|Resenha| A Viagem de Íris - Gill Lewis @galerarecord

quinta-feira, abril 24, 2014


Quando Callum conhece Iona, nem imaginam que, aos poucos, se tornariam grandes e leais amigos. Os dois se unem pela promessa de manter em segredo a descoberta fantástica do que habita discretamente na fazenda da família de Callum, na Escócia.
Mas conseguirão protegê-la? Para honrar o que prometeram, dão início a uma bela e marcante história de amizade. Digna dos mais puros sentimentos. Capaz de mudar vidas para sempre e tocar o coração de dezenas de pessoas em um alcance inimaginável. Tudo por Íris.


Não é de hoje que venho declarando minha paixão por livros juvenis e, sempre que possível tento compartilhar essa paixão com vocês. E por conta disso decidi escolher A viagem de Íris para resenha. Fiquei completamente encantada com a ilustração da capa. Confesso que, no primeiro momento foi este um dos motivos que me fez escolhê-lo, até porque a sinopse do livro não se aprofundava em seu conteúdo. 
A ambientação de Gill Lewis dava sinais que a história de Callum e Iona tinha uma essência diferenciada, que sua narrativa tinha um objetivo central: emocionar o leitor.

A viagem de Íris conta a história de amizade de Callum e Iona, ambos moradores de um pequeno vilarejo localizado na Escócia. Callum e Iona já se conheciam de longa data, mas nunca haviam se aproximado devido a implicância dos amigos de Callum.
Euan e Rob implicavam muito com Iona e a repeliam sempre que podiam, mas Callum se sentia intrigado com Iona. 

Callum e os amigos costumavam fazer trilhas em torno do rio que cruzava a fazenda de seu pai aonde Iona costumava caçar trutas com as próprias mãos. Euan e Rob incentivam Callum a expulsar Iona de suas terras, mas Callum não aceita a pressão dos amigos. Pelo contrário. Callum deseja se aproximar de Iona ainda que seus amigos o repreendam. Iona sugere que Callum permita que ela possa continuar pescando em seu riacho e, em troca ela lhe confidenciará um segredo. Tal segredo será o pontapé inicial dessa amizade. 

A viagem de Íris é um livro que aborda o valor da amizade entre duas crianças e o poder que ela exerce sobre a vida de cada um. É um livro que se utiliza de um tema simples para discutir assuntos sérios, como a preservação das espécies, aqui representada por uma ave-pescadora.

Gill Lewis descreve com uma delicadeza sem igual. Ela conseguiu imprimir em cada detalhe a inocência característica das crianças. A autora não faz rodeios em relação ao segredo de Iona revelando-o já nas primeiras páginas tornando assim sua narrativa fluída. É comovente a maneira como ela constrói essa amizade e a sustenta até o final arrancando um profundo sentimento de nostalgia. A história de amizade de Callum e Iona nos ensina que ainda é possível acreditar na força da amizade e que existem pessoas que se importam umas com as outras independentemente da sua cor, credo ou condição social.

Callum é um menino bondoso, gentil, muito especial. É ele o responsável por grande parte dos acontecimentos da narrativa. Iona também é uma garota muito especial. Dócil, determinada, sincera e de uma profunda delicadeza. Jeneba é outra personagem que surge propositalmente na narrativa para nos emocionar. Aliás, se existe um modo mais eficaz para ganhar o coração dos leitores é descrever com simplicidade o universo infantil e, certamente Gill Lewis tem esse conhecimento. 

"_As pessoas são como os rios _ disse Iona. _ É o que penso.
Sentei corrigindo a postura e torci  a água da manga.
- O que quer dizer?
Iona balançou o corpo sobre os calcanhares e olhou diretamente para mim.
_É  preciso aprender a olhar debaixo da superfície para ver o que está  mais no fundo."

Em sua biografia a autora relata que crescera na Inglaterra e passara boa parte da sua infância no jardim de sua casa onde tinha um pequeno zoológico e um hospital veterinário. Certamente isto fizera com que ela pudesse criar uma conexão com os animais, em particular com as aves para escrever uma história tão doce e delicada como esta. Na verdade, acredito que pessoas assim são mais perceptíveis e sensíveis ao sentimento alheio.

Por meio de Callum, Iona, Íris, Jeneba, Euan e Rob somos levados a um universo quase que místico ainda que o tema proposto pela autora seja tão real. 
A mesma força que move Callum preservar o segredo de Iona é o que nos impulsiona a seguir adiante na narrativa. Em certo momento é como se pudéssemos vivenciar cada uma de suas aventuras. A história de Callum e Iona ganhou uma grande proporção a partir do momento em que Íris passou a fazer parte de suas vidas. 

Apesar de o livro ter um público direcionado qualquer um poderá se conectar com sua história. Os personagens são incríveis, todos dotados de uma personalidade forte e os cenários descritos pela autora tornam a narrativa ainda mais envolvente.

A viagem de Íris é aquele tipo de livro que ganha nossa atenção inicialmente por sua simplicidade e que aos poucos vai conquistando nosso coração. É impossível não se emocionar com a história de Callum e Iona.

A ideia de se ter uma ave como coprotagonista foi bastante ousada, e confesso que em determinado momento não imaginei que isso pudesse dar certo. Felizmente a autora conseguiu sustentar seu romance embasado em situações reais sem que tais informações soassem apenas como um documentário. Ao inseri-la no universo infantil protagonizado por Callum e seus amigos “ A viagem de Íris” conseguiu atingir seu objetivo.

Recomendo a leitura a todos que curtam boas histórias independentemente a qual gênero pertença. Porque boas histórias são feitas para emocionar e certamente A viagem de Íris é uma delas. 


FICHA TÉCNICA 
Título: A Viagem de Íris
Autor: Gill Lewis
Ano: 2014
Número de Páginas: 208
Editora: Galera Record

Você também pode gostar

3 comentários

  1. Ai, sempre vejo esse livro na livraria, e minha vontade é imensa de comprar-lo. Nunca tinha lido uma resenha sobre ele e adorei encontrar está. Com certeza vai entrar na minha lista imensa de livros que devo ler, algum dia. E essa capa é linda <3

    Abraços
    http://muchachoonline.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Nunca tinha ouvido falar no livro, mas gostei tudo, da capa, do título e do enredo que a história trás.
    Parece trazer também uma bela mensagem, sua resenha ficou ótima. Adoooorei,

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/2014/04/resenha-os-recados-gabriela-brandalise.html
    Comentaaa ;))))

    ResponderExcluir
  3. Oie!

    Que história interessante e diferente, fiquei com vontade de conhecer mais a respeito.

    Beijos

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita! Sua participação é muito importante.

SIGA-ME NO INSTAGRAM: @zildapeixoto