Leituras do mês [Março] Um mês de boas leituras

segunda-feira, abril 07, 2014

Olá, pessoal!

Hoje quero apresentar a vocês um panorama dos livros que li no mês passado. Março foi definitivamente, um mês especial. Posso dizer que o saldo foi muito positivo. Dos dez livros lidos, somente um deles não correspondeu minhas expectativas. A apresentação dos seguintes livros segue uma ordem aleatória. Vamos lá!





Enfim....Primavera, de Willian Couto - Cem páginas em branco de um livro de atas de capa preta, transformado em diário e chamado de Petrus por Capitu, a protagonista desta história.
Nestas 100 páginas, Capitu terá a difícil tarefa de buscar sua salvação, e a cura para sua fúria e para sua tristeza, que a tornam prisioneira de um ódio cego e doentio.
Tendo visto morrer, ao longo de sua vida, todas as flores que enfeitavam seus sonhos, Capitu terá de redescobrir que, mesmo que matem as flores, nada, absolutamente nada pode impedir o retorno da primavera.
Uma história de violência e dor; mas também de perdão, de amor e de recomeço.
Porque o dia sempre amanhece, não importa quão escura e fria tenha sido a noite que o precedeu.

Um livro lindo, indiscutivelmente bem elaborado e com uma escrita impecável. Confira a resenha AQUI



Dançando sobre cacos de vidro, de Ka Hancock - Lucy Houston e Mickey Chandler não deveriam se apaixonar. Os dois sofrem de doenças genéticas: Lucy tem um histórico familiar de câncer de mama muito agressivo e Mickey, um grave transtorno bipolar. 
Contrariando toda a lógica que indicava que sua história não teria futuro, eles se casam e firmam – por escrito – um compromisso para fazer o relacionamento dar certo. Mickey promete tomar os remédios. Lucy promete não culpá-lo pelas coisas que ele não pode controlar. Mickey será sempre honesto. Lucy será paciente. Como em qualquer relação, eles têm dias bons e dias ruins – alguns terríveis. Depois que Lucy quase perde uma batalha contra o câncer, eles criam mais uma regra: nunca terão filhos, para não passar adiante sua herança genética. Porém, em seu 11° aniversário de casamento, durante uma consulta de rotina, Lucy é surpreendida com uma notícia extraordinária, quase um milagre, que vai mudar tudo o que ela e Mickey haviam planejado. E de uma hora para outra todas as regras são jogadas pela janela e eles terão que redescobrir o verdadeiro significado do amor.

Nossa Senhora! Como eu chorei com esse livro. Sério? Depois de concluir essa leitura tive que me isolar por um tempo para poder juntar os meus cacos. Preparem os lenços porque a história é muito, muito forte. Confira a resenha AQUI 



O menino bilionário, de David Walliams - Joe tem muitos e muitos motivos para estar feliz. Mais ou menos um bilhão deles, para ser exato. Pois então, Joe é rico. Na verdade, ele é um menino beeem rico. Joe tem sua própria pista de boliche. Um cinema particular. Por um tempo, teve até um mordomo orangotango. Ele é o garoto de doze anos mais rico do planeta! Só que Joe não está feliz. Ele tem absolutamente tudo o que poderia querer, mas há apenas uma única coisa de que ele realmente precisa: um amigo...

Um livro fofo. David nos cativa desde as primeiras páginas com seu jeito peculiar em descrever o universo infantil. O menino Bilionário é um livro indicado a todas as idades. É um livro que tem o objetivo de ensinar as crianças o valor da amizade e que pretende relembrar os pais a importância de se manterem próximos aos seus filhos. Leia a resenha AQUI




Verão Cruel, de Alyson Noël - Colby Cavendish, uma ex-nerd, decide mudar radicalmente sua própria imagem. Está ansiosa por participar de festas descoladas com a turma da praia e, se tudo der certo, ficar com o cara mais gostoso da escola, Levi Bonham. Mas seus planos vão por água abaixo quando seus pais a mandam passar férias forçadas na Grécia com sua tia.Presa em uma ilha sem shoppings e sem sinal de celular, ela teme ser rapidamente esquecida por seus amigos. Mas eis que conhece Yanni, um deus grego, e tudo muda. Colby acaba confusa e tudo indica que aquele sentimento será mais que uma simples paixonite de verão.

Um chicklit bem humorado e cheio de surpresas. Alyson escreve maravilhosamente bem, isso é fato. Mas em Verão Cruel ela se supera. Constrói uma narrativa dinâmica, diferente e cheia de referências. Quem curte o gênero irá se deliciar com essa história. Leia a resenha AQUI




Eleanor & Park, de Rainbow Rowell - Eleanor é a nova garota na cidade e ela nunca se sentiu tão sozinha. Vestida com peças de roupas que não combinam, cabelo vermelho bagunçado e uma vida caótica em casa, ela não poderia chamar mais atenção. Então ela se senta ao lado de Park no ônibus escolar. Quieto, cuidado e – nos olhos de Eleanor – impossivelmente descolado, Park decidiu que voar fora do radar é o melhor jeito de sobreviver na escola. Devagar, constante, com conversas até tarde da noite e uma grande quantidade de mixtapes, Eleanor e Park se apaixonam. Eles se apaixonam da mesma forma que você se apaixona pela primeira vez, quando você tem 16 anos e nada e tudo a perder. O livro se passa ao longo de um ano escolar em 1986. Engraçado, triste, chocante e verdadeiro, Eleanor & Park é uma viagem nostálgica para aqueles que nunca esqueceram seu primeiro amor.

O que dizer desse livro? Que ele é perfeito! Magnífico! Esplêndido! Ah...meu Deus! Quem acompanha o blog sabe o quanto eu falei desse livro por aqui. Aliás, não só por aqui mas, por todos os lugares onde o blog marca presença. Eleanor & Park é muito mais que um livro sobre adolescentes desajustados. É um romance sobre autoconhecimento, sobre amor, sobre vidas. É o livro! Favorito. Amado. Um livro para ser relido no mínimo cinco vezes ao ano. Leia a resenha AQUI




A Força do Perdão, de Eduardo França - Emílio Prieto é um jovem herdeiro de uma grande fortuna, que acredita ter a vida perfeita ao lado de Silvia, sua mulher. Acostumado a ter tudo o que deseja, não mede esforços para conquistar Vilma, apenas para saciar mais um de seus caprichos. 
Mas a vida é sábia e não joga para perder.
Após atitudes impensadas, permeadas por culpas e muitos ressentimentos, Emílio descobrirá que só o perdão liberta, aquieta o coração e conduz com segurança à verdadeira felicidade.

Mais um livro espírita que super indico. Eduardo França é um dos meus escritores espíritas favoritos e, em A Força do Perdão ele continua me surpreendendo com suas histórias. O livro é perfeito e possui uma diagramação belíssima. Leia a resenha AQUI




Fragmentada, de Teri Terry - Kyla não deveria se lembrar de nada quando foi reiniciada. Mas segredos do seu passado atormentam sua mente. Presa em uma luta contra a opressão dos lordeiros, e ansiando por liberdade, Kyla vê seu passado e presente colidir de uma forma que ameaça sua vida.Enquanto sua busca desesperada por Ben continua, em quem ela poderá confiar em um mundo repleto de segredos e mentiras?

No segundo volume da trilogia Teri continua vibrante. Fragmentada segue o ritmo frenético de Reiniciados, o primeiro volume da série. Só que com uma grande diferença. Agora, Kyla, a protagonista está ainda mais determinada. A série de Teri vem galgando a posição de uma das melhores distopias dos últimos tempos. E merecidamente, diga-se de passagem. Leia a resenha AQUI




Três amigas, Todos os Domingos, de Edward Kelsey Moore - Apelidadas de "Supremes" pelos colegas de colégio durante os tumultuados anos 1960, Clarice, Bárbara e Odette seguiram vidas diferentes ao longo de quatro décadas, mas nunca abandonaram o hábito de se reunir todos os domingos no restaurante Coma-de-Tudo. Em meio a pratos deliciosos, risadas, fofocas e, eventualmente, lágrimas, Três amigas, todos os domingos acompanha as alegrias e dissabores do trio com sensibilidade. Com uma performance surpreendente para um romance de estreia, o livro alcançou o ranking do The New York Times e foi escolhido o livro do mês pela Amazon por sete meses consecutivos.

Esse foi um dos livros mais surpreendentes que li nos últimos tempos. O livro é um verdadeiro achado. Emocionante, divertido, comovente. É um livro que toca profundamente nossa alma com sua linguagem. Leia a resenha AQUI



O chamado de Cuco, de Robert Galbraith - Quando uma perturbada modelo despenca para a morte de uma varanda coberta de neve, fica assumido que ela cometera suicídio. Entretanto, seu irmão tem suas dúvidas e telefona um detetive particular, Cormoran Strike, para investigar o caso. 
Strike é um veterano de guerra – ferido física e psicologicamente – e sua vida está uma bagunça. O caso lhe fornece uma salvação financeira, porém com um custo pessoal: quanto mais ele se profunda no complexo mundo da jovem modelo, mais sombrias as coisas vão se tornando – e mais perto ele fica do terrível perigo… Um elegante e dominante mistério mergulhado na atmosfera de Londres – desde as silenciosas ruas de Mayfair aos bares clandestinos de East End até a agitação de Soho. Apresentando Cormoran Strike, este é o aclamado primeiro romance criminal de J.K. Rowling, escrevendo sob o pseudônimo de Robert Galbraith.

Esse foi outro livro que me surpreendeu. J.K.Rowling dispensa apresentações e elogios. O Chamado de Cuco é um livro excelente. Inteligente, bem escrito e desenvolvido. Leia a resenha AQUI



Me liga, de Sarh Mlynowski - Aos 17 anos, a vida de Devi está de pernas pro ar. Depois de começar a namorar Bryan, negligenciou as amigas, os estudos e, depois que ele terminou com ela, está sem nada: sem perspectiva de uma boa faculdade, sem mais amigas, sem namorado. Se ela pudesse bater um papo com a Devi do passado... O que, após um incidente estranho com seu celular, é exatamente o que pode fazer! Agora que só consegue ligar para a Devi de 14 anos, parece que é finalmente a sua chance de consertar a própria vida. Ela tem o passado – ou melhor, o futuro – nas mãos. É só dar um telefonema.

Esse foi o único livro que sai fora do trilho. Foi a única leitura que não acrescentou nada. É um livro engraçadinho na medida, mas sem maiores pretensões. Até certo momento ele consegue manter um ritmo legal, mas depois se perde no meu do caminho. Leia a resenha AQUI


É isso aí, pessoal!
Espero que tenham curtido minhas recomendações.
Até mais.

Você também pode gostar

8 comentários

  1. oie linda, tudo bem?
    Estou passando para ver as novidades e dizer que gostei bastante dos seus comentários sobre os livros. Fiquei bastante curiosa com alguns que você citou e provavelmente vou ver se os compro para poder ler também. Principalmente aquele ali que vc disse que fala direto...Eleanor & Park. Eu de começo não tinha me interessado muito pelo livro não, mas depois que vc falou um pouco dele eu acabei me convencendo e vou ver se tiro minhas proprias conclusoes sobre a história.

    O chamado cuco já tem tempo que estou querendo ler, mas ando muito atolada. Tenho que arrumar um tempinho, até porque gosto da autora. Enfim...Achei ótima sua postagem. PARABENS e otimas leituras mesmo =]

    Se cuida minha querida e muito sucesso pro teu blog viu
    lovereadmybooks.blogspot.com.br - SEGUINDO AQUI

    ResponderExcluir
  2. Oi Zilda
    Algumas resenhas eu acompanhei e outras não... vc falou tão bem de Eleanor e park que adora desejo o livro.. também quero muito Me liga..

    Beijo Mila
    Daily of books

    ResponderExcluir
  3. Oi :)

    Nossa você só leu coisas boas e que eu quero ler. Parabéns pelo seu mês. Beijos!

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Nossa quantos livros, que ótimo mês de leitura, haha :)) Eu quero muito ler Eleanor &Park, parece ser tão fofo :3
    Sorriso Espontâneo

    ResponderExcluir
  5. Nossa você leu muitos livros, quero muito ler Eleanor & Park parece ser muito bom !

    http://adventure-of-two-girls.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi amiga!

    Menina vc leu muito no mês de março, adorei suas leituras e muitas aí eu quero.
    Já li O chamado do Cuco e adoreii.

    Beijos*

    ResponderExcluir
  7. Desses o que mais quero ler é O CHAMADO DO CUCO.

    Os outros alguns eu já li, e outros não me chamaram a atenção não :/

    Adorei seu monte de livros lidos, rs.

    Bjkas

    Lelê
    http://topensandoemler.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Eu gostei de "O Chamado do Cuco", apesar de ter achado ele um tanto lento, as você tem razão: ele é muitíssimo bem escrito e desenvolvido. Demorei um pouco para engrenar no ritmo porque acho que esperava algo mais eletrizante por se tratar de JK, mas depois que entrei no clima da trama, gostei bastante.
    Beijos
    alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita! Sua participação é muito importante.

SIGA-ME NO INSTAGRAM: @zildapeixoto