17/01/13

Resenha: Falsa Submissão

Suspense com altas doses do mais inusitado tipo de erotismo estão em Falsa Submissão, uma história perturbadora que marca a estreia literária da americana Laura Reese.


Sinopse: 
Chicotes, roupas justas de vinil negro, um cachorro dinamarquês. O prazer bizarro do sadomasoquismo não fazia muito sentido para Nora Tibbs, jornalista de uma cidadezinha da Califórnia. Isto até o brutal assassinato da irmã. Obcecada pela ideia de encontrar o criminoso, Nora se deixa conduzir pelo misterioso M. por um mundo de jogos perversos, sem regras ou limites, descobrindo os desejos mais primitivos e sensações antes inimagináveis. Atraída pelo magnetismo excêntrico de M., ela só não desconfia que a morte acompanha seus passos e pode até estar ao seu lado, na cama.

Suspense com altas doses do mais inusitado tipo de erotismo estão em Falsa Submissão, uma história perturbadora que marca a estreia literária da americana Laura Reese.



Título: Falsa Submissão
Autor: Laura Reese
Editora: Galera Record
ISBN: 9788501400789
3ª Edição / 2012
412 Páginas

Adicione no Skoob


Chicotes. Roupas de vinil. Um homem manipulador. Uma mulher que se rende facilmente aos seus desejos. Notaram algo em comum? Provavelmente sim! Mas não se deixe enganar pelas aparências. Falsa Submissão é O LIVRO. Não pensem de que estou falando de mais um livro que aborda BSDM como tantos outros que surgem a cada pôr do sol, até porque não podemos classificá-lo apenas como um livro erótico e sim como um “thriller erótico”. Essa seria a classificação mais adequada. ATENÇÃO! Para encará-lo, o leitor precisa ter um “estômago de aço”. Vamos em frente!

A jornalista Norah Tibbs está determinada a descobrir quem matou Franny, sua irmã mais nova. Franny foi encontrada nua e amordaçada numa cadeira em seu apartamento. A polícia não descobriu quem fizera essa monstruosidade, mas tinha como suspeito Michel ou simplesmente M, porém não havia provas que o incriminasse.

Franny era uma jovem muito reprimida. Após perder seu irmão caçula num acidente e anos depois os seus pais, ela nunca mais fora a mesma. Sua fragilidade era alvo fácil para pessoas como M. que sempre buscava na fraqueza das mulheres um motivo torpe para exercer sua autoridade.

M. era professor universitário e tinha uma vida aparentemente tranquila. M. era um homem maduro e muito sedutor, não aparentando seus 50 anos de idade. M. conhece  Franny nas redondezas do campus em que lecionava. Como Franny sentia-se incapaz de ter um relacionamento sério com alguém, ela se entrega facilmente aos desejos mais insanos de M.

O livro é dividido como partes de um diário. Após a morte de sua irmã, Nora toma conhecimento de um diário, intitulado O Diário de Franny. É através das confissões de Franny que Nora decide descobrir o que aconteceu com sua irmã. Acreditando ser M. o culpado pela morte de sua irmã, Nora comece a segui-lo e nem imagina que está prestes a se envolver num jogo muito perigoso.

Falsa Submissão é um livro muito diferente daqueles que existem aos montes por aí. Nada de frescura, deusa interior e blablabla, Falsa Sumissão é um romance maduro e bem escrito. Alguns livros abordam BDSM de maneira superficial explorando apenas o ato sexual como justificativa da prática em si. Até o momento não tinha lido nenhum livro que abordasse o assunto com tanta clareza. A narrativa de Laura Reese é esclarecedora e viciante. Podemos diferenciar as principais características que determinam os praticantes de BSDM.

O perfil sádico/dominador/mestre são bem delineados.  Por mais que pareça inaceitável tal prática, a autora consegue transpor o desequilíbrio de cada um dos personagens. Se tudo é consensual, é possível compreender o motivo pelo qual Nora Tibbs se envolve com M.

A leitura é densa e muito forte. Em certos momentos fui tomada por uma certa repulsa. As cenas de sexo são muito fortes. Rola de tudo um pouco: escarificação, zoofilia, mumificação,  entre outras práticas. Laura Reese descreve detalhadamente o que se passa na mente de um homem pervertido e louco como M. A sensação de agonia e medo nos acompanham durante todo o percurso da narrativa. 

A história gira em torno do relacionamento de M. e Nora e sua obsessão para incriminá-lo. Só que Nora acaba se rendendo aos “castigos sexuais” de M. para conseguir pistas sobre o assassinato de sua irmã Franny. Outros personagens, como Ian, namorado de Nora também tem sua importância e colaboram para o bom desenvolvimento da trama. A autora explorou todos os lugares onde se passa a história permitindo que os leitores pudessem se imaginar em cada um dos lugares.

Em relação à revisão, tradução e todo o trabalho gráfico a editora Galera Record está de parabéns. A capa do livro é muito bonita e condiz com a narrativa.
Ao final da leitura tive a impressão de ter assistido a um filme de suspense( fiquei imaginando a adaptação cinematográfica. Seria tudo!) Laura Reese conduz a história brilhantemente e sela com um final surpreendente.

Falsa Submissão é um livro FASCINANTE e sem comparações! Sombrio e perturbador! Recomendo a leitura a todos que curtam o gênero.

* O livro já está na 3ª edição.

27 comentários:

  1.  OMG haja dinheiro para comprar os livros q quero. Me interessei, fiquei com a impressao que a história promete rsrs.Beijos e Até o próximo post!Lu ♥ Apaixonada por Romances

    ResponderExcluir
  2. GabrielaLaganowskiReis17 de janeiro de 2013 20:57

    Esse eu não leio... Minha curiosidade e aceitação tem limites... A um tempo atrás eu abominava até um tapa na bunda... Agora dependendo do caso, apenas em livros, na minha vida continuo abominando, até aceito os tapas na bunda... Algemas e tal tudo bem... Agora zoofilia e outras práticas é nojento, abomino... Por mais que seja bem escrito... Boa resenha, detalhou bem os pontos do livro...

    ResponderExcluir
  3. Boa noite Zilda,

    Não conhecia esse livro, e apesar da sua excelente resenha confesso que ele não faz o meu estilo de leitura...mas parabéns pela resenha,.....abçs.


    http://devoradordeletras.blogspot.com.br/
     

    ResponderExcluir
  4. Adorei a sua resenha, super bem escrita mas o gênero do livro não me agrada sobremaneira.

    Beijinhos :D

    ResponderExcluir
  5. Quando você me marcou para ler a resenha vim correndo,pois já tinha ouvido falar muito mal do livro,mas não tinha lido nenhuma resenha dele,e precisava saber,enfim você,com sua resenha sincera me deixou curiosa,pois sei que vou encontrar cenas fortes demais,algumas até nojentas,mas um thriller erótico merece minha atenção... foi um prazer ler sua resenha e sanar minhas dúvidas sobre esse livro.

    veredicto:lerei!!!!

    bjsss

    Bianca

    http://www.apaixonadasporlivros.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Renata (do blog Escuta Essa)17 de janeiro de 2013 21:25

    Zilda,

    Adorei a sua resenha, queria ter o livro agora para começar a leitura imediatamente! Quando eu li "tive a impressão de ter assistido a um filme de suspense" pensei: com certeza vou ler esse livro :)
    Parabéns pela bela resenha e por me deixar super curiosa para saber o final :D
    Beijinhos
    Renata 
    http://escutaessa.blogspot.com.br
    http://www.facebook.com/BlogEscutaEssa
    @blogescutaessa:twitter 

    ResponderExcluir
  7. Amigaaaa...você hein...hehe
    Brincadeira. Então, já tinha visto este livro por ai, mas nunca tinha lido nada sobre ele, mas tenho vontade. Adorei sua resenha, como sempre, exemplar. E depois dela... digamos que vou abrir a mente e ler, mas não posso garantir que vá gostar....Após ler varios eróticos, to lendo um romance bem baunilha e notando que este é o que me encanta de verdade.....kkkkkkk

    Beijinhoss

    TeLa
    Penseira Literária

    ResponderExcluir
  8. ADOREI a resenha Zildinha! Eu, particularmente, não acho que 50 Tons seja um livro erótico... é mais um Crepúsculo com sexo. Li Luxúria, da Lua de Papel, e gostei por ser um romance verdadeiramente erótico e que tratava do BDSM. 
    Essa capa sempre me chamou a atenção e, lendo sua resenha, decidi que vou comprar e me preparar não só pras cenas mais fortes de sexo, mas pro suspense psicológico! Gosto de livros assim... =)
    Beijos,
    Nica

    ResponderExcluir
  9. Oi Zilda!
    Só conhecia o livro de nome mesmo. Essa é a primeira resenha que leio.
    Confesso que fiquei interessada, até me deparar com zoofilia. Então meu interesse desapareceu. Jamais posso ler algo que contenha uma coisa tão nojenta e doentia como essa.

    BjO
    http://the-sook.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Pra mim, esse é o melhor livro erótico que existe!
    Foi o primeiro que li também e confesso que fiquei meio assustada com as cenas e tudo mais...
    Recentemente, fiz a resenha dele no meu blog. Dá uma conferida lá ^^

    Luiza Helena Vieira
    Obsession Valley

    ResponderExcluir
  11. oi Zilda! Eu vi esse livro quando surgiu a febre de '50 tons'.. mas confesso que não gostaria de ler um livro desse... apesar do suspense psicológico como disse a Nica, eu não leria.. 

    Fernando http://novelodeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oi Zilda!
    Gosto de livros hot, eróticos nem sempre. Uma amiga leu esse livro e disse que a abordagem da autora é muito real e a história é ótima, mas acho que eu não curtiria. Gostei da resenha, completa e esclarecedora! 
    Beijos... Elis Culceag. 

    ResponderExcluir
  13. Oi Zilda, eu estou muito a fim de ler este livro, o que espero fazer em breve. A trama parece ser muito bem articulada e depois que li sua resenha fiquei mais curiosa ainda... Bjus

    ResponderExcluir
  14. Oi Zilda, eu não conhecia esse livro ainda, na verdade estou meio desatualizado com os livros da Record... Gostei da sua resenha, ficou muito bem escrita, mas infelizmente não consegui gostar tanto do livro sabe, tipo ele parece ser legal, e muito, mas não fiquei com tanta vontade de ler. Acho que o gênero não cola..

    Abraços
    www.entrepaginasdelivros.com/

    ResponderExcluir
  15. Fico enojada e agoniada com sua resenha , ao mesmo tempo curiosa para ler algo que não seja derivado de 50 tons de cinza, mas creio que  não vou ler o livro por ser muito forte assim como você o descreveu em sua resenha.
    http://enfimshakespeare.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  16. Ana Paula Monteiro18 de janeiro de 2013 00:17

    Li esse livro em 2011 e a achei sua trama muito bem elaborada. É um livro envolvente, tenso, intenso e às vezes sórdido, mas que de qualquer forma, denota a realidade vivenciada por algumas pessoas.
    Em algumas passagens do livro fiquei bem chocada, mas não dá para desmerecer o livro só por causa dessas passagens, pois, há um contexto maior, um mistério de assassinato a ser desvendado.
    E, seu final foi memorável. Justiça poética???????? COM CERTEZA!!!!!!!!!!! Adorei.............

    ResponderExcluir
  17. Oi Zilda!
    Nossa! Você conquistou minha curiosidade com essa resenha viu? Parabéns. 
    Você conseguiu passar perfeitamente o que sentiu e um pouco do que podemos esperar dessa história.
    Farei o possível para ler.
    Beijos*

    http://luahmelo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  18. Um dia a Cada Livro18 de janeiro de 2013 02:46

    Olá!
    Já li algumas resenhas sobre esse livro que foram realmente favoráveis à ele, apesar de eu não gostar do tema principal e de livros que envolvam tanto sexo, é bem capaz de eu conferí-lo!
    Parabéns pela resenha,
    Beijos

    Andressa

    ResponderExcluir
  19. Então esse é um erótico que dá pra ler. Aí sim eu vi vantagem.
    Acho que é porque este livro é mais antigo, bem antes desse negócio todo virar moda. Eles relançaram com uma nova capa, acho muito melhor resgatar um livro que estava esquecido e relançar, do que lançar a quantitadde de bobeiras que estão por aí no momento.
    Vou conferir este com certeza.


    Bjkas

    ResponderExcluir
  20. NOSSA ZILDA, ESTÔMAGO DE AÇO..
    REALMENTE, PRECISA, PELA SUA RESENHA PRECISA SIM.. E EU QUERO LER ESTE LIVRO...
    ADORO ESSE CLIMA SOMBRIO, SUSPENSE... ADOREI...
    E SE PARECE QUE TA ASSISTINDO UM FILME DE SUSPENSE MELHOR AINDA..
    AMEI A RESENHA E NEM CONHECIA ESTE LIVRO!!
    VOU ADD AGORA NO SKOOB..

    BEIJOS, RESENHA NOVA NO BLOG, PASSA LÁ..
    http://www.dailyofbooks.blogspot.com.br/2013/01/resenha-alem-do-deserto.html

    ResponderExcluir
  21. Oi Amiga!
    Pela sua resenha o livro parece ser melhor que os outros do gênero.
    Sabe eu só li cinquenta tons e já enjoei, eu nem li o terceiro livro e eu tinha o toda sua, eu até troquei...
    Mas quem sabe este leia.

    Bjinhs*

    ResponderExcluir
  22. Oi Zilda,
    Faz uns dias que estou com essa página aberta, e hoje tive tempo de ler sua resenha e nossa fiquei aqui querendo ver/ler esse livro. Fiquei totalmente curiosa. Com certeza vai pra minha lista de livros a ler. Amo suspense. Beijoaks elis
    http://amagiareal.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  23. Muito boa sua resenha. Fiquei bastante interessada em ler o livro. Parabéns!

    Ah, mas dentro dessa nova febre de romance hot, eu recomendo um nacional "Redes Sensuais". Ele me tocou por ser mais real e pela trama mais elaborada sem deixar de lado o erotismo.
    Eu fiquei sabendo deste livro pelo Facebook e comprei pela internet, mas agora apareceu uma versão gratuita aqui neste link http://ge.tt/78mDJLP. Quem curte esse tipo de romance vale a pena conferir.

    ResponderExcluir
  24. Finalmente alguém falou de "Redes Sensuais" então não estou ficando louca!!! Porque este livro só eu conheço, ninguém nunca ouviu falar. O problema é que trata-se de uma história com sexo sim, só que é bem mais intrigante e exige mais atenção (e inteligência) do leitor. Não sabia da versão gratuita comprei o meu pela internet ao ver a indicação em um blog e adorei. Agora quanto a Falsa Submissão.. não vou curtir. Sua resenha já me mostrou que não é algo para mim. Gosto de livros realista, que eu possa me imaginar, que me toquem.... e zoofilia não é a minha praia. Vou reler Redes!!!!

    ResponderExcluir
  25. Acabei de terminar FALSA SUBMISSÃO: bom o
    livro é bem escrito, mas fraco, não tem nada de surprendente, talvez
    para o publico desse tipo de leitura tenha, devido a brutalidade fisicas
    e cenas nojentas, realmente as partes bizarras até chocam, a pior que é
    o sexo com animais acho abominavel, mas não me choca tanto, o que choca
    é mulher até então integra e atraente transar com um cachorro e ainda gostar
    muito, o que choca é o contexto e só, abre a perpectiva para pensarmos
    que quem pratica zoofilia e essas barbaridades, são pessoas "normais"
    bem sucedias e muita vezes atraentes. A cena do cão é desnecessária no
    contexto, não muda nada, acho até que essa autora deva gostar do tema
    zoofilia.O Final não é surprendente(ESPERAVA o FINAL!Tipo: Os Supeitos,
    ou Sétimo Sentido, sei lá) como dizem achei previsivel e meio obvio e ao
    meu ver termina até como se imaginava, fazendo um pouquinho de força,
    você até acerta o final.Um livro fraco na minha concepção, não indico
    como suspense, triller policial e nem como erótico a menos que você
    goste de Bizarrice.

    ResponderExcluir
  26. nossa criei mais um sentido .kkk Errata: Sexto Sentido.

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita! Sua participação é muito importante.