|Resenha| Mulheres solteiras não são de Marte - Letícia Vidica @univdoslivros

domingo, fevereiro 03, 2013

Escrito por Letícia Vidica e baseado no blog Papo de Calcinha, este livro reúne uma coletânea das melhores histórias postadas no site, e algumas outras inéditas para você! 


Diana, Lili e Betina são amigas inseparáveis. E assim como todas as mulheres elas gostam de conversar, passear, fazer compras e namorar. Mas é claro que o universo feminino não é feito só de coisas boas. Como em um papo descontraído no bar Diana vai contando seus problemas cotidianos e seus apuros nos relacionamentos com homens de todos os tipos: canalhas, grudentos, super-heróis, traidores, fofinhos, príncipes, sapos e outros tantos babacas. Com certeza você irá se reconhecer em alguma (ou muitas) das histórias compartilhadas por essas amigas. Uma lição de vida e bom-humor que irá ajudá-la a superar, escapar e reconhecer o que cada homem tem para oferecer. Sem rodeios ou invenções.


Letícia Vidica é Diana. E também Maria, Joana, Patrícia, Renata, Mariana e novamente Letícia e, um pouco de cada uma de nós mulheres. É assim que Letícia Vidica, autora de Mulheres Solteiras não são de Marte se apresenta.

Letícia ficou conhecida após divulgar suas histórias no blog Papo de Calcinha. E o livro é uma síntese de cada uma delas. No livro Letícia é uma personagem ficcional chamada Diana. E ao lado de suas inseparáveis amigas Lili e Betina, Diana narra suas experiências amorosas com muito bom humor.

Betina, feminista ao extremo, não se deixa envolver e não engata nenhum relacionamento. Apesar de fugir dos canalhas, acaba se apaixonando sempre pelos tipos mais sem vergonhas. Morre jurando o contrário. Com um temperamento um pouco arredio, Betina é a mais “equilibrada” do grupo. 

Lili é a mais sentimental do trio. Sempre se envolve com os tipos mais canalhas da face da terra. Está sempre atormentando as amigas com crises existenciais. Linda, rica e totalmente insegura não consegue viver sem um “macho”. Liliana Bittencourt é capaz de trocar todo o seu dinheiro por um bom cafajeste, apesar de acreditar que todos são príncipes.

O bate papo sempre ocorria num barzinho e tinha o chope e o frango a passarinho como prato principal. Diana, Betina e Lili sempre se encontravam para trocar experiências de suas frustradas relações amorosas.

A autora compartilha histórias bem engraçadas e que provavelmente, toda mulher já vivenciou. Ela descreve com muito bom humor o perfil do tipo favorito das mulheres:

- O canalha sincero – aquele que você gama logo de cara. Diz que tem outra, que não quer compromisso ou que prefere a companhia dos amigos. E justamente por ele falar na cara o que ele quer a mulher gama imediatamente. 

- O canalha fantasma – esse aparece quando quer. Sua primeira aparição assusta porque você nunca imagina que ele vá aparecer. Mas depois o carinha some sem deixar rastros. Depois, você reza todas as noites para que ele apareça... e nada!

- O canalha Big Brother- quem nunca se relacionou com um desses? O carinha passa a maior parte do tempo se exibindo gratuitamente. É capaz de transar olhando para o espelho para ficar se adorando. Faz questão de dizer que todas as mulheres o desejam.

E tantos outros são identificados no decorrer da leitura porque homem canalha é o que não falta. 

Em Mulheres solteiras não são de Marte, Diana expõe toda sua indignação em relação ao status “ser solteira”. Alguns consideram as mulheres solteiras como extraterrestres. Pois o esperado é que toda mulher tenha um namorado. E caso ela não tenha, provavelmente, isso é considerado algum distúrbio. A pressão vem de todos os lados, mas principalmente da família. A velha frase: “Você vai ficar pra titia,hein!’ nunca foi tão apropriada.

Entre tantos relatos engraçados, Heterogay merece o destaque. Diana revela que toda mulher sonha com o um homem que seja bonito, educado, vaidoso, gentil, inteligente, etc. Mas quando o encontra acaba por questionar sua masculinidade. Se o cara é tudo isso é porque provavelmente seja gay! Será? Vai saber! O certo é que as mulheres nunca estão satisfeitas com o que possuem.

Em Discutindo a relação, ou simplesmente DR, Diana esclarece o motivo pelo qual a MAIORIA das mulheres curte tanto uma DR. Por mais que pareça tudo bem, toda mulher reserva pelo menos algumas horas do seu dia para discutir sobre coisas aparentemente insignificantes. E o mais engraçado é que no final das contas tudo permanece a mesma coisa. O carinha te enrola e você voltará a discutir sobre as mesmas coisas mais a diante.

Baseado no blog Papo de Calcinha, Mulheres Solteiras não são de Marte reúne as cinquenta melhores histórias postadas no site. A leitura do livro é bem agradável, mas não podemos classifica como algo extraordinário. É um livro que pode ser lido aos poucos. É uma leitura leve sem grande profundidade. Tem o objetivo de divertir TODOS os leitores, independente do sexo. Porém, as mulheres SOLTEIRAS irão se identificar rapidamente. E no final dirão categoricamente: MULHERES SOLTEIRAS NÃO SÃO DE MARTE!


FICHA TÉCNICA
Título: Mulheres solteiras não são de Marte
Autora: Letícia Vidica
Ano: 2011
Total de Páginas: 288
ISBN: 9788579302459
Adicione no Skoob


Você também pode gostar

15 comentários

  1. Muito legal o mote do livro,deve ser bem engraçado pois o assunto é bem interessante!!!

    Não gosto muito de livros com crônicas,ou vários textos,mas as vezes vale a pena apostar na leitura!!!!

    adorei!!!

    bjsss

    Bianca
    http://www.apaixonadasporlivros.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi, achei a proposta do livro bem legal..acho que se eu tiver a oportunidade vou ler. Gostei muito da capa e do título.
    Beijos mil.
    http://marlicarmenescritora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3.  Esse livro parece super comédia, hahaha. Já tinha ouvido falar do livro, mas ainda não tinha visto nenhuma resenha. A sua ficou ótima!
     Beijos,

     Letícia
     www.odomdaescrita.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Oi Zilda!
    Adorei as cores da capa! (porque será?)
    Achei sua resenha muito gostosa, e deve ter refletido o clima do livro, não é?
    Beijos... Elis Culceag.

    ResponderExcluir
  5. Ótima resenha Zilda. Eu já ouvi falar muito deste livro, mas ainda não me senti cativada o suficiente para ler. Mas, a maneira como as histórias são contadas parecem ser bem divertidas, e quem sabe um dia desses resolvo comprar para ler?
    Lia Christo
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
  6. Ei!
    Passando para  conhecer  seu canto.
    Adorando.
    Bjins
    Catiaho Reflexo d'Alma

    ResponderExcluir
  7. Bem, gostei da resenha. O livro parece uma espécie de mistura de Chick-Lit e auto ajuda... Não faz o meu estilo esse livro. Mas foi muito bem resenhado.

    ResponderExcluir
  8. Adorei a resenha, Zilda!
    Não costumava ler muitos livros desse gênero, mas li alguns que foram apaixonantes.
    Vou colocar esse na lista :D

    Beijos´´

    ResponderExcluir
  9. Ótima resenha, Zi!

    Esse livro parece ser muito divertido, deve ter histórias hilárias!
    Adorei!
    Beijinhos
    Renata 
    Escuta Essa

    ResponderExcluir
  10. Oi miga,
    Ontem peguei nesse livro e li a sinopse aqui em casa rs, agora vi que vou ler ele mesmo, gosto de livros divertidos sobre esse tema ^^
    Já ouvi falar que tem uma peça de teatro que também é bem legal morro de vontade de assistir.
    Beijos

     

    Mari -
    Stories And Advice

    ResponderExcluir
  11. Oi Zilda!
    Me interessei pelo livro!
    Não sou solteira, ao contrário, estou prestes a subir ao altar, mas amo esse tipo de livro que tratam da vida amorosa com tanto bom humor.
    Bela resenha!
    Beijos*

    http://luahmelo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Oi amiga!
    O livro parece ser bom, mas a temática dele não me chama muito atenção.
    Gostei desua resenha e esta capa é bem legal*

    Bjinhs*
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/2013/02/novidades.html

    ResponderExcluir
  13. Adorei a resenha, e fiquei curiosa com o conteúdo do livro...parece um livro onde todas nós mulheres podemos nos identificar e até nos divertir....\o/...beijokas elis

    ResponderExcluir
  14. Nossa, gostei muito da resenha e já vou incluir esse livro nos desejados!
    Parece super divertido e fala sobre coisas bem corriqueiras do cotidiano das mulheres.
    Bjs

    ResponderExcluir
  15. Boa noite Zilda,

    Mais um livro que fico conhecendo aqui no seu blog e gostei bastante, sua resenha me deixou com vontade de ler...parabéns...abçs.

    http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

     

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita! Sua participação é muito importante.

SIGA-ME NO INSTAGRAM: @zildapeixoto