|Resenha| Desastre Iminente - Jamie McGuire @Verus_Editora

sábado, fevereiro 22, 2014


Travis perdeu a mãe muito cedo, mas, antes de morrer, ela lhe ensinou duas regras de vida - ame muito, lute mais ainda. Tendo crescido em uma família de homens que gostam de jogos e lutas, Travis Maddox é um cara durão.
Musculoso e tatuado, bad boy até o último fio de cabelo, ele leva uma mulher diferente para casa a cada noite. Até conhecer Abby Abernathy. Determinada a se manter longe de problemas, Abby resiste com todas as forças ao charme de Travis, sem saber que assim só o deixa mais determinado a conquistá-la. Será que o invencível Travis 'Cachorro Louco' Maddox vai ser derrotado por uma garota?


Uma única palavra define Desastre Iminente de Jamie McGuire e, esta palavra é PERFEIÇÃO. Eu não poderia começar esta resenha de outra maneira se não descrevendo todo meu entusiasmo. 
Não duvidei em momento algum que Jamie McGuire ousaria decepcionar seus fãs com a continuação de Belo Desastre, primeiro livro da série e que obviamente foi devorado e resenhado aqui no blog. (leia a resenha aqui)

Se em Belo Desastre acompanhamos todos os conflitos vividos pelo conturbado relacionamento de Abby e Travis através do olhar da mocinha, em Desastre Iminente conhecemos o ponto de vista de Travis sobre este relacionamento. 

Quem se apaixonou pelo jeito explosivo e passional de Travis no primeiro livro, em Desastre Iminente provavelmente irá cortar os pulsos de tanta aflição. 
Apaixonante, enlouquecedor e capaz de fazer qualquer uma comer as páginas do livro literalmente Travis narra com toda impetuosidade que lhe é característico, os momentos mais conflitantes de sua vida. 

Há quem diga que o amor vivido pelo casal não passa de algo doentio e que o próprio Travis é um tresloucado. Mas antes que você decida crucificar esse rapaz tatuado cheio de boas intenções convido-os a conhecer o outro lado da história. 
Não que Travis tenha se tornado um bocó nas mãos de Abby e tenha perdido toda sua essência. Longe disso. Jamie McGuire não seria louca de fazer isso com seus fãs. Travis continua sendo Travis – o “cachorro louco” mais gostoso de toda a literatura. Sua personalidade fora preservada sendo fiel do início ao fim da narrativa. Mas o que de fato faz com que Desastre Iminente se destaque de Belo Desastre é justamente a visão de quem narra à história. 


Travis é mais objetivo e vai direto ao ponto. É claro que não é somente isto que atrai e prende a atenção do leitor. Em Desastre Iminente Travis vibra muito mais do que Abby ao narrar seus sentimentos. Travis se entrega as suas emoções e, com isso faz com que entendamos o motivo de tanta rebeldia. 
A morte de sua mãe deixou marcas profundas em seu coração e em toda sua família. Travis teve de lidar com a profunda tristeza do pai que tornou-se refém do álcool deixando a cargo de Thomas, o irmão mais velho, a responsabilidade de criá-lo. 
No leito de morte a mãe de Travis o encoraja a seguir em frente e lhe recomenda que assim que ele encontrasse o seu verdadeiro amor que, ele nunca deveria deixar de lutar por esse amor. 
Mas Travis não imaginara que tal pedido lhe exigisse tanto. Vamos combinar que Abby é osso duro de roer e, mantê-la longe de confusões é tarefa árdua. 

É como se Travis e Abby fossem como água e óleo. Ora não se misturam. Tem suas diferenças, mas ambos necessitam do outro para viver. É essa química que rola entre o casal que faz com que os romances de Jamie McGuire façam tanto sucesso. 
Travis descreve um dos momentos mais difíceis de sua vida e neste momento certamente lágrimas surgirão nos olhos do leitor. 
Não que Belo Desastre não tenha sido emocionante, só que Abby é mais contida quando o assunto é expor seus sentimentos. 

Alguns elementos inseridos neste livro deram mais corpo a narrativa, como por exemplo, o relacionamento familiar de Travis. Caçula de uma família de cinco irmãos Travis é apenas um garoto quando passa uma perda irreparável em sua vida. E somente ao conhecer Abby que ele enxerga uma nova chance de ser feliz. 

Apesar de ambos estarem na mesma sintonia, o casal não consegue estabelecer uma relação saudável. Aliás, esta palavra está longe da compreensão destes dois. Travis é um cara extremamente inseguro em relação à Abby nunca se achando bom o suficiente para ela. Extremamente ciumento e possessivo Travis não imagina sua vida longe de Abby e para isso, ele será capaz de tudo para não perdê-la. Pense numa pessoa fora de si? Esse cara chama-se Travis Maddox. 


Há quem não goste de seu temperamento, mas é justamente essa sua rebeldia que faz com que a história tenha pegada. Ah..pegada! Muita pegada! Se é que vocês me entendem. 
Os cuecas de plantão podem fazer cara de nojinho, mas as meninas irão à loucura com Travis Maddox e suas habilidades. Mas nem só de testosterona é feito nosso badboy.
Aqui Travis expõe toda sua fragilidade quando o assunto é amor. Seu relacionamento com Abby permanece ainda mais conturbado. É evidente que tudo é potencializado quando se trata de Travis e por esse motivo a mesma história que já fora narrada em Belo Desastre passa a ser muito mais intensa. Relembramos como o casal se conhecera e o rumo que este relacionamento tomou acompanhando cada briga, cada explosão envolvendo o casal. 

Alguns personagens já bem conhecidos entram em cena para compor esta história. Shepley, primo e melhor amigo de Travis permanece como seu fiel escudeiro. Aqui, podemos conhecer mais um pouquinho mais sobre os irmãos Maddox. Seu pai, Jim Maddox é um fofo apesar de toda tristeza aparente. 

O relacionamento familiar de Travis é um dos pontos altos da narrativa. E como não poderíamos deixar de frisar Abby ainda permanece uma incógnita. Na verdade é como se Abby fosse uma charada, ou um camaleão sempre a se camuflar quando se sente acuado. Se em Belo Desastre você foi capaz de sentir dó de Abby, em Desastre Iminente prepare-se para atear fogo sobre esta pessoa. Abby mostra toda sua frieza e crueldade. Fingida. Bipolar. Dissimulada. Estranha. Anormal. Ahhhh...passa a tocha que eu vou atear fogo nessa garota. 
1, 2, 3...recompondo se... 

Não existe outro adjetivo que defina melhor o talento de Jamie McGuire. Sim, eu sei, estou sendo redundante, mas o que eu posso fazer? Se a autora conseguiu tornar algo que já era bom o suficiente tornar-se ainda melhor. Criar um enredo tão inebriante quanto à relação de Abby e Travis numa história de amor, devoção e entrega total. Costumo dizer que Jamie McGuire vai além dos que os meros mortais costumam fazer. Escrever uma história crível, impactante ao ponto de fazer o leitor confundir realidade e ficção. 

Alguns dizem que romance como o de Travis e Abby só funciona porque se trata de ficção. Eu discordo. Basta olhar para os lados que veremos milhões de casos como este. Aliás, a única semelhança é a verossimilhança da história em relacionamentos conturbados porque não existe neste planeta alguém com o perfil de Travis Maddox. Não mesmo. E se existe ele está perdido em algum lugar dos Estados Unidos. 

Quando me proponho a conhecer um livro e, quando este livro se trata de nada mais nada menos do que um best-seller como Desastre Iminente vou à busca de informações que me façam “entrar” definitivamente dentro da história. E não existe outra maneira de idealizar, ou melhor, se identificar com a história do que conhecer a playlist oficial do livro. Ela faz toda a diferença. Através da playlist podemos imaginar como é o personagem, com o que ele se identifica e que tipo de música de certa forma o caracteriza. 
Enfim, a playlist dá vida ao personagem. E no caso da playlist de Desastre Iminente a autora foi bem sucedida em suas escolhas. É fácil imaginar Travis em cima da sua Harley ( moto) usando aquela jaqueta de couro ao som de uma batida bem rock’n roll. Sim, faz todo o sentido. 


São poucos os casos que um livro seja coerente com a sua proposta. Temos em Desastre Iminente a união perfeita  Capa condizente com o conteúdo abordado e um título que transmite perfeitamente sua mensagem. A ideia de Jamie McGuire em descrever sob a visão de cada personagem pode não ser nenhuma novidade, mas obter sucesso aí sim, são poucos os que conseguem. 
Quem teve a oportunidade de ler e conhecer Belo Desastre sob as perspectivas de Abby irá se apaixonar ainda mais pela narrativa da autora que mostra que talento ela tem de sobra. 

Foi anunciado recentemente pela editora Verus em sua página no Facebook que a editora irá lançar Belo Casamento, o terceiro livro da série. Ao final do livro podemos conhecer o epílogo do próximo livro e o que posso adiantar é que VOCÊS IRÃO PIRAR! 
Como assim? Não acredito! É isso mesmo? Ahhh... 
Essas serão provavelmente suas últimas palavras ao tomar conhecimento do que está por vir no último livro. Sim! Muita coisa ainda tem para acontecer. 

Assim nos despedimos de Travis desejando o seu retorno o mais breve possível. Agora, um aviso de uma pessoa que lhe quer bem: Corra! Adquira já o seu exemplar! Não perca mais tempo porque haverá um dia que diremos adeus a Travis e todo seu charme. Enquanto isso, aguardamos ansiosos por mais um capítulo dessa história enlouquecedora. 
Estejam prontos para surtar novamente.

Livro 1- Belo Desastre (2012) 
Livro 2- Desastre Iminente (2013)




FICHA TÉCNICA
Título: Desastre Iminente
Autora: Jamie McGuire
Editora: Verus 
Páginas: 405

Você também pode gostar

12 comentários

  1. e coloquei hoje a minha resenha do "belo desastre" no blog, e confesso é muito bom os livros da Jamie. Agora estou lendo "desastre iminente", parece ser melhor ainda pela sua resenha.

    bjkas
    Marina
    http://afinsdaleitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Queria tanto ler essa série, e a resenha me deixou ainda mais curioso. Acho legal, ambos serem narrados por personagens opostos, dá uma visão muito mais clara do ponto de vista de cada um. As capas são lindas, e o livro parece ser perfeito!
    Beijocas!
    Fique com Deus!
    http://hey-mygod.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Adorei a resenha! Estoi mega curiosa para conhecer a versão do Travis!!! Suspira, suspira... Travis é o cara!! E a versão do homem é sempre melhor, hahahaha, pelo menos minha opinião!

    ResponderExcluir
  4. Eu amei o primeiro e não vejo a hora de ler esse... gostei muito da escrita da autora e muito da história e do Travis claro.

    http://amordelivros.blogspot.com.br/
    Niii

    ResponderExcluir
  5. Oi :)

    Estou com vontade de ler Belo Desastre, espero poder comprar em breve. Beijos!

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Ai, ai ,ai... Comprei Belo Desastre e ainda não li. Morrendo, cortando os pulsos, por Desastre eminente após leitura de sua resenha.
    Quando será que vou finalmente ler? Oh céus!!
    Amei!
    Bjos
    Ni
    Cia do Leitor

    P.S.: Tem resenha fresquinha lá no blog. Dá um pulinho lá vai!
    http://ciadoleitor.blogspot.com.br/2014/02/resenha-albertine-de-decio-gomes.html

    ResponderExcluir
  7. Oi amiga!
    Desde que este livro foi lançado eu comprei e quero ler. Agora lendo sua resenha me deu vontade de largar tudo e lê-lo. Parece ser ótimo.
    Bela resenha.

    Beijos*

    ResponderExcluir
  8. Osso duro Zilda?! hehehe nem falo..
    Eu vou tentar ler este livro, tenho lá em casa, e espero que a narrativa por outra perspectiva me deixe mais animada com a leitura, porque quando a autora criou a Abby, ela errou na dose.. (minha opinião.. )
    Eu gosto muito do Shepley, mais acho que criei amtipatia por America, acho que já sei o problema, são as mulheres hehe
    Vou parar por aqui...

    Beijos Mila
    http://www.dailyofbooks.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Olá, tudo bem?
    Eu simplesmente adorei os dois livros e a sua resenha foi bem o que senti quando li.
    Parabéns pela resenha e pelo blog.
    Beijos!

    http://palacioliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oi, tudo bem?
    Não tem como não amar Travis, né? Adorei Belo Desastre e Não foi diferente com esse.
    Adorei a resenha.
    Bjoos

    Estou te seguindo, me segue?
    http://melhormomentoo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Olá. Eu li a trilogia completa recentemente e também fiquei com uma dúvida no epílogo.
    No final tem a passagem de tempo de 11 anos e o Travis diz que ele e a Abby tiveram gêmeos e que a Jéssica parece uma miniatura dele. Ele diz: 40kg de pura maldade (algo assim)
    Só que eu andei pesquisando (podem me chamar de maluca), mas a idade de uma criança de 40kg é de 12 anos.... como isso é possível se tem apenas 11 anos que eles se casaram? isso levando em consideração os 09 meses da gestação e o fato de que em Belo Casamento Abby e Travis se casam de novo 01 ano depois e ela naum está grávida... percebem a falta de lógica?
    Essa menina é terrivelmente obesa ou a Jamie deixou passar esse detalhe, afinal ela naum diz qts anos os gêmeos tem!
    Concordam?!

    ResponderExcluir
  12. O que falar sobre esse livro ? Eeeu siiiimplesmente amei. Confesso que já li umas 10 vezes e nunca vou enjoar. A História de Trav é incrível, o jeito, e Jamie faz nós amarmos um homem que tem características e ações que toda mulher odeia. Estava na Saraiva uma vez e vi uma menina olhando ele, e estava indecisa se ía pegar, eu louca fui lá e disse leeeve kkk você vai amar. Travis😍❤

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita! Sua participação é muito importante.

SIGA-ME NO INSTAGRAM: @zildapeixoto