Entrevista com Flavia Cristina Simonelli, autora do livro "Ausência"

segunda-feira, agosto 06, 2012

Olá,queridos leitores!
Hoje gostaria de compartilhar com vocês a entrevista que Flavia Cristina Simonelli concedeu ao blog. Flavia falou sobre o processo de criação do seu novo livro "Ausência" publicado pela editora Novo Século. 


Primeiramente, gostaria de agradecer a Flavia por todo o carinho e atenção ao blog. Todos que acompanham a Cachola sabem o quanto a admiro e sempre que possível compartilho tudo relacionado aos seus trabalhos. Já resenhei Paixão e Liberdade e Ausência, seu novo livro. 
Após a leitura de "Ausência" senti a necessidade de fazer várias perguntas relacionadas ao livro. Quem teve a oportunidade de ler minha resenha sabe o quanto eu amei o livro. Por esse motivo, quero compartilhar com vocês, as dúvidas e perguntas que surgiram imediatamente após a leitura do livro. 

Comentem nas resenhas: | Paixão e LiberdadeAusência |

Espero que curtam a breve entrevista concedida ao blog.


Cachola Literária: Você fez um laboratório para começar a escrever o livro?

Flavia C. Simonelli: Depois que decidi criar um personagem com Alzheimer, comecei a fazer pesquisas, assisti a documentários, conversei com pessoas com algum familiar próximo que desenvolveu a doença, e também com médicos. Mas o que me tocou profundamente foi o sentimento que senti haver ali, um inconformismo em perder alguém que na verdade continua presente. 

Cachola Literária: Tem algum histórico familiar ou de alguém próximo a você para idealização da história?

Flavia C. Simonelli: Não tive ninguém na minha família com Alzheimer, mas é uma doença que está aumentando assustadoramente. É uma questão da nossa época, sem dúvida nenhuma. Só para você ter uma ideia, estima-se que existam 15 milhões de pessoas com Alzheimer no mundo. No Brasil, são por volta de 1, 2 milhões, sendo que a cada ano são diagnosticados 100 mil novos casos. É muito. Isso sem contar todas as pessoas que têm a vida modificada pela doença, porque o doente de Alzheimer mexe profundamente com a vida dos familiares, não só na rotina, na estrutura, mas principalmente no emocional. É muito difícil ver alguém que se ama ir embora aos poucos. É uma perda em doses homeopáticas e profundamente dolorosa. 

Cachola Literária: Quanto tempo durou o projeto do novo livro?

Flavia C. Simonelli: O livro foi escrito durante um ano e meio, e nesse tempo tive sessões de coaching com James Mcsill, porque eu queria aprender algumas técnicas do storytelling, o que sem dúvida, abriu-me muitas janelas, na medida que adquiri novas possibilidades de construir o texto. 
Depois de pronto, enviei à Abraz, Associação Brasileira de Alzheimer, para garantir que o desenvolvimento da doença, tal qual aparece na vida do personagem Ervin de Apolinário, estava condizente à realidade. Esse contato foi fundamental para meu livro, pois me deu a certeza de que Ausência é um livro que pode ser recomendado àqueles que vivem o Alzheimer através de uma pessoa querida. 

Cachola Literária: Como surgiu a ideia de escrever sobre Alzheimer?

Flavia C. Simonelli: Os livros que escrevi até hoje sempre começaram com uma pergunta, algo que me levou a percorrer um determinado caminho através dos personagens, sem garantias de ter alguma resposta. Quando terminei Paixão e Liberdade, comecei a planejar uma nova história e logo me veio a pergunta que resultou no livro Ausência: o que seria apagar da mente tudo o que já se viveu? Deu-me um grande medo, eu confesso, porque percebi o valor da memória, e me dei conta de que sem a memória perderia a mim mesma. Então, percebi que somos a síntese das experiências que tivemos, os conhecimentos que buscamos, as pessoas que encontramos. E a cada momento nos renovamos, acrescentamos algo ao que somos, porque a vida nunca está consolidada. A vida sempre flui porque somos livres para nos construir a cada instante. 
Foi então que busquei informações sobre doenças degenerativas, porque mexeu comigo a possibilidade de perder as próprias capacidades. Perder justamente o que nos torna livres. Assim, com esses questionamentos, cheguei ao Alzheimer. 

Adquira o livro Ausência - |No site da editora| Saraiva | Livraria Cultura | Ponto Frio |

Quero aproveitar o ensejo e lembrar que Flavia Cristina Simonelli estará na Bienal do Livro de São Paulo. Quem tiver a oportunidade e puder comparecer, visite o estande da Novo Século e prestigie essa autora nacional talentosíssima.


E tem mais! A Cachola Literária está realizando uma promoção sorteando 1 exemplar do livro "Ausência" cedido pela autora. Não perca essa oportunidade! Participe da promoção Quero ler "Ausência" de Flavia Cristina Simonelli. #vemgente #livro5estrelas



Clique aqui e participe!


Agradeço sua visita!
Deixe sua opinião. Ela é muito importante!

Até mais.

Você também pode gostar

3 comentários

  1. Parabéns pela entrevista Zilda! Já li Paixão e Liberdade, da Flavia Cristina Simonelli, e curti bastante. Estou ansiosa para ler Ausência! Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Parabéns pela entrevista!

    Estou com muita vontade de ler Ausência \o/

    Bjs!

    ResponderExcluir
  3. Arrasaram as duasssssss!!!!!!!

    Adorei a entrevista.
    Li Paixão e liberdade e gostei bastante. E sei que ausência vou adorar tambémm!!!

    Parabéns pela entrevista Zilda!!!

    Bjkas

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita! Sua participação é muito importante.

SIGA-ME NO INSTAGRAM: @zildapeixoto