|Resenha| A Idade dos Milagres - Karen Thompson Walker @editoraparalela

domingo, fevereiro 17, 2013


A notícia chegou num sábado.
Na nossa casa, ao menos, a mudança havia passado despercebida. Ainda dormíamos quando o sol surgiu naquela manhã, de modo que não percebemos nada diferente no horário do alvorecer. Aquelas últimas horas antes de ficar sabendo da desaceleração permanecem na minha memória – mesmo depois de tantos anos –, como se estivessem aprisionadas em um pote de vidro. 


E se os dias ficassem mais longos?

A catástrofe foi anunciada. Dia e noite já não se diferenciavam. Os dias chegavam a durar 48 horas e, as noites eram chamadas de “noites claras”, pois a luz do sol insistia em permanecer no céu. É assim que, a adolescente Júlia vê surgir à desaceleração da Terra.

Júlia morava na Califórnia e levava uma vida tranquila ao lado de seus pais. Ninguém sabia determinar quando e como o tal fenômeno chamado por especialistas de desaceleração tinha dado início. A rotação da Terra estava alterada e o caos iminente era inevitável. Pássaros desorientados perdem a gravidade e começam a cair do céu, as marés estão descontroladas, centenas de baleias morrem encalhadas, todos os moradores da cidade passam a estocar descontroladamente comidas em suas casas, entre tantas situações desesperadoras passam a ocorrer. Após o anúncio todos os noticiários falavam e especulavam a respeito. A vida de Julia e toda sua família tomariam rumos inimagináveis.

Mesmo diante de tantas mudanças Julia e todos os moradores da Califórnia precisavam se adaptar a nova vida. Apesar de tímida, Julia é uma menina de 12 anos muito forte. Assim como toda adolescente, ela mantém uma relação de afeto muito grande com sua amiga Hanna.

Em seu romance de estreia Karen Thompson Walker nos apresenta uma história singular que aborda as transformações ocorridas durante uma fase muito especial de nossas vidas. A jovem Julia precisa aprender a conviver com situações que mudarão sua vida para sempre. A narrativa é muito forte e levanta possíveis questionamentos em relação à destruição do planeta. É comum em distopias a apresentação do mundo pós-apocalíptico. No caso de A Idade dos Milagres o processo é inverso.

Questionamos-nos o tempo todo o motivo por tamanho desastre natural. Apesar de, a personagem ser uma adolescente de apenas 12 anos, é possível nos identificar facilmente. Acompanhamos o prelúdio de uma catástrofe anunciada. Independentemente da causa é impossível não levar em consideração a maneira como vivemos. O livro aborda questões comportamentais muito importantes para que o leitor possa captar a essência do livro.

Julia é uma menina muito inteligente e perspicaz, mas a maneira como ela enfrenta os problemas pessoais tornam a narrativa um pouco dissonante.

A Idade dos Milagres segue duas vertentes: narra a história de quando a vida das pessoas começam a ser afetadas diante de uma catástrofe e, aborda a transição para uma fase da vida muito importante: a adolescência.

O que mais me chamou atenção foi a maneira como a autora correlacionou dois temas tão distintos. Diante do caos vivido pelos personagens, ela soube descrever com precisão a fragilidade de cada um. Todas as mudanças ocorridas como: a transformação do corpo, a descoberta do primeiro amor, a fragilidade das relações conjugais, a perda de amizades consideradas insubstituíveis, o tempo dedicado a quem se ama, a negligência dos pais na educação dos filhos, entre outros. Intercalando ficção e realidade, Karen Thompson Walker nos presenteia com uma obra memorável. 

O amor platônico que Julia sente por Seth Moreno torna a narrativa ainda mais bonita. Seth Moreno é um personagem importantíssimo na narrativa, assim como Julia e, ambos conduzem uma linda história que enfatiza a importância da amizade.

A diagramação é simples. O livro possui uma linda capa que condiz com o enredo. A capa tem um efeito bem legal no escuro. A leitura é cativante e surpreende o tempo todo. O final é muito bonito e surpreendente. Durante a leitura é impossível não se envolver com a trama. O tema escolhido é comum ao nosso cotidiano e com certeza, o leitor vai criar certa paranoia. Ainda não chegamos a tal estágio, mas A Idade dos Milagres traz à tona uma discussão muito importante.

Recomendo a leitura a todos os leitores. Aos adolescentes que estão passando por essa fase de tantos questionamentos e transformações quanto aos adultos que desejam que seus filhos cresçam em mundo melhor.

Mais tarde, eu pensaria naqueles primeiros dias com o momento em que, como espécie, nos demos conta de que temíamos as coisas erradas: o buraco na camada de ozônio o derretimento das calotas polares, o vírus do oeste do Nilo, a gripe suína e as abelhas assassinas. Mas acho que aquilo que preocupa mais nunca é o que acontece, no final das contas. As catástrofes reais são sempre diferentes _ inimagináveis, desconhecidas, impossíveis de prever. (pág.28)




Me acompanhe também nas redes sociais: 





FICHA TÉCNICA
Título: A Idade dos Milagres
Autora: Karen Thompson Walker
Editora: Paralela 
Páginas: 216 




Você também pode gostar

21 comentários

  1. Oi Zilda, obrigada pela visita. Olha, levando em conta minha experiência, numa dessas assista o filme primeiro, que talvez vc goste, e depois leia o filme. Eu pelo menos fiz isso com Crepúsculo e deu certo. Foi o primeiro filme adaptado que amei de verdade pq só fui ler o livro depois, em decorrência de ter gostado do filme.
    Respondendo sua outra pergunta, eu não sou uma expert em cinema. Sou extremamente leiga, não sei analisar pq o filme x levou a indicação y ao Óscar, mas, vendo como uma pessoa comum que gosta de cinema, não, eu não acho que o filme justifica 8 indicações ao Óscar. Acho que é um filme extremamente comercial e, pelo fato de ter tido tanto alarde em cima dele, acabou fazendo com que ele fosse mais valorizado do que seria um filme de entretenimento habitual.
    Depois venha me contar o que achou do filme e do livro tá?!

    Nossa, não conhecia esse livro: A Idade dos Milagres. Simplesmente amei sua resenha e fiquei louca de vontade de ler o livro. Sou fã de distopias e adoro qdo uma ideia original é criada. Valeu pela dica, já vou procurá-lo.

    Bjs e volte sempre, Mi

    www.recantodami.com

    ResponderExcluir
  2. A capa é linda mesmo, e olhando atentamente percebemos como combina com o enredo, adorei sua resenha e gostaria muito de ler este livro!!

    beijos mila
    http://dailyofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Gostei da resenha e achei o enredo do livro bem interessante e diferente de tantas outras narrativas que encontramos por ai. Não fiquei muito interessado em ler, mas nem por isso não deixo de achar que o livro deve ser bom. Gostei da capa também que ficou bem bonita e é a primeira vez que conheço esse livro.

    Abraços
    www.entrepaginasdelivros.com

    ResponderExcluir
  4. Olá amiga linda...
    Andei sonhando contigo....hehe
    Menina..tu é uma leitora top de linha. Adorei a trama do livro. Uma perspectiva diferente do fim do mundo. Fiquei intrigada... gostaria de saber como  a autora discorreu sobre dois assuntos tão diferenciados como tu mesma comentou. Ótima dica, e a resenha, como sempre, brilhante..

    Beijosss

    TeLa
    http://www.penseiraliteraria.com.br

    ResponderExcluir
  5. Adorei a resenha e a história,parece ser um livro tocante de várias formas....

    Mesmo a personagem principal seja uma adolescente de 12 anos parece que a narrativa é cativante para todas as idades....

    Adorei a dica.. vai para a lista de desejados!!!

    bjsss

    Bianca
    http://www.apaixonadasporlivros.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi, Zilda!
    Gosto bastante do enredo de Idade dos Milagres, em meio a tantas distopias parecidas... Surge uma diferente e ao mesmo tempo, mais próxima da nossa realidade, daqui alguns anos talvez possamos estar passando por algo parecido... Já que as mudanças climáticas estão aí batendo à porta, e só não enxerga/percebe quem não quer e infelizmente, existem pessoas que preferem ''tapar os olhos'' :|

    Beigos,
    mauraparvatis.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Oi Zilda!
    Sua resenha me cativou. Uma grande sacada essa da autora, de intercalar uma catástrofe mundial com o tumulto interno ao qual uma criança já passa durante sua transição para a adolescência e depois para a vida adulta. Adorei!
    Beijos... Elis Culceag.

    ResponderExcluir
  8. Bem original o enredo do livro. Adorei a resenha, flor.

    Beijos´´

    ResponderExcluir
  9. Oi, Zilda!

    Uau, você me deixou curiosa para ler esse livro. Antes não tinha dado tanta atenção a ele, mas parece ser realmente bom. Parabéns pela resenha!

    Beijos,

    Natalia Leal
    http://www.paginas-encantadas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Eu acho essa capa tão bonita. A história também é muito boa. Me arrependi de não ter comprado esse junto com as compras que fiz. Esse vai ficar pra próxima loucura!!

    Nossa, eu já li várias resenhas deste livro, mas nenhuma com os personagens tão bem explicadinhos!!! Adorei!!!

    Linda sempre linda!!

    Bjkas

    ResponderExcluir
  11. Ei lu A Idade dos Milagres e ele está entre os meus favoritos, e sobre a paranoia posso dizer que é verdade, aqui na Bahia, parece a desaceleração já chegou! rsrsrs

    ResponderExcluir
  12. Esse livro deve ser super interessante, e tenho muito interesse em lê-lo. A premissa é ótima, e espero que a autora tenha sabido como desenvolvê-la ^^
    @mmundodetinta:disqus maravilhosomundodetinta.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Oi Zilda. A premissa do livro parece ser muito interessante. Você consegue em sua resenha nos fazer ter vontade de ler o livro para conferir de perto, tudo o que se passa com a personagem principal. Dica devidamente anotada. 
    Lia Christo
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
  14. OI amiga!
    Ainda não conhecia o livro, mas sua resenha fez um bom apanhado da história e eu fiquei bem curiosa.
    Gostei dos temas, o livro parece ser muito bom!

    Bjinhs*

    ResponderExcluir
  15. Que resenha legal, adorei saber mais sobre o livro.

    O enredo parece ser bem interessante, gostei
    Beijinhos
    Renata 
    Escuta Essa
    http://www.facebook.com/BlogEscutaEssa
    @blogescutaessa:twitter 

    ResponderExcluir
  16. Não imaginei que fosse essa a temática do livro, pensei que se tratava de algo de auto ajuda por causa da capa. A história acabou me atraindo e acho que esse pode ser uma das minhas futuras leituras. 

    Beijos.

    ResponderExcluir
  17. Oi Zilda,

    Eu não conhecia esse livro mas achei super interessante. Gostei da história e agora eu quero ler. Adorei a resenha.
    bjs

    entrepaginasesonhos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  18. Nunca tinha ouvido falar desse livro, mas gostei muito da premissa. Adolescência é a fase das erupções... combinando perfeitamente com as mudanças gradativas que o homem vem causando no planeta... Anotado na listinha de desejados.
    Beijos,
    Nica

    ResponderExcluir
  19. Adorei a resenha, linda.
    A capa ficou interessante, e depois da resenha percebi a história do livro em si com a capa.

    clicandolivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  20. Nossa gostei do modo como a escritora escreveu esse ivro, ela realmente pensou em cada personagem e nos detalhes. Bem elaborado o livro e sua resenha

    http://enfimshakespeare.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  21. Muito bom, fiquei curioso só pelo titulo s22
    Adorei demais.

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita! Sua participação é muito importante.

SIGA-ME NO INSTAGRAM: @zildapeixoto