Novo romance de Eduardo França mostra que mentira pode ocultar a dor mas não traz a felicidade plena

terça-feira, outubro 30, 2012

Muitas pessoas passam a vida acreditando que está tudo bem à sua volta, têm as rédeas da situação em suas mãos e conhecem perfeitamente as pessoas que as cercam. Mas nem sempre isso é possível.


Atitudes e comportamentos de outras pessoas, movidas pelos mais diferentes motivos, interferem diretamente nos relacionamentos humanos e no significado da própria vida. O pior é que os fatos podem estar sob seus narizes, mas elas não conseguem perceber. E pensam que são felizes, nesse cenário de mentiras que apenas camuflam a dor. É essa a situação de Beth, protagonista do novo romance de Eduardo França, 'Enfim a felicidade', lançamento da Editora Vida & Consciência.

Beth é o porto seguro de sua família. Atenciosa, dedicada e muito prestativa, faz o possível para ver seus parentes felizes e em harmonia. Mas ela não enxerga muitas coisas, como a ganância de sua mãe, Donária, que quer sempre mais dinheiro para esnobar suas amigas. Ou o vício de seu irmão, Dênis, que desperdiça todas as suas economias em jogos e apostas. Não percebe quem é na verdade o seu próprio filho Gabriel, um jovem rebelde e cínico, que não mede as consequências de seus atos. Nem que sua filha Alessandra está cada vez mais distante do amor materno. E muito menos desconfia de seu marido Edson, que a trai e põe fim a um casamento de 25 anos. 

Depois de entender que só foi tirado de seu caminho aquilo que a infelicitava para ela aprender a se colocar em primeiro lugar, Beth percebe que a vida pode ser maravilhosa e que a felicidade é um estado que só ela pode criar, cultivando os valores da alma, superando esses obstáculos para encontrar, enfim, a verdadeira felicidade. 

Com uma trama bem elaborada e de leitura envolvente, Eduardo França narra os fatos a partir de perspectivas distintas, dando a oportunidade ao leitor de perceber a verdadeira índole de cada um dos personagens desse emocionante enredo.

Confira aqui capítulo inicial de Enfim, a felicidade.

Sobre o autor – Eduardo França nasceu em 1974 em São Paulo, é graduado em informática e trabalha em uma companhia de seguros. De formação católica praticante, teve seu primeiro contato com o espiritismo quando criança, mas apenas mais tarde, com o falecimento de sua mãe, iniciou seus estudos no assunto. Aficionado por livros, tomou conhecimento da obra espírita por indicação dos colegas da faculdade, e não tardou para que desenvolvesse suas primeiras histórias. É autor do romance A Escolha, publicado pela Editora Vida & Consciência em 2011.

Título: Enfim, a felicidade
Autor: Eduardo França
Número de páginas: 344
Formato: 16 x 23 cm
ISBN: 978-85-7722-218-6

Mais informações sobre os livros publicados pela Editora Vida & Consciência estão disponíveis no site: www.vidaeconsciencia.com.br

É isso aí,pessoal! Eu já tive a oportunidade de ler A Escolha e resenhá-lo aqui no blog (clique aqui e leia a resenha). O que posso dizer é que fiquei encantada com a narrativa do autor. Espero que eu tenha uma nova oportunidade de resenhar seu novo livro e compartilhar minha opinião com vocês. Uma coisa é certa: vem aí mais uma obra prima de Eduardo França.

Até mais.

Você também pode gostar

1 comentários

  1. Gostei do tema do livro, da reflexão que ele traz. Curiosa pra conhecer mais sobre esse autor.

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita! Sua participação é muito importante.

SIGA-ME NO INSTAGRAM: @zildapeixoto