|Resenha| Os Segredos de Landara- Bruna Camporezi @talentoslitbr

segunda-feira, maio 27, 2013


Acordar em um lugar sujo e completamente estranho parece algo insano demais, principalmente quando uma jovem percebe que está dentro de uma prisão e não consegue se recordar nem mesmo de seu próprio nome.Completamente perdida, sua única escolha é tentar se comunicar com os outros encarcerados, como James, um antigo prisioneiro que parece saber muito sobre ela. A garota descobre que está em Landara, uma ilha que abriga criaturas incríveis e civilizações bem peculiares. Para desvendar os mistérios desse lugar, terá que encontrar Klaus Leone, um cientista genial que há tempos esconde algo que poderá mudar o futuro da ilha. E ao contar com a ajuda de diversos companheiros, acabará se apaixonando por um deles. As descobertas de seu passado e sobre este mundo aumentam a cada página e, de forma surpreendente, acabam alterando o rumo da viagem, obrigando-a a enfrentar situações que ela só acreditava ser possível em sonhos. O que esta extraordinária ilha tem de tão oculta?


Certos livros nos causam boa impressão desde o início, seja pela bela apresentação gráfica ou por uma sinopse instigante e, Os Segredos de Landara encaixa-se perfeitamente neste perfil. Porém, ao adentrarmos na narrativa de Bruna Camporezi vamos identificando várias lacunas que infelizmente não serão preenchidas. A premissa do livro é interessante, o enredo é convidativo, mas a linguagem utilizada é medonha.

Narrado em 1ª pessoa o livro conta a história de uma moça que não se recorda de absolutamente nada, nem mesmo do seu próprio nome. Durante o período em que está aprisionada, a jovem conhece outro prisioneiro chamado James, um autêntico pirata que possui o poder de ler a mente das pessoas, porém nenhum dos prisioneiros consegue utilizar seus poderes dentro do castelo de Patrick.

O vilão Patrick é o responsável pela prisão da jovem e não medirá esforços para alcançar seu objetivo: descobrir o paradeiro de uma das pesquisas de Klaus Leone, o cientista responsável por tal descoberta tão preciosa.
E o que a tal jovem não imaginava é que possuísse um poder na qual sua vida estivesse em perigo e que o motivo de sua prisão estivesse relacionado com a tal pesquisa.

A jovem desmemoriada encontrará em James, o pirata maluco, um amigo fiel que permanecerá ao seu lado nos momentos mais difíceis. Os Segredos de Landara me fez recordar de alguns desenhos animados que assisti durante minha infância, tais como He-Man e A Caverna do Dragão. O vilão Patrick lembra perfeitamente uma mistura inusitada do Esqueleto e Vingador, vilões ambiciosos e malvados que são capazes de tudo para conquistar o poder.

A criatividade da autora é um dos pontos favoráveis da narrativa. É notório seu talento em criar um universo tão fantasioso com criaturas de espécimes tão diversas, porém a maneira como tais personagens foram apresentados na narrativa é que fora equivocado.

Landara é uma ilha localizada na Terra que está sempre em constante movimentação. O clima, a fauna e a flora são completamente diferentes do que conhecemos. Fora do alcance dos humanos, Landara é um lugar mágico habitado por Homeáras (seres que possuem a forma humana e que detém poderes sobrenaturais, algo parecido como X-men), Mitceáras ( criaturas com poderes sobrenaturais como os da Mitologia ) e Nínfilas (fadas).

As criaturas, o seu modo de vida e seus poderes são descritos detalhadamente e isso torna a narrativa ainda mais cansativa. São criaturas demais para um único volume. Lembrando que Os Segredos de Landara é apenas o primeiro volume de uma trilogia. Por esse motivo achei extremamente exaustiva a apresentação de tantos seres.

O vilão Patrick é um mero coadjuvante. O foco da narrativa será a jornada da moça sem nome, de James- o pirata divertido, e Thomas – uma criatura com forma humana capaz de se transformar em qualquer coisa.
Em busca de justiça a moça sem nome, James e Thomas irão se unir a um grupo de amigos para derrotar Patrick e enfrentarão muitos perigos para atingirem seus objetivos.
A identidade da protagonista só será revelada mais a diante e com isso vamos descobrindo aos poucos os segredos que permeiam essa história repleta de seres fantásticos e criaturas aparentemente assustadoras.

A personagem principal ganha destaque com suas piadinhas e seu jeito cômico de ser. Porém, o que era para ser utilizado apenas como gancho para determinadas situações passa a se tornar irritante. Ainda que a indicação do livro seja para o público jovem acredito que tal recurso tenha sido utilizado exaustivamente.
A transição entre o drama e a comicidade verbalizados pela personagem não se sustentam. Os diálogos entre os personagens são infantis demais diante das situações mais perigosas.

Os Segredos de Landara é um bom livro apesar dos tropeços. É possível encantar-se com seu universo fantástico, seus personagens simpáticos e irreverentes e toda a magia que envolve a trama. Mas o que dificulta o bom desenvolvimento da narrativa é a escrita. Há quem prefira uma linguagem mais informal, porém se tal recurso não for utilizado de forma adequada isso pode vir a desvalorizar todo um trabalho.

Os diálogos são extremamente pueris levando-se em conta a maturidade da personagem. A oralidade do discurso não se adéqua neste caso. Esperamos que na modalidade escrita possamos identificar uma construção bem elaborada, ainda que a intenção da autora seja aproximar o leitor jovem.

A narrativa de Bruna Camporezi é composta de muitos clichês, porém a autora soube introduzi-los perfeitamente. Pois não há outra maneira de constituir uma narrativa fantástica sem fazer uso dos clichês. O romance entre a mocinha e seu predestinado é apenas um deles.

Num balanço geral serei bem otimista. Indico a leitura do livro, mas destaco a linguagem como um dos pontos mais críticos a serem avaliados. Nada que uma boa revisão não resolva. Continuarei a leitura da série almejando o seu amadurecimento.

*Livro cedido em parceria com a autora Bruna Camporezi.




FICHA TÉCNICA
Título: Os Segredos de Landara - Redescobrindo o Passado - Livro 01
Autora: Bruna Camporezi
Editora: Novo Século 
Selo: Novos Talentos da Literatura Brasileira
Nº de páginas: 439

Você também pode gostar

17 comentários

  1. Minha amiga linda, eis eu aqui! hahaha
    Avisando logo, hoje estou uma pessoa séria, nada de palhaçada. RUM!
    Bom, a Bruna - já concordando contigo - tem uma narrativa muito boa, um potencial muito bom, e claro, os diálogos, as conversas, algumas cenas foram um tanto infantis, mas que não deixaram de fazer parte do livro, e com absoluta certeza, uma nova e boa revisão faria do livro um dos melhores nacionais.
    Eu simplesmente amo o livro, mesmo com os prós encontrados no mesmo, mas acho que na continuação ela já pode reparar essas coisas, até pq foi algo meio unânime, assim espero que ela conserte mesmo.

    Beijão, sumidinha.

    ResponderExcluir
  2. Oi Zilda!! Que Pena que tu não curtiu tanto o livro. Mas esse é o lado legal da leitura, uns gostam/amam e outros não.
    Eu li e amei o livro, achei super divertido e a escrita bem gostosa e não achei cansativo. Tomara que os outros livros agrade vc :DD
    Beijos Brubs
    Livros de Cabeceira
    @IWannaRuffles

    ResponderExcluir
  3. Que pena que a autora pecou em alguns momentos... Só via resenhas positivas e me surpreendi com uma analise tão real e detalhada como a sua.
    Ótima resenha!!
    Independente, vou querer ler e tirar minhas conclusões. :D
    Beijo

    ResponderExcluir
  4. Oi amiga!
    Eu ainda não conhecia o livro, mas parece interessante.
    Ele não é o tipo de livro que chama minha atenção, mas o leria se tivesse oportunidade.
    Adorei sua resenha sincera!!

    Beijinhos*

    ResponderExcluir
  5. Legal! Curti! Mesmo com sua crítica a narrativa e ao diálogo. Acho que tende a melhorar sim!!
    Esse mundo de fantasia é gostoso de ler. E se for divertido então... ai eu adoro!

    Bjkas

    ResponderExcluir
  6. Oi Zilda,
    Bem você sabe que amooo suas resenhas certo. Mesmo que em algumas eu discorde..shausha...confesso que a leitura desse livro foi barrado aqui, pois uma coisa que não gosto é de leitura que fique morna...mas quem sabe um dia eu tire a prova, vai que eu goste né. Mas está na lista dos "quem sabe um dia".

    Parabéns pelas palavras bem elaboradas da análise.

    Beijokas Elis!!!
    http://amagiareal.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. OLá Zilda,

    Li, resenhei e estou sorteando esse livro no bliog e gostei bastante e a autora tem um futuro promissor...parabéns pela resenha...abçs.


    http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi,

    já li esse livro e minha opinião foi basicamente a mesma que a sua. O livro é cansativo, a narrativa pouco agradável, mas acaba encantando por causa da rica mitologia. Ótima resenha, parabéns!

    Bjs

    ResponderExcluir
  9. Gosto demais das suas resenhas, você é muito sincera e fala o que o leitor precisa saber para decidir se vai ler o livro ou não, ou se pelo menos achou interessante. Eu me enquadro nessa última opção, não é um livro que chamou minha atenção, porém, mesmo com alguns deslizes, parece ser legal...

    Abraços
    www.entrepaginasdelivros.com/

    ResponderExcluir
  10. Olha, fico babando nas suas resenhas, elas são sempre ótimas!
    Eu só li duas resenhas desse livro, uma positiva e a outra negativa. Sinceramente não fiquei com muita curiosidade para conferir a obra :\

    Bjs, www.likelivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Oi Zi
    Sua resenha ficou muito boa, estou lendo esse livro e em breve vou fazer uma resenha dele também. Acho a capa desse livro muito bonita :)
    Renata
    Escuta Essa | Facebook | Twitter

    ResponderExcluir
  12. Oieee

    Arrasou na resenha !!! Achei o livro um pouco confuso mas não teria coragem de ler logo não ... vou esperar suas próximas resenhas para ver se vale a pena.

    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Oi, Zilda.

    Algo que, pessoalmente, prezo em livros de fantasia é uma linguagem mais elaborada, bons diálogos e aquelas belíssimas descrições [que a minha imaginação desenhará perfeitamente], os poucos que li desse gênero me fizeram esperar de 'todos' os livros de fantasia essas características, então quando sei que o livro é de fantasia e é de um jovem autor, ou de um autor estrangeiro que nunca li a respeito, espero boas críticas para, assim imergir naquele mundo com plena certeza de que a cada duas, três horas dedicadas ao livro, ficarei mais estupefata com o que me é contado e que não será apenas mais um livro para ocupar espaço na estante.
    Enfim, não sei se investiria meu dinheiro nesse livro agora... Quem sabe após ler as críticas dos próximos volumes de "Os Segredos de Landara" ;)

    Beigos,
    Maura - Blog da /mauraparvatis.

    ResponderExcluir
  14. Olá Zilda, adorei sua resenha. Foi bastante sincera, fazendo com que o leitor, saiba bem o que esperar do livro. Ele não me chama a atenção, então pelo menos neste momento, não leria. Mas quem sabe um dia desses desperta a vontade?
    Lia Christo
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
  15. Zilda, eu concordo com sua resenha e pra mim ela é a segunda que eu vejo e senti sinceridade. Todos os pontos que você e a Flávia do Livros e Chocolate citaram foi tudo que eu não vi nas outras resenhas. Confio muito na sinceridade de vocês duas rsrsrs Por isso não tenho a minima vontade de ler esse livro. Sem preconceito com ela ou com outros autores desse selo na Novo Século, mas tem gente picareta demais lançando livro a todo e a rodo. Eu só tenho vontade de ler O Pássaro, da Samanta :D
    Beijos
    Descobrindolivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  16. Pouxa, eu esperava tanto desse livro! Mas, apesar dos pontos negativos que voce ressaltou, acho que vou arriscar a leitura! A sinopse conseguiu me ganhar! Sou curiosa hehe

    Um beijo
    escolhasliterarias.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  17. Como você disse, esse livro me deixou logo uma impressão boa! Definitivamente assim que sobrar um dinheirinho irei comprar esse livro! Ele me lembrou um pouco Incarceron (VALE SUPER A PENA LER!), que acabei de ler.

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita! Sua participação é muito importante.

SIGA-ME NO INSTAGRAM: @zildapeixoto