"Li até a página 100..." A probabilidade estatística do AMOR à primeira vista

quinta-feira, março 28, 2013

Criado pelo blog "Eu leio, eu conto", Li até a página 100..., consiste em dizer o que achamos da nossa leitura atual até a centésima página . 











O livro que estou lendo no momento é: A probabilidade estatística do AMOR à primeira vista, de Jennifer E. Smith publicado pela editora Galera Record.

Faz muito tempo que desejo inserir essa coluna no blog. É legal essa ideia de compartilhar o que estamos achando da leitura no quesito passo a passo. Então, vamos lá!




Primeira frase da página 100: 

"Ficam parados por um tempo, muito tempo, uma eternidade, ambos querendo ficar. As pessoas passam por eles como um rio pelas pedras."


Do que se trata o livro?

O livro conta a história da jovem americana Hadley e o lindo rapaz britâncio chamado Oliver. Eles se conhecem no aeroporto a caminho de Londres. Hadley está indo para o casamento do pai. Ela não vê o pai há um ano e nem conhece sua madrasta. Com um coração cheio de mágoas, Hadley conhece Oliver numa situação meio incomum. O dia de Hadley é um verdadeiro caos até conhecer Oliver. 


O que está achando até agora?

Estou simplesmente apaixonada! Pelo enredo, personagens, pela capa, ou seja pelo livro como um todo. A história é divertida e muito inteligente. Nada de romance água com açúcar. Isso é maravilhoso!


O que está achando dos protagonistas?

Hadley é uma jovem de apenas 17 anos bem madura. Apesar de tantas fobias, umas até bem estranhas, ela é bem interessante, inteligente e bem humorada. Já Oliver..ai..ai..amor define tudo o que sinto por esse personagem. Um verdadeiro lorde. Não daqueles chatos e formatadinhos. Oliver é carismático, lindo, sedutor, inteligente, bem humorado, isso tudo em apenas 18 primaveras. Imagine!

Melhor quote até agora: 
Difícil escolher apenas um...

1º: "Parece impossível que tenha gostado de alguém como Mitchell quando existia uma pessoa como aquele garoto no mundo, alto e elegante, com os cabelos desarrumados, olhos verdes e mostarda no queixo, como se fosse uma pequena imperfeição que faz com que o quadro todo fique mais bonito. Será que é possível de repente, descobrir o tipo de que você gosta, mesmo quando se acha que nem tem um tipo?"

"_ Você tem namorada?
Oliver fica encabulado e o sorriso que dá ao abaixar a cabeça é tão enigmático que irrita; é um sorriso com duas possibilidades, pensa Hadley.[...] Depois de um tempo, ele balança a cabeça: _Não.
Hadley sente como se uma porta tivesse se aberto, mas não sabe muito bem como proceder._ Por que não?
Ele encolhe os ombros.
_ Não conheci ninguém com quem queria passar os próximos 52 anos,acho."


Vai continuar lendo?
Com certeza! Termino em instantes. O livro é tão gostoso que não dá para pensar em parar de lê-lo.


Última frase da página:

"Dá um passo para trás e o agente puxa Oliver para o outro lado, revirando os olhos."


Curtiu? Compartilhe sua opinião.
Até mais.

Você também pode gostar

1 comentários

  1. Nossa, eu amei a ideia de ler até a página 100 e dizer no blog o que está achando, gostei muito mesmo!

    Também fiquei apaixonada pela história, olha a minha resenha: http://donnaflaviaa.blogspot.com.br/2013/05/e-se.html

    Espero que goste e comente! Beijos!

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita! Sua participação é muito importante.

SIGA-ME NO INSTAGRAM: @zildapeixoto