Novo romance de Mônica de Castro mostra a força do amor frente ao destino

sexta-feira, setembro 28, 2012

A renomada escritora espiritualista Mônica de Castro lança seu 16º título, 'Virando o jogo', pela Editora Vida & Consciência. Nessa narrativa envolvente, os destinos de pessoas distantes se entrelaçam, dando um rumo inimaginável à trama. 



Personagens complexos, histórias de vidas intrincadas, mentiras, amor e ódio são alguns dos ingredientes que desafiam o leitor a mergulhar neste apaixonante enredo.

Tudo se inicia quando Atílio, um espírito maligno e poderoso, líder de uma quadrilha de criminosos no submundo astral, decide que Mizael, seu protegido, deveria reencarnar para aumentar o seu poder sobre um grande número de encarnados. O crime era a única coisa que Mizael sabia fazer. Quando encarnado, tudo o que fizera foi roubar, assaltar, estuprar. Para cumprir a tarefa, Mizael precisa enganar Josué e Uriel, dois espíritos de luz, incumbidos de avaliar e permitir sua reencarnação. E assim acontecerá.

No Brasil, um casal apaixonado faz planos para o futuro. Júlio e Geórgia pretendem se casar assim que ele receber uma promoção em seu emprego, o que logo acontece, mas não da melhor forma possível. Para que o jovem fosse promovido, o destino quis que seu grande amigo Tácio fosse demitido. Tácio passava por problemas conjugais que acabaram interferindo em sua vida profissional. Com o fim de sua carreira no banco, Tácio cai nas drogas. Já completamente viciado e afundado em dívidas, comete um terrível crime. Ele estupra a noiva de seu amigo Júlio. Além de vítima da violência, Geórgia engravida e decide ter a criança. Júlio não se conforma. Abandona Geórgia e logo se vê envolvido por Bianca, uma colega de trabalho, manipuladora e astuta, que engravida do rapaz, forçando-o ao casamento. 

Filho do estupro de Geórgia, Mizael reencarna no planeta como Régis, rapaz de índole rebelde mas que vai encontrar na vida muito amor, tanto de sua mãe, como de sua avó. Os espíritos de Josué e Uriel também estarão a seu lado. O destino ainda leva Régis a cruzar-se com Natália, filha de Júlio, reencarnação de Nora, que fora um grande amor do seu passado. Pouco a pouco, as verdades vão se desvendar aos olhos de Régis, cuja imaturidade não o permite perceber a realidade de sua vida e dos sentimentos que o rodeiam. O confronto com a pureza do amor irá conduzi-lo em uma jornada de redescoberta de si mesmo e reavaliação de seus valores, levando-o a questionar onde, realmente, se encontra o poder.

Confira aqui capítulo inicial de Virando o jogo.

Sobre a autora – Apaixonada por literatura desde criança, Mônica de Castro começou a psicografar após o nascimento de seu filho, quando a inspiração de Leonel a incentivou a escrever seu primeiro romance. Até hoje são 16 histórias emocionantes e mais de um milhão e meio de exemplares vendidos, que figuram na lista dos best-sellers e trazem temas polêmicos que ressaltam a espiritualidade e a necessidade do conhecimento que vai além da vida. Formada em Direito pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), Mônica assume como responsabilidade a divulgação de mensagens que possam promover o bem e estimular o aperfeiçoamento ético e moral da humanidade.

Livros já publicados – Com o amor não se brinca, Sentindo na própria pele, Até que a vida os separe, O preço de ser diferente, Greta, Segredos da alma, Giselle – a amante do inquisidor, Lembranças que o vento traz, Só por amor, Gêmeas, A atriz, De todo o meu ser, De frente com a verdade, Uma história de ontem – nova edição, Jurema das Matas e Virando o jogo.

Título: Virando o jogo
Autora: Mônica de Castro, pelo espírito Leonel
Número de páginas: 424
Formato: 16 x 23 cm
ISBN: 978-85-7722-214-8



Mais informações sobre os livros da Editora Vida & Consciência estão disponíveis no site: www.vidaeconsciencia.com.br


Você também pode gostar

1 comentários

  1. este também com toda certeza irei comprar, deve ser mais um livro brilhante!

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita! Sua participação é muito importante.

SIGA-ME NO INSTAGRAM: @zildapeixoto