreditar que autores nacionais podem ser possíveis em nosso país.

    ResponderExcluir
  18. Ainda não li o livro mas espero o conseguir logo. E essa resenha me deixou superentusiasmada. Adorei!

    ResponderExcluir
  19. Bruna Silva de Oliveira27 de julho de 2012 22:31

    Pra ser bem sincera o livro não me chamou muita atenção, mas gostei da sua resenha e vi que você gostou bastante do livro, acho que vou dar uma chance, mas não vou comprar rsrsrs, quem sabe eu ganhe a promoção ou sei lá rsrsrs.
    Parabéns pela resenha amiga. Saudades de você.


    Beijos

    ResponderExcluir
  20. Tico sempre foi um cara com um vocabulário vasto. Um maluco beleza, bem ao estilo do Raulzito..rs
    E não é dos que ficam no fala-fala não. Ele arregaça as mangas e vai a luta.
    Claro, o livro dele, o primeiro de muitos eu espero, não seria ruim.
    Ainda não consegui ler, mas ele está na lista de desejados.
    Adorei a resenha, os trechos...tudo perfeito!

    Beijos

    ResponderExcluir
  21. Leilla Carvalho ★8 de agosto de 2012 09:12

    Toda vez que leio uma resenha desse livro a minha curiosidade/vontade de ler aumenta cada vez mais. Sou muito fã do Tico, mas não é por isso, eu o acho muito inteligente, as coisas que ele pensa, o jeito que ele interpreta oa fatos da vida. Acho-o fascinante! Já li trechos desse livro, é muuuito interessante mesmo. Quero realmente ter em minhas mãos! :)

    ResponderExcluir
  22. Oie
    Já tinha visto um burburinho por conta do livro, mas imaginava que seria uma história do estilo auto ajuda, o que seria muito estranho dado o autor rs Mas achei super interessante ele abordar em variados formatos, questões atuais.
    Muito boa sua resenha
    bjos

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita! Sua participação é muito importante.

SIGA-ME NO INSTAGRAM: @zildapeixoto