Como assim?! 'Jane Eyre' e 'Orgulho e Preconceito' em versão erótica

quinta-feira, setembro 13, 2012


Vocês devem estar se perguntando se isso é uma piada de mau gosto ou brincadeira da minha parte. Digo que isso é possível. O gênero New Adult vem com tudo e promete mexer até nos consagrados clássicos da literatura universal.


Depois do boom dos romances eróticos, todas as editoras resolveram apostar nesse nicho.
Bem, a quem diga que tudo não passa de mera repetição e que as editoras estão trilhando o caminho da mesmice literária. Repetindo histórias nem tão originais assim ou cometendo o grave de erro de fazer capas simplórias demais. Como o tal do velho ditado: "Nada se cria. Tudo se copia". E isso vale para a falta de criatividade na criação das capas. Uma coisa é certa: os livros do gênero estão despertando a curiosidade de muitos leitores e isso dá dinheiro.Ou não?

Agora, os clássicos universais estão na mira das editoras. Jane Austen tem duas opções:
1ª Revirar-se no túmulo e dizer: Oh!Meu Deus! A que ponto chegamos!
2ª Suas obras continuaram no topo e as vendas se multiplicarão.

Confiram a notícia sobre a polêmica em questão.

Uma editora especializada em livros para adultos planeja publicar edições eróticas de clássicos como “Jane Eyre” e “Orgulho e Preconceito”, segundo o jornal britânico “The Independent”.
A empresa se diz 100% convencida de que existe um mercado para versões picantes de romances do século 19 de autoras como Charlotte Bronte e Jane Austen, e de que essas versões introduziriam obras clássicas a “uma nova geração de leitores”.
Entre os outros títulos na mira da Clandestine Classics estão “Northanger Abbey”, também de Jane Austen, e as histórias de Sherlock Holmes, de Arthur Conan Doyle.
O anúncio coincide com o sucesso do “Fifty Shades of Grey”, romance erótico de E.L. James apelidado de “pornô das mamães” pela mídia britânica.


Eu não sou contra as releituras e adaptações, contudo espero que não deturpem obras tão significativas como os clássicos de Jane. Sendo algo bem construído, nós leitores só temos a ganhar.
E vocês, o que acham da ideia?


Você também pode gostar

29 comentários

  1. Aione Simões Sérgio13 de setembro de 2012 20:33

    Acho a ideia, no mínimo, curiosa.

    Como você disse, desde que não deturpem a história, nós só temos a ganhar. Não me importo com a modinha, as editoras têm que investir naquilo que dá dinheiro, né? Mas com certeza vão acabar surgindo obras não tão recomendáveis ai no meio hehe... Espero que essas releituras não sejam um desses exemplos, achei a ideia inusitada mesmo.Beijão!

    ResponderExcluir
  2. Eu não gostei da ideia não! Adoro o gênero, mas cópia por cópia, prefiro que façam livros novos e mais originais, pra que mexer em algo que já esta bom? Coitada da Jane deve mesmo estar se revirando no tumulo !

    ResponderExcluir
  3. Já li romances históricos eróticos muito interessantes, mas não vejo como erotizar essas duas histórias específicas sem deturpar completamente o enredo, principalmente considerando (SPOILER) que os casais só ficam juntos no final! 
    Beijos... Elis Culceag.

    ResponderExcluir
  4. Eu já tinha ouvido falar nisso e pelo que ouvi a ideia é manter o texto original dos livros que já são de domínio público e inserir passagens hot de maneira a apimentar a narrativa, para mim não interessa, nada contra literatura erótica, mas por favor, que seja original.

    ResponderExcluir
  5. Ah, como você mesma disse Zilda, se for bem construído eu vou querer e muito ver  o lindo do Sr. Darcy dando uns amassos.
    Gostei da ideia sim .
    Beijos
    Viviane

    ResponderExcluir
  6. Eu não sou contra as releituras e adaptações! +1
    Vão é estragar uma obra literária que é uma relíquia. Sou totalmente contra! 
    PRATELEIRA DE BIBLIOTECA.http://www.prateleiradebiblioteca.blogspot.com.br/ 

    ResponderExcluir
  7. Renata (do blog Escuta Essa)13 de setembro de 2012 22:17

    Tenho as minhas desconfianças sobre essas adaptações o.O

    Mas se passar por mim, com certeza vou ler para ver se é legal ou não ;)
    Beijinhos
    Renata 
    Escuta Essa

    ResponderExcluir
  8. Dizer se eu gosto ou não de releituras depende muito, existem aquelas boas e outras ruins. Acho que o importante é ter uma narrativa rica e trazer criatividade, um novo olhar inspirado no clássico - ao invés de apenas re-escrever a história adicionando ou alterando elementos. Não sei ao certo como serão recebidas essas edições eróticas dos clássicos, mas com certeza sou da opinião de que há, sim, público para tal iniciativa.

    bj
    escrevendoloucamente.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Eu sei lá, não gosto muito de releituras, tenho um livro aqui na estante que é uma releitura, tenho vontade de ler, mas ainda não rolou.
    Erótico tbm não faz muito meu estilo, gosto de livros que tem pegada, mas totalmente erótico não dá. Nem li 50 tons ainda!!!
    Com certeza não lerei estes livros q vc citou!!

    Bjkassssssssssssssssssss

    ResponderExcluir
  10. Oi Zilda! Não sou avessa completamente à releituras e nem puritana a respeito de literatura hot (tanto que uma das séries que mais gosto é Irmandade da Adaga Negra) mas no caso de Jane Eyre e Orgulho e Preconceito, não tem como engolir um remake erótico. Ainda não cheguei ler a obra de Charlotte Brönte, mas sou fã de Jane Austen e creio que ter romances de época retratados de forma sexy seria uma verdadeira deturpação. Francamente... Beijos!

    ResponderExcluir
  11. Pelo visto, como distopia, parece que esse estilo mais adulto de literatura vaio ser a bola da vez pra pular e explodir. Todo livro agora tá vindo erótico D: SAUUISAISIUSA Enfim, que venha né? Espero que modifiquem bem as obras de Jane Austen. (;
    Ótimo post Zi, sempre abrindo nossos olhos literários kkk
    Sucesso SEMPRE diva, beeijão ;*

    ResponderExcluir
  12. Deu até medo! Adoro os livros de Jane Austen, inclusive tenho vários. Espero que essas releituras fiquem legais.

    ResponderExcluir
  13. Faltam bons escritores no estilo? Então, que reeditem "Le Point de Lendemain", de Vivant Denon, e outras obras que tais. É um crime literário deturpar os clássicos (de qualquer estilo) sob o pretexto de "atrair leitores". Sente-se claramente que o objetivo é "atrair dinheiro". Releitura por releitura (ou reescritura), estou mais com Lu Cavichioli, que veste magistralmente fantasias novas em figurinos clássicos - confira em 
    http://escritosnamemoria.blogspot.com.br/2012/08/fabrica-de-historinhas.html.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  14. Ah, na boa, eu gostei da idéia. Adoro "Orgulho e Preconceito", o clássico é o melhor livro que já li e não me incomodaria de ter uma versão, digamos, mais picante da estória ;)
    Basta que o leitor veja como uma releitura ^^
    Beijos =*

    @morenalilica:twitter 

    Doce Insensatez

    ResponderExcluir
  15. Nãaaaaaaaaaao! Nãaaaaao! My eyes! My eyes!
    Qualquer coisa menos Jane Austen! Isso é heresia! rs
    Meu Deus eu não tenho nada contra romances eróticos, eu leio e adoro, mas esse tipo de clássico não. O melhor de Jane Austen é que nos livros dela suas mocinhas são sempre inteligentes e destemidas, e os romances são encantadores mesmo que não tenha cenas explícitas. Heresia. HERESIA. 

    ResponderExcluir
  16. Olá Zilda!

    Fiquei revoltado agora, sou muito fã da Jane Austen. É algo ridículo querer fazer uma nova versão de seus clássicos, Jane é uma escritora de perfeição que não precisa de ninguém dar um retoque em suas obras para ficarem mais picantes. TODA esta empolgação que a mídia está criando de livro picantes é normal, é só falar para uma pessoa que não costuma ler que tem sexo no livro que ela irá ler. Isso é idiotice o que vale é a obra não o apelo sexual. Além disso a Jane já está morta a muito tempo, quem vai reescrever o seus livros da forma picante? A autora do Cinquenta tons de cinza haahahhahaa. Eu que não perderei meu tempo lendo algo assim. Sinceramente um clássico não precisa de mudança alguma é literatura, não é por que poucos da sociedade conseguem ler que precisa mudar para cair no gosto popular e virar um BEST SELLER está cheio de best-sellers pessimamente escritos. Além de tudo isso como assim NOVA GERAÇÃO DE LEITORES? A literatura transpõe a época, ou o leitor o que está escrito são sentimentos de uma sociedade...
    Duvido se Cinquenta tons de cinza não fosse picante estaria sendo tão comentado...

    SOU CONTRA! 
    Amei a postagem.
    Abraços,
    David.H.S
    http://livrosemaisseries.blogspot.com.br/ 

    ResponderExcluir
  17. Olá Zilda!

    Fiquei revoltado agora, sou muito fã da Jane Austen. É algo ridículo querer fazer uma nova versão de seus clássicos, Jane é uma escritora de perfeição que não precisa de ninguém dar um retoque em suas obras para ficarem mais picantes. TODA esta empolgação que a mídia está criando de livro picantes é normal, é só falar para uma pessoa que não costuma ler que tem sexo no livro que ela irá ler. Isso é idiotice o que vale é a obra não o apelo sexual. Além disso a Jane já está morta a muito tempo, quem vai reescrever o seus livros da forma picante? A autora do Cinquenta tons de cinza haahahhahaa. Eu que não perderei meu tempo lendo algo assim. Sinceramente um clássico não precisa de mudança alguma é literatura, não é por que poucos da sociedade conseguem ler que precisa mudar para cair no gosto popular e virar um BEST SELLER está cheio de best-sellers pessimamente escritos. Além de tudo isso como assim NOVA GERAÇÃO DE LEITORES? A literatura transpõe a época, ou o leitor o que está escrito são sentimentos de uma sociedade...
    Duvido se Cinquenta tons de cinza não fosse picante estaria sendo tão comentado...

    SOU CONTRA! 
    Amei a postagem.
    Abraços,
    David.H.S
    http://livrosemaisseries.blogspot.com.br/ 

    ResponderExcluir
  18. Desculpa, mas só tenho a dizer: WTF?
    Mas antes criarem outras obras do que mexer com esses clássicos, não aprovo muito a ideia. 
    Jane Diva Austen vai se remexer no tumulo com certeza ashuahsa. 

    Bjão!

    -AMigas Entre Livros-

    ResponderExcluir
  19. kkkkkkkkkk Muito engraçada essa imagem pasma da Jane, rsrs!
    WTF! Isso é sério? Não consigo acreditar nisso! Eu amo Orgulho e Preconceito e odiaria que uma adaptação estragasse tudo! A obra já está ótima do jeito que está.

    ResponderExcluir
  20. Gosto dessa onda erótica, mas não sei se mexer com os clássicos é uma boa! Alguns clássicos tem brechas para tal, mas a maioria das antigas não! Vamos ver né?! Moda é um problema! rsrsrs

    ResponderExcluir
  21. Oi,

    não acho a ideia muito legal, penso que a pobre da Austen deve estar se revirando no túmulo! Clássicos são clássicos e transformá-los em romances eróticos só porque o gênero está na moda, para mim, é falta de criatividade e repeito. 

    Bjs

    ResponderExcluir
  22. Oi, Zilda! Acho que devo começar a escrever uma versão erótica dA Escrava Isaura. :) Afinal de contas, a escravidão já é um tema indecente por si mesmo. Parabéns pela postagem!

    ResponderExcluir
  23. Eu acho que, de fato, há público para a literatura erótica. Fazer uma releitura dos clássicos talvez seja bom, talvez não. Depende de se a releitura ficar boa e respeitar a memória do clássico.

    ResponderExcluir
  24. Oi!
    Nossa eu fiquei meio com o pé atrás.
    Quem sabe né? Pode ser que seja muito bom... ou não.
    Valeu pela notícia! Beijos*

    http://luahmelo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  25. Oie, querida :)
    Caracas!
    Mais o que eles tem que estragarem obras tão maravilhosas como essas duas!
    As am da forma que está escrito, leio, releio, vejo o filme varias vezes.
    E não, não irei ler essa versão " da moda" do " r$" e nem tenho um pingo de curiosidade!
    Estou é indignada!

    ResponderExcluir
  26. Literalmente uma sacanagem! Esse povo faz de tudo pra ganhar dinheiro, né? Jane Austen e Charlotte Brontë não merecem isso!

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita! Sua participação é muito importante.

SIGA-ME NO INSTAGRAM: @zildapeixoto