|Resenha| O Projeto Rosie, de Graeme Simsion - @editorarecord

sábado, julho 20, 2013


Perto de completar 40 anos, o peculiar professor de genética Don Tillman havia desistido do amor. Para acompanhar sua rotina severamente cronometrada, com esquema de refeições padronizadas, um cronograma para a execução de cada compromisso (inclusive para a prática de exercícios físicos antes de dormir) e lidar com sua falta de habilidade social, só mesmo a mulher perfeita.
E ele já sabe como encontra-la. Ou pelo menos acha que sabe. Ele desenvolve o projeto Esposa Perfeita, um questionário meticuloso que irá ajudá-lo a selecionar candidatas adequadas a seu estilo de vida. Mas quando Don conhece a jovem Rosie ele descobre que nem tudo na vida pode ser programado... e que o amor pode, de repente, vir a seu encontro.


Minha relação amorosa com Don Tillman aconteceu muito antes de receber o livro O Projeto Rosie em mãos. Desde o anúncio de seu lançamento o livro já despertara minha atenção. Conheci o livro através de um quiz realizado pelo Grupo editorial Record em sua página no Facebook. A brincadeira consistia em responder um questionário onde pudéssemos fazer um teste de compatibilidade para o projeto Esposa. A ideia era selecionar mulheres que se enquadrassem no perfil “rigoroso” de Don. Enfim, respondi o formulário e descobri que eu não seria a companheira ideal para Don. Bem, fiquei intrigada! Como seria possível alguém encontrar uma companheira diante de tantas exigências? 

O projeto Rosie é um livro diferente. Aliás, eu diria excêntrico. Alguns poderão se enganar facilmente se julgarem o livro pela sua belíssima capa. O Projeto Rosie não é um romance fofo, muito menos um frágil e previsível hen list ( uma espécie de chicklit masculino). 

Narrado em 1ª pessoa, O Projeto Rosie conta a história de Don Tillman, um geneticista solteirão de 39 anos que formula um questionário para encontrar a parceira ideal. Don não tem muita sorte com relacionamentos e, isso não se limita somente a mulheres. Extremamente sem jeito e avesso a qualquer tipo de badalação Don conta apenas com os amigos Gene e Claudia, amigos de longa data. Gene e Claudia são personagens secundários que tem sua respectiva importância dentro da narrativa. Gene e Claudia são casados há muitos anos, mas mantêm um relacionamento “aberto”, ou seja, sem cobranças onde o sexo fora do casamento é algo aceitável. Gene é um homem de 59 anos e age como um rapaz de 20. Don é o oposto do amigo. Aos 39 anos, Don jamais sustentou nenhum relacionamento que passasse do primeiro encontro.

Se eu disser que Don me agradou logo de imediato estaria mentindo. Não foi fácil me adaptar ou pelo menos tolerar certos absurdos no que diz respeito a selecionar mulheres que se enquadrassem no seu perfil. No começo tudo soa muito falso, com diálogos e reflexões metódicas que descrevem sua maneira esquisita de enxergar o ser humano. Don se mostra um cara chato, lento e perfeccionista ao extremo. E isso, se reflete na evolução da narrativa.

De qualquer maneira, aprecio o talento do autor. Pois acredito que não é fácil escrever sobre relacionamentos sobre a perspectiva de um homem quarentão perfeccionista e extremamente solitário. Mas, não seria à toa que Marian Keyes e Matthew Quick (autor do livro O Lado Bom da Vida) teriam opinado a favor de sua obra.

Graeme Simsion é um autor iniciante que demonstra muito talento. A linguagem utilizada pelo autor é um pouco cansativa em determinados momentos por conter muitas referências médicas e genéticas. Mas ao longo da narrativa isso vai se tornando cada vez mais inerente. Acredito que muitos leitores que curtem o gênero poderão estranhar um pouco a maneira com que o autor construiu a narrativa.

Após muita expectativa sobre o livro, o que posso afirmar é que O Projeto Rosie é um bom livro. Don Tillman não é o típico personagem que arrebata nossos corações logo de cara, mas aos poucos vamos aprendendo a admirá-lo. 

A história de Don e Rosie poderia facilmente tornar-se uma adaptação cinematográfica. Os elementos característicos de uma comédia romântica estão presentes durante toda a narrativa, e por esse motivo alguns leitores poderão se identificar rapidamente. E a boa notícia é que a Sony Pictures já tem os direitos para a produção. Será uma delícia assistir a performance inusitada e engraçada de Don Tillman nas telonas. 

O diferencial do livro é a abordagem com que o autor pontuou certos conflitos dentro do romance. Em romances do gênero “bonitinho, romântico e engraçado” a figura do homem é praticamente secundária. Neste caso, Don é a peça chave do romance. Rosie também se destaca por sua versatilidade e por tornar a narrativa um pouco mais leve. A mensagem do livro é muito interessante e deixa claro que não podemos interferir em nossos destinos. 

Sair da nossa zona de conforto não é nada fácil, imagina para um cientista. Don é cara que está acostumado a encarar a vida como algo meramente metódico e isso pode trazer consequências irreversíveis para seu convívio. A falta de tato com as mulheres e suas esquisitices tornam a narrativa inteligente e diferenciada. Don não é um cara bobalhão, sem jeito. Pelo contrário, sua inteligência é o que o difere dos demais personagens que estamos acostumados. O ritmo da narrativa é um pouco lento e as coisas só começam a fluir quando Rosie surge na vida de Don. 

O final do livro transcorre como previsto. Nada muito diferente do que esperamos de uma linda história de amor. As ilustrações utilizadas na capa foram muito bem escolhidas. Notei pouquíssimos erros ao longo da narrativa, mas nada que pudesse comprometer o seu entendimento. 

Indico a leitura do livro, mas recomendo que o leitor tenha paciência. Não se revolte, nem o abandone, o melhor está por vir. Assim como construir uma relação leva certo tempo, o mesmo ocorre com determinados personagens.





FICHA TÉCNICA
Título: O Projeto Rosie
Autor: Graeme Simsion
Editora: Record 
ISBN: 9788501402219
Número de Paginas : 320

Você também pode gostar

15 comentários

  1. Oi,tudo bem?
    Ownt, fiquei com vontade de ler o livro, a história perece adorável, e essa capa é um amor né?
    Adorei sua resenha!
    Beijos.
    http://www.garotadolivro.com/

    ResponderExcluir
  2. Oi, adorei a resenha, parece interessante!!

    Beijos!

    http://livrosetudoqueadebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. eu sempre tive a ideia desde que olhei esse livro a primeira vez...que vou adora-lo.

    ResponderExcluir
  4. Zilda, querida,

    Estou ansiosa pela leitura desse livro. A sua resenha é a primeira que leio dele e fiquei receosa por conta dessa narrativa lenta... isso me assusta, mas claro que o lerei só que com um pé atrás para não me frustrar.

    bjs,
    Camila Márcia
    @camila_marcia
    De Livro em Livro
    Devaneios Fugazes

    ResponderExcluir
  5. Oi Zilda, eu me enganei com essa capa kk Pensei que o livro fosse uma coisa e é completamente outra. Gostei da sua resenha, e é legal quando a gente está esperando ansiosamente por um livro e ele é bom. Mesmo com os pontos negativos eu fiquei com vontade de ler o livro, parece ser bem interessante para um livro de estreia.

    Abraços
    www.entrepaginasdelivros.com

    ResponderExcluir
  6. Oi Zilda!!

    Eu gosto muito quando a resenha é sincera como a sua e nos deixa bem cientes do que esperar do livro,meu interesse nele continua e espero em breve conseguir lê-lo.

    bjsss

    Bianca

    http://www.apaixonadasporlivros.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Resenha sincera, que aborda os pontos positivos e negativos do livro! Gostei! Eu leria, mesmo não sendo bem o tipo de livro que eu goste no momento! A capa é interessante e lembra o famoso ligar pontos, traçar caminho, daqueles livros de atividades infantil!

    ResponderExcluir
  8. Acho que ainda não li nenhum hen list... E como o Don não é tão cativante no inicio tenho dúvidas sobre se ele seria um bom livro para começar rsrs
    Letras & Versos

    ResponderExcluir
  9. Oi Zilda,

    Assim como disse o Caíque, essa capa me enganou bastante. Não imaginava que fosse esse o conteúdo do livro, e agora, quero lê-lo.

    Beijos,
    Juan Silva.
    Asas Literárias - http://asasliterarias.com/

    ResponderExcluir
  10. A história não me achou tanta atenção. Achei um pouco chatinha. Mas se tiver a oportunidade, vou dar uma chance ao livro ahhaha
    Boa resenha! :)

    rascunhosecaprichos.blogspot.com.br
    beeijos

    ResponderExcluir
  11. Oi Zilda!
    Esse livro também não me encantou de cara, mas a construção do Don é fantástica. Adorei demais esse livro, ri várias vezes. <3

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
  12. Gostei da resenha. Já li alguns chick-lits marculinos e curti bastante.
    A leitura se torna diferente, mas muito atraente, pelo menos para mim.
    Acho que vou gostar da experiência de ler este livro.
    Que claro já está na fila!!

    Bjkasssss

    Lelê Tapias
    http://topensandoemler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Gostei da sua resenha.
    Eu acabei de ler esse livro e adorei. É uma ótima leitura, comovente e cativante.

    http://www.lostgirlygirl.com

    bjos

    ResponderExcluir
  14. Oi Zilda, poxa mais esse Don parece ser chato d+ heimmm
    E esse amigo dele que se comporta como um de 20...
    Eu não sei se gostaria deste livro, ele é muito lindo e a editora caprichou na capa..
    Eu gostei de saber que o personagem nos conquista aos poucos, e por isso vou dar uma chance ao livro!!

    beijos Mila
    http://www.dailyofbooks.blogspot.com.br/2013/08/resenha-retrato-de-uma-espia.html

    ResponderExcluir
  15. Quero muito ler e ter esse livro, está nos meus top desejados, amei a resenha, me deixou mais curiosa. Parabéns pelo blog.
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita! Sua participação é muito importante.

SIGA-ME NO INSTAGRAM: @zildapeixoto