Resenha: A probabilidade estatística do AMOR à primeira vista

sábado, abril 06, 2013

Quer saber por que esse livro é tão apaixonante? Leia a minha opinião e corra para adquirir o seu! Publicado pela editora Galera Record conheçam A probabilidade estatística do AMOR à primeira vista, de Jennifer E. Smith.



Sinopse: Com uma certa atmosfera de Um dia, mas voltado para o público jovem adulto, A probabilidade estatística do amor à primeira vista é uma história romântica, capaz de conquistar fãs de todas as idades. Quem imaginaria que quatro minutos poderiam mudar a vida de alguém? Mas é exatamente o que acontece com Hadley. Presa no aeroporto em Nova York, esperando outro voo depois de perder o seu, ela conhece Oliver. Um britânico fofo, que se senta a seu lado na viagem para Londres. Enquanto conversam sobre tudo, eles provam que o tempo é, sim, muito, muito relativo. Passada em apenas 24 horas, a história de Oliver e Hadley mostra que o amor, diferentemente das bagagens, jamais se extravia.


Título: A Probabilidade Estatística do Amor À Primeira Vista
Autora: Jennifer E. Smith
Editora: Galera Record - Twitter - Facebook
ISBN: 9788501095442
Ano: 2013
Páginas: 223


E se? Provavelmente você já se perguntou qual é a probabilidade de encontrar o amor da sua vida em meio à multidão. Quem sabe ele não está naquela lotação a caminho trabalho? Num estádio de futebol? Ou quem sabe até mesmo na fila de espera do INSS? Quem sabe? 
Divagações a parte, isso tudo pode parecer meio estranho não é mesmo? Foi o que pensei ao iniciar a leitura de A probabilidade estatística do AMOR à primeira. 

Iniciamos nossa jornada com Hadley prestes a perder seu voo rumo à cidade de Londres. Seu dia não começa muito bem. Problemas com a mala, vestido de dama rasgado e muita falta de coragem compõem a cena do caos momentâneo que sua vida apresenta. 
Hadley é uma jovem de 17 anos que está fazendo sua primeira viagem internacional. Seu destino é a cidade de Londres, e graças à insistência de sua mãe, Hadley está a caminho do casamento de seu pai com Charlotte, sua futura madrasta por quem nutre uma profunda antipatia mesmo sem conhecê-la. 

Certos eventos nunca ocorrem como o planejado e os contratempos durante a organização de uma viagem são inevitáveis. Por causa de um atraso de 4 minutos Hadley perde seu voo. Sendo assim, ela tem que esperar algumas horas até o próximo voo. É nesse intervalo que ela conhece o jovem britânico Oliver. 
Oliver oferece ajuda a Hadley com suas bagagens e ambos embarcam juntos no mesmo voo. Com o coração muito amargurado, Hadley nem imagina encontrar tantas respostas durante a viagem que, inicialmente fora tão indesejada. 

Tanto Hadley quanto Oliver vivenciam problemas familiares. A diferença primordial é a maneira como cada um a conduz. Enquanto Hadley é uma jovem que manifesta seus sentimentos por meio de fobias, Oliver é um jovem aparentemente seguro. 

O convívio familiar é o fio condutor dessa narrativa incrível. Quem julga um livro pela capa acredita que o livro trate de um simples romance, típico “água com açúcar” onde jovens protagonizam histórias de amor cheias de clichês. Mas o que iremos presenciar é uma autora talentosa utilizando-se de um tema tão delicado. Falar de amor é fácil, mas destrinchá-lo de maneira sensível é para poucos. 

O romance entre o casal não é o ponto central da narrativa. Os conflitos familiares, as fobias adquiridas durante um processo de rejeição e medo, a questão da separação dos pais e o sentimento de vazio vivenciado pelos filhos, a falta de diálogo dentro das relações entre ambos faz com que o livro seja muito mais que uma bela capa. Formular uma ideia sobre o livro, nesse caso não é uma boa ideia, pois ele é muito mais do que se pode esperar. 

Um dos pontos determinantes para tornar a narrativa diferenciada foi conduzir o romance entre Hadley e Oliver em segundo plano. Isso tornou a história menos cansativa e repetitiva. Os personagens são bem construídos e, inevitavelmente apaixonantes. Cada qual com sua particularidade. Hadley é uma jovem sensível e engraçada com suas fobias “esquisitas”. Oliver é encantador, um verdadeiro príncipe, daqueles às avessas é claro! Despejado, atraente, gentil, bem humorado, inteligente, lindo... Tudo isso com apenas 18 aninhos! Como não se apaixonar° Desse jeito é fácil! 

Os demais personagens também são interessantes, porém poucos explorados. A editora Galera Record exerceu um excelente trabalho na composição do livro. A diagramação está muito boa, a capa é linda e as folhas são amarelas facilitando a leitura e tornando-a bem agradável. 

A leitura flui facilmente. É possível ler o livro em pouco mais de 2 horas. O enredo contém citações de autores e obras clássicas como: Anna Karinina, Orgulho e Preconceito, As vinhas de Ouro e Nosso amigo comum, de Charles Dickens. 
Nosso amigo comum é o livro que acompanha a história de Hadley. 

Durante a passagem dos capítulos a autora destaca o fuso horário: Costa Leste e Greenwich para representar a transição dos acontecimentos na narrativa. Dessa maneira podemos captar a brevidade e as transformações ocorridas na vida de cada um. Num curto espaço de tempo a vida dos personagens pode sofrer diversas transformações, assim como acontece na vida de todos nós. A probabilidade estatística do AMOR à primeira vista é de fato um conto de fadas moderno. Real, muito real. 

Uma história crível, fofa, doce. Ainda vale a pena acreditar no amor à primeira vista.





Você também pode gostar

5 comentários

  1. Ziiiiil, que resenha mais apaixonante! Tô tão de saco cheio desses enredos água-com-açúcar-clichês-mais-do-mesmo que quando vi esse livro realmente achei que ele iria por esse caminho. Mas com a tua empolgação me deu super vontade de sair correndo e comprar um exemplar *-* Achei a capa bem fofinha.
    Beeijocas linda ;*
    @pirulitolimao

    ResponderExcluir
  2. Gostei da resenha e do livro. Sim, ao ver a capa eu pensei como você mesmo disse na resenha, que seria um livro meio clichê e tal, mas curti saber que não apenas o romance a autora trata diversos outros assuntos interessantes que devem dar um rumo diferente e viciante a história. Só não curti muito a capa..

    Abraços

    www.entrepaginasdelivros.com/2

    ResponderExcluir
  3. Eu estou louca para ler esse livro. Só li resenhas positivas sobre ele até agora, o que tem aguçado mais ainda minha curiosidade! Quero muito lê-lo por ser uma história levinha e bem construída, conclusão que tirei das resenhas que li =D

    Beeijos,
    iSteh

    ResponderExcluir
  4. De todas as resenhas que li desse livro , 100% são positivas, e com certeza é o tipo de livro que me agrada, por sua narrativa, sua historia, romance, e uma escrita envolvente. Eu quero muito ler e conhecer essa autora que esta ganhando tantos fãs.

    ResponderExcluir
  5. Só vi boas impressões a respeito deste livro! Me parece ser uma leitura tão deliciosa e rapidamente finalizada. Creio que irá me surpreender em todas as formas. Ótima resenha! Amei demais o Cachola Literária. Tudo aqui é um encanto.
    Um beijo
    Paula, Poetisa & Literária

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita! Sua participação é muito importante.

SIGA-ME NO INSTAGRAM: @zildapeixoto