|Resenha| Os Solteiros - Meredith Goldstein @Novo_Conceito

segunda-feira, maio 05, 2014


Hannah é diretora de elenco em Nova York e ainda chora pelo ex que a abandonou. Rob não é muito bom em assumir compromissos, mas nos tempos da faculdade quase namorou Hannah — e não se esquece disso...Vicki tem um trabalho lucrativo (embora tedioso) como designer de interiores de uma grande rede de supermercados, e é uma depressiva crônica.
Nancy leva uma vida dupla, e Joe é um quarentão que adora namorar mulheres mais jovens... Não há como negar: juntos, eles podem comprometer seriamente os planos de Bee de ter o casamento mais elegante da cidade. Da união desses personagens apaixonados resulta um romance divertido e doce sobre vidas entrelaçadas, relações de amizade e o incontestável amor.


Sou dessas que adoro ler/assistir comédias românticas e, por esse motivo escolhi o livro em questão. No primeiro momento confesso que não criei muitas expectativas em relação à leitura por acreditar que Meredith Goldstein não traria nada de diferente do que já conhecemos do gênero. E olha eu aqui de novo com cara de tacho sem saber aonde enfiar minha cara. Meredith Goldstein não apenas me surpreendeu com sua escrita como provou que ainda é possível reinventar esse tipo de romance.

Se você pensa que o livro de Meredith é mais um livro de mulherzinha, feito para mulherzinha e que possivelmente será mais um romance água com açúcar sinto-lhe dizer que você está equivocado. Ao me deparar com a capa do livro tive a mesma impressão, confesso. A ilustração do casal da capa me passava uma impressão de uma história comum, mais um romance onde duas ou mais pessoas se desencontravam e que, provavelmente no final surgiriam fogos de artifícios para selar a união dos casais. Ah...como é bom sermos surpreendidos quando na verdade não esperávamos nada em troca,não é mesmo?

Possivelmente todo mundo já assistiu um filme com a temática proposta pelo livro e, não imagina o que possa encontrar de tão diferente nele. E não é à toa que os direitos do livro já foram vendidos para a Tv e o cinema. Os Solteiros é aquele tipo de livro que você tem a nítida impressão que foi escrito para ser adaptado para a TV e as telas do cinema. Os personagens são atraentes, a narrativa é leve, engraçada e emocionante. Apesar do livro ser relativamente curto a autora soube explorar cada um dos personagens isoladamente.

No primeiro momento passamos a acompanhar os últimos preparativos para o casamento de Bee. O que mais perturba Bee é alocar seus amigos solteiros em suas respectivas mesas. Os últimos momentos que antecedem a cerimônia são de pura tensão para a noiva e para suas respectivas madrinhas. 

Hannah é amiga desde a época da faculdade de Bee e, uma das madrinhas. Hannah mora em Nova York e dirige alguns comerciais e filmes independentes. Graças ao seu ofício, Hannah passa o tempo todo escalando nomes de artistas para todos que a cercam. Seu ex- namorado Tom, por exemplo, é comparado ao ator Pull Rudd.
Assim como Hannah, Vicki e Rob também estão incluídos na lista de convidados demais, porém Rob é o único que não comparece a cerimônia.

Rob é um cara que nunca levava os estudos muito a sério e, por isso, abandonou a faculdade. A única pessoa que ainda mantinha contato com Rob era Hannah que lhe mantinha informado sobre os amigos. Rob e Hannah tiveram um rolo na época da faculdade, mas foi seu amigo Tom que fisgara o coração de Hannah, que por sua vez, não conseguia aceitar o término do namoro que acontecera há aproximadamente três anos. Hannah é praticamente obcecada por Tom e tem a esperança de retomar este relacionamento. 

Vicki é designer de interiores de uma rede de supermercados. Vicki e Bee também se conheceram na faculdade e desde então não mantiveram mais contato. O casamento de Bee é uma verdadeira prova para Vicki que enfrenta um momento muito difícil da sua vida. Desde que se formara Vicki optou se mudar para outro estado para trabalhar como designer de uma rede de supermercados deixando para trás o sonho de abrir a própria empresa. Ela e Hannah desejavam morar juntas na cidade de Nova York, mas Vicki decidira optar pelo bom salário que a rede de supermercados lhe oferecia. Resultado: longe dos amigos e presa a um trabalho sem graça, Vichi se tornara um a pessoa depressiva e apática que passava a maior parte do seu tempo viajando com uma lâmpada a tira colo.

Joe é tio de Bee e adora mulheres mais novas. Joe não é muito bem quisto pela família da noiva, porém Joe sempre mantivera um bom relacionamento com Bee. Por consideração a sobrinha Joe vai ao casamento sem a namorada a fim de se manter longe da perseguição de sua cunhada Donna, a mãe da noiva. Mas o seu instinto caçador fala mais alto e Joe terá bons motivos para mostrar suas garras.

Phil é o bicão da festa. Phil não é amigo da noiva, muito menos do noivo e só está presente no casamento por causa de sua mãe Nancy, que é amiga de Barb, a mãe do noivo. Nancy está muito gripada e manda o filho representar a família no casamento. Phil é um dos meus personagens preferidos e o responsável por arrancar boas risadas ao longo da narrativa. Phil é outro solteiro que ainda não superou o término do namoro com sua ex – Elisabeth.

Os capítulos se alternam entre os cinco personagens relatando fatos sobre o passado e o presente de cada um. A autora conduz a narrativa de maneira fluída apresentando as mudanças e transformações que o mantiveram distantes desde a época em que Hannah, Rob e Vicki se conheceram. Os personagens Joe e Phil são responsáveis por dar leveza a narrativa, já que tanto Hannah quanto Vicki e Rob se mostram personagens bem problemáticos.

Os capítulos que apresentam Rob são os mais emocionantes. Rob é um cara desleixado, mulherengo e que nunca levou nenhum dos seus relacionamentos a frente. Rob não tem muita grana, mas isso não impede de adotar Liz, uma cachorra que sofria de esquizofrenia. O emprego de Rob na biblioteca da universidade pagava bem, mas ele estava vivendo de salário em salário desde que sua ex-namorada – Lucy Barber- o abandonara. Era com ela que ele dividia as despesas. Após o término do namoro, Liz passara a ser a única companheira de Rob. 

Meredith Goldstein construiu uma trama inteligente, indiscutivelmente bem escrita e que naturalmente qualquer leitor poderá se identificar. Gostei muito da maneira como ela conduziu à narrativa, pois nem de longe o livro lembra aquele tipo de narrativa que tenta arrancar sorrisos forçados. Os personagens são maduros, bem humorados e enfrentam seus dilemas sem melindres. Cada um exerce uma função importante dentro da narrativa tornando-a envolvente.

O mais interessante disso tudo é que o livro é relativamente curto para tal detalhamento, mas a autora conseguiu explorar cada um dos personagens sem perder o fio da meada que os conecta. O casamento em si é apenas o pano de fundo. Bee e Matt são personagens secundários na trama deixando a cargo dos “solteiros” a missão de entreter os leitores. E eles tiram de letra.

É praticamente impossível não se divertir com Hannah e sua estranha mania de nomear as pessoas com nomes de artistas que possivelmente interpretariam seus respectivos filmes. Vicki é outra personagem digna de admiração. Mesmo sofrendo de depressão Vicki não fica se lamuriando por conta disso. Rob e Phil são especiais. Cada um a sua maneira desperta diferentes emoções ao longo da narrativa. É muito difícil escolher entre um dos dois, mas se eu tivesse que optar por somente um, certamente escolheria Phil – o filho queridinho da mamãe. Ou Rob? O cara doce que cuida de uma cachorra doente? Hum...não sei, Acho que estou apaixonada pelo dois.

É uma pena que o livro não tenha continuação, pois a história poderia facilmente ser prolongada por mais um ou dois volumes. Seria bem legal ver a história de cada um contada separadamente.
Em relação à diagramação a editora Novo Conceito manteve seu padrão de qualidade. Gostei bastante da capa e de sua simplicidade. A ideia de ilustrar um casal foi bem propícia e condiz perfeitamente com a mensagem do livro.

No mais recomendo a leitura do livro a todos que curtem histórias bem humoradas e que transmitem aquela sensação gostosa de dever comprido. Meredith Goldstein estreia com louvor seu primeiro romance e que venham muitos outros. 

Você também pode gostar

8 comentários

  1. Ahhh está na minha lista de próximas leituras... Adoro livros engraçados...
    Adorei a resenha, como sempre ótima!!!!

    Bjs flor!
    Saudades!!!!!!

    Niii
    http://amordelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olá Zilda,

    Essa é a primeira resenha que leio desse livro, ele esta na minha lista de espero e já achava que seria um bom livro, agora depois da sua resenha a certeza só aumentou.....abraços.

    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Amigaaaa
    Não vou ler sua resenha hoje, porque comecei a leitura deste livro hoje a tarde...hehehe
    Tô gostando, depois venho comentar novamente aqui...

    Beijosss

    TeLa
    http://www.penseiraliteraria.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi Zi
    Esse livro parece ser daqueles romances bem leves e fofos, vou ler em breve ;)
    Parabéns pela resenha
    Beijinhos
    Renata
    Escuta Essa

    ResponderExcluir
  5. Oi Zilda, sua resenha me ganhou..
    Legal saber que começou a ler sem espectativas, vou fazer assim quando pegar para ler.. Bom saber que a narrativa é ótima e apesar de muitos personagens ser gostosa tb!!
    Adorei a resenha, primeira que leio..

    Beijos Mila
    http://www.dailyofbooks.blogspot.com.br/2014/05/resenha-como-viver-eternamente.html

    ResponderExcluir
  6. Hi Zilda!
    Achei superinteressante a resenha e me motivou ainda mais para ler o livro.
    Gosto também de livros divertidos e achei bem dinâmico os capítulos serem alternados entre os personagens. Claro que vou ler... tentar encaixá-lo nas minhas atuais leituras.

    xoxo
    Mila F.
    @camila_marcia
    http://delivroemlivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Zildinha minha linda!!
    Eu estava com medo de ler este livro por causa da quantidade de pontos de vista intercalando capítulos. Sei lá, ando meio lesada, fiquei com medo de me atrapalhar.
    Mas pelo que você citou, isso não vai acontecer.
    Adorei a resenha e adoro comédias românticas. Boa pedida!!

    Bjkas

    Lelê - http://topensandoemler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi Zi,
    Nossa vim ler sua resenha, porque uma amiga minha leu recentemente e não apreciou a leitura, até me surpreendi com os pontos positivos....agora vou ter que ler para saber se concordo com ela ou com você. Bela resenha lendo-a me deu vontade de conhecer o livro.

    Bjus Elis - http://amagiareal.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita! Sua participação é muito importante.

SIGA-ME NO INSTAGRAM: @zildapeixoto