A fórmula milionária e repetitiva do sucesso de Nicholas Sparks

domingo, abril 21, 2013

Nicholas Sparks volta ao cinema com ‘Um Porto Seguro’, adaptação de mais um de seus romances açucarados e previsíveis.


Histórias de amor, recheadas de muitos dramas e dificuldades, levando a um final – nem sempre – feliz. É isso o que a maior parte das pessoas procura na vida real? De acordo com Nicholas Sparks, sim. A fórmula do sucesso, repetida à exaustão pelo famoso escritor em obras como Querido John, Diário de Uma Paixão e Um Amor para Recordar volta a ser explorada em Um Porto Seguro, a 18ª adaptação para o cinema de um livro de Sparks, que estreia neste fim de semana.


A bilheteria do filme vai se somar aos números impressionantes que norteiam a carreira do autor. Seus dezessete romances venderam quase 80 milhões de exemplares no mundo inteiro. Enquanto os oito filmes baseados em seus livros arrecadaram, juntos, mais de 720 milhões de dólares. A experiência com o cinema tem sido tão proveitosa para Sparks que, assim que termina uma nova narrativa, ele já envia o texto editado para os produtores de Hollywood ao mesmo tempo em que entrega para sua editora, a Grand Central Publishing. Bom em provocar suspiros e lágrimas no público, suas histórias são cobiçadas pelos estúdios de cinema. Como foi o caso de seu último romance, The Longest Ride, que só deve ser publicado em setembro, mas já foi comprado pelo estúdio Fox 2000 pela bagatela de cinco milhões de dólares. O filme tem previsão de estreia para fevereiro de 2015.

Mas não só o Brasil deve levar, mais uma vez, seu novo livro à lista dos mais vendidos. Mundialmente famoso, o escritor já foi traduzido para 45 idiomas e é figurinha fácil em listas de best-sellers. Por esse motivo, Sparks se agarrou ao seu rentável estilo literário e não deseja abandoná-lo tão cedo. “Na televisão eu exploro diferentes gêneros, mas em literatura estou feliz com o que estou fazendo”. Ele fundou uma produtora em abril de 2012, a Nicholas Sparks Productions, em parceria com sua agente literária, Theresa Park.



Confira os trailers:

E você? É fã de carteirinha dos romances do tio Nick? 
Nicholas Sparks escreve bons livros para que "naturalmente" venham a se tornar bons filmes ou o contrário?

Comenta aí!


Você também pode gostar

7 comentários

  1. Com certeza vou ver esse filme, mas o livro infelizmente ainda não tenho, mas está na minha lista de desejados ;)

    ps: tem resenha nova lá no blog
    http://escutaessa.blogspot.com.br/2013/04/resenha-costureira-de-kate-alcott.html

    Beijinhos
    Renata
    Escuta Essa
    http://www.facebook.com/BlogEscutaEssa
    @blogescutaessa

    ResponderExcluir
  2. Olá!!
    Li apenas um liro do autor, mas já assisti... deixe-me contar ^^ ...quatro dos oito, se é que não estou esquecendo de algum.
    Ainda quero ler outros livros dele, mas mesmo assim, pergunto-me se essa fórmula um dia ficará saturada. O próximo lançamento literário dele por aqui (esqueci o nome :p), por exemplo, tem um enredo geral muito parecido ao de Um porto seguro, tanto que nem fiquei com muita vontade de ler, já que um dia pretendo ler o outro.

    Quanto à pergunta no final do post, acho que ele escreve boas histórias, que independem do veículo de comunicação. Afinal, a vida é cheia de romances e dramas, e provavelmente sempre será (talvez seja por isso que ele escreve tanto...e faz tanto sucesso).

    Até mais!!
    :*
    @Leitora1

    ResponderExcluir
  3. Oi Zilda, eu to doida para ver esse filme, eu adorei o livro e está é a primeira vez que vou ver o filme tendo lido o livro..
    Estou super ansiosa ^^
    Adorei o post..

    Semana de Resenhas Record #1
    Confere lá..
    http://www.dailyofbooks.blogspot.com.br/2013/04/semana-de-resenhas-record-1-dezesseis.html
    Beijos Mila

    ResponderExcluir
  4. Oi Zilda,

    ótimo post, realmente eu acho que a fórmula do Sparks é meio batida e talvez tenha a questão financeira por trás, não sei.
    Mas já me perguntaram a mesma coisa sobre os livros da Nora... então talvez a questão seja a demanda dos leitores. Se continuamos consumindo o drama romantico do Sparks não há muito o que ele mudar....
    Particularmente não é o meu estilo, mas acho que os fãns não tem o que reclamar.

    Muito bom para refletir

    Abraços
    Gabi Lopes

    ResponderExcluir
  5. Oi,

    eu não gosto do Sparks justamente por isso, seus livros são basicamente a mesma coisa! Honestamente, não sei como um escritor aguenta escrever trocentos livros da mesma coisa!

    Bjs

    ResponderExcluir
  6. Eu amo os livros dele. Mesmo sabendo que ele sempre vai matar alguém no final e eu leio com o maior prazer. Acho que Nicholas não sai de moda porque o amor não sai de moda.

    http://blogprefacio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Muita preguiça do Sparks! O unico livro que li dele foi A escolha, em inglês, pq estava barato e eu queria treinar a lingua, pois seria um nível fácil.
    Adoro esses romances açucarados em filmes, tanto que amo Diário de uma paixão e Um amor para recordar, mas ler eu não tenho paciencia, é sempre a mesma coisa, né? :/

    Beijos
    Bia - Livro do dia

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita! Sua participação é muito importante.

SIGA-ME NO INSTAGRAM: @zildapeixoto