|Resenha| Um Caso Perdido - Colleen Hoover @galerarecord

quarta-feira, maio 14, 2014


Às vezes, descobrir a verdade pode te deixar com menos esperança do que acreditar em mentiras...
Em seu último ano de escola, Sky conhece Dean Holder, um rapaz com uma reputação capaz de rivalizar com a dela. Em um único encontro, ele conseguiu amedrontá-la e cativá-la.
E algo nele faz com que memórias de seu passado conturbado comecem a voltar, mesmo depois de todo o trabalho que teve para enterrá-las. Mas o misterioso Holder também tem sua parcela de segredos e quando eles são revelados, a vida de Sky muda drasticamente.


Neste exato momento estou me sentindo uma completa idiota, tipo aquelas adolescentes que soltam grunhidos estranhos e que ficam suspirando pelos cantos após seu primeiro beijo. É constrangedor eu sei, mas é exatamente assim que me sinto após o término da leitura de “Um caso perdido”. E o mais estranho nisso tudo é que gosto de me sentir assim. Quem já se apaixonou perdidamente por um personagem sabe muito bem do que estou falando. Maldita Colleen Hoover! Não sei se amaldiçoo por me deixar tão entorpecida ou se devo agradecê-la por me proporcionar momentos tão intensos na companhia de Sky e Holder. 

Após o sucesso de Métrica Colleen retorna majestosamente com um romance de tirar o fôlego. Perfeito. Intenso. Inigualável. Se você ainda não encontrou nenhum livro do gênero new adult que lhe agradasse por diferentes motivos, já que muitos surgiram copiando a mesma fórmula, experimente começar por este para saber exatamente o que é um romance new adult bem escrito e desenvolvido. Sem problemáticas estapafúrdias e inconsistentes protagonizada por jovens desajustados, muita pegação e pouco conteúdo, ou seja, tudo que estamos acostumados a ver por aí. Colleen tem um talento nato em criar personagens apaixonantes, perfeitos no que diz respeito a situações reais. 

Confesso que fiquei meio com um pé atrás assim que soube que a autora iria lançar mais um livro do gênero. Quando li Pausa descobri um mundo novo com Colleen e o fascínio pela escrita da autora foi instantâneo. Will – o personagem principal de Métrica e Pausa – é tão apaixonante quanto Holder, porém o cavalheirismo exacerbado de Will me irritou bastante. Não que os personagens românticos não me atraíam, até porque seria totalmente incoerente da minha parte não gostar desse tipo de personagem já que me intitulo uma romântica incorrigível. 

O fato é que esperei mais atitude de Will e me senti frustrada. Apesar dessa pequena discórdia eu sabia bem lá no fundo que Colleen Hoover não iria me decepcionar. E de fato, ela não decepcionou. Holder é perfeito! Temperamental como todo personagem deste tipo de narrativa tem de ser. Sensível, delicado, romântico na medida certa. Nada que pareça piegas demais. E a mocinha tem que despertar em nós o que há de mais avassalador. Nada de puritanismo e fragilidade. Tem que saber o que quer desde o início e Sky é exatamente assim. Ousada, engraçada, cativante, descolada. 

Ainda estou me perguntando como Colleen Hoover é capaz de criar personagens tão apaixonantes? Quem segue o blog pelas redes sociais pode acompanhar minha euforia desde que recebi o livro. A capa é linda e já faz com que você o deseje mais do que tudo. E quem teve a oportunidade de conhecer a escrita de Colleen Hoover imagina o que ela pode aprontar. 

Em Um Caso Perdido somos apresentados a Sky, uma jovem de 17 anos bem atípica. Em pleno século XXI, Sky não tem nenhum contato com o mundo virtual. Eu disse nenhum. Sua mãe adotiva acredita que a tecnologia é responsável pela destruição do mundo não permitindo a Sky nenhum contato com o mundo virtual. Aliás, nem Tv elas assistem. Nada de seriados, noticiários, filmes. Surreal, né? Mas Sky acabou se acostumando ao longo dos anos com a rigidez de sua criação encontrando nos livros uma saída para sua exclusão virtual e digital. 

A vida de Sky não é tão ruim quanto parece graças à existência de Six, sua melhor amiga com quem protagoniza momentos de extrema loucura. Sky e Six costumam frequentar o quarto uma da outra de uma maneira um tanto peculiar. É através da janela do quarto que ambas costumam convidar rapazes para frequentar suas dependências. É óbvio que com essa atitude, tanto Sky quanto Six não conseguiram outra coisa senão uma fama de vagabundas. 

Apesar da fama Sky não a corresponde como todos esperam. Entre um amasso e outro, Sky na verdade é uma garota que se acostumou a não demonstrar nenhuma emoção em seus relacionamentos,pois ela sente a necessidade de estar com alguém sem que haja nenhuma conexão. O único prazer é comparar seus relacionamentos frustrados após um saboroso pote de sorvete, pois seus relacionamentos são comparados aos sabores experimentados. 
No início achei que o comportamento de Sky poderia ser algo relacionado à frigidez, mas com o decorrer do tempo fui conseguindo compreendê-la. 

O que Sky mais deseja é poder frequentar a escola como qualquer jovem normal. Mas sua mãe é totalmente contra. Porém Sky é uma garota muito determinada e consegue convencê-la. Apesar de nunca ter frequentado uma escola, pois sua educação fora totalmente exercida no lar, Sky sabe os dissabores que terá de enfrentar numa escola pública. Com a fama de “garota fácil” Sky terá de enfrentar o que há de pior numa escola: a perseguição e o julgamento dos mais diversos tipos. 

A ambientação é sempre a mesma: a escola pública representa um lugar hostil aonde pessoas perversas ditam as regras. Mas como tudo na vida existe o lado bom, eis que Sky encontrará um motivo para seguir adiante. É nesse ambiente hostil e perverso que nossa mocinha conhecerá Breckin – o seu melhor amigo gay de todos e, claro – o magnânimo Dean Holder – o garoto confuso e temperamental mais gostoso que já conhecera. 


Assim como nos demais livros do gênero Sky e Holder sentem uma forte atração e não sabem como lidar com a situação. Mas o que há de novo nisso? A conexão entre eles. Os diálogos protagonizados por ambos são os melhores. Colleen Hoover sabe articulá-los como poucos. Vibramos a cada frase. Sentimos aquela sensação perturbadora a cada confronto. Desejamos adentrar na narrativa. Interagimos como se fossemos os próprios personagens. E o resultado disso tudo é um só: ficamos completamente aturdidos com sua narrativa. 
Até agora não consegui me desprender do livro. Six, Sky, Breckin, Holder são personagens perfeitos. A trama que os envolve é bem desenvolvida. O segredo que Holder esconde consegue se manter firme e coerente até o momento certo. Acompanhamos toda a agonia do personagem e ficamos completamente entorpecidos diante sua revelação. 

Um Caso Perdido é um livro repleto de sentimentos. A união de Sky e Holder é a prova de que, não apenas os opostos se atraem, mas que os afins também se completam. Todos os personagens da trama enfrentam o preconceito de alguma forma. Sky e Six carregam a fama de vagabundas, Breckin além de mórmon é gay; Holder carrega a fama de agressivo após ter surrado um garoto na escola. Cada um reage à sua maneira contornando a situação da melhor forma possível. 

Os relacionamentos e todos os dilemas enfrentados pelos personagens justificam o sucesso dessa autora. Colleen não fica engabelando o leitor, mas também não é daquelas que parte o bolo e acaba logo com a festa. Se você é daqueles que vibra com uma narrativa envolvente, que enaltece os detalhes sem perder o foco principal possivelmente irá se identificar com a narrativa de Colleen. 
Narrado em primeira pessoa vamos acompanhado a história sob perspectiva de Sky. A apresentação dos capítulos é um ponto importante a destacar. Eles são narrados um dia por vez para que possamos entender o que Sky sente em relação aos acontecimentos. 




Um Caso Perdido é aquele tipo de livro que você não consegue largar nenhum minuto sequer. Daqueles que você carrega para todo lugar. Imagine a situação: uma pessoa há horas numa fila gigantesca no supermercado soltando longos e constrangidos suspiros tendo que conter sorrisinhos tortos que persistem em denunciá-la. O que ela tem em mãos? Um livro. O que está lendo? Um Caso Perdido. Quem é essa pessoa? Adivinhem? Quem já passou por tal constrangimento e nem sequer ligou para os olhares furtivos sabe muito bem do que estou falando. 

Colleen Hoover mais uma vez conquista meu coração e, dessa vez, merece ocupar uma cobertura porque por mais que eu escreva, jamais conseguirei exprimir a perfeição do seu trabalho. A autora nos presenteou com uma linda história de amor e que possivelmente irá figurar entre um dos melhores livros do gênero. 
Colleen tem como característica abordar temas familiares complexos e neste livro não foi diferente. O dilema enfrentado por Sky é devastador causando no leitor um impacto imediato. Cheguei a pausar a leitura por um determinado momento somente para conseguir digerir tais informações e ganhar mais fôlego. Um Caso Perdido não é mais um livro do gênero tampouco um livro sobre um relacionamento amoroso conturbado. A autora conseguiu inserir um assunto muito sério e polêmico dentro de uma narrativa cujo formato já foi demasiadamente explorado. Por esse motivo Colleen se destaca tão facilmente. Ela é capaz de construir uma narrativa sólida de forma envolvente sem deixar a desejar em nenhum quesito.

Colleen é capaz de despertar em nós diferentes sensações. Ela consegue ganhar nossa confiança fazendo que nos entreguemos de corpo e alma a sua narrativa, cativando-nos com sua escrita como se estivéssemos anestesiados. Vamos acompanhando a trajetória conturbada do casal até chegarmos ao apogeu da narrativa quando Colleen simplesmente resolve nos dar um susto, transformando o esperado "final feliz" em algo totalmente contrário ao que esperávamos. As peças que ficaram soltas ao longo da narrativa vão se encaixando perfeitamente até a conclusão da história. Por mais que o livro seja o primeiro de uma trilogia a autora consegue terminá-lo sem que haja pontas para uma possível continuação. Na verdade, esse já é um estilo adotado pela autora em seus livros. Com certeza, ela não terá dificuldade alguma em descobrir uma maneira de dar continuidade a série. 

Se você assim como eu não perde um lançamento do gênero e está sempre à procura de bons livros não deixe de ler Um Caso Perdido. Pode criar expectativas porque todas serão correspondidas. É começar a leitura desde já e só parar quando não houver mais uma página sequer. É pra se entregar e se esbaldar. Não há outro jeito. 
Um Caso Perdido vai para o topo dos favoritos.

Colleen Hoover é autora da trilogia New Adult Slammed. Os dois primeiros volumes Métrica e Pausa também foram publicados pela editora Galera Record e, o terceiro volume tem previsão de lançamento para o segundo semestre. Um Caso Perdido é o primeiro livro da série Hopeless. O Grupo Editorial Record disponibilizou um conteúdo exclusivo em sua página no Facebook. Lá você poderá baixar cards com quotes do livro e imprimir o marcador, além de baixar o primeiro capítulo. Vale a pena conferir!


Título: Um Caso Perdido
Série: Hopeless - Livro 01
Autor(a): Colleen Hoover
Editora: Galera Record
Gênero: Literatura Estrangeira / Romance
Número de Páginas: 383
*Os quotes selecionados fazem parte do conteúdo exclusivo disponibilizado pela editora.

Você também pode gostar

10 comentários

  1. Eu não tenho expectativas, por isso tenho certeza que vou amar.
    Pena que eu não recebi, senão já teria lido :(
    Mais um resenhão da Zilda!!! É quase um conto do livro, rs. Adoro!!!!
    Acho o máximo que você consegue falar muito de um livro que gostou, não tenho esse dom. Quando gosto muito minha vontade é só dizer, leia leia leia!! hehehehe

    Adorei!! Acho que vou curtir esses dois!!

    Bjkas

    Lelê - http://topensandoemler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. OMG! Quer resenha apaixonada! Estou indo agora para as livrarias comprar o meu!
    Eu já estava muito interessada no livro, li Métrica e amei, por isso já imaginava que iria gostar de Um Caso Perdido, mas agora tenho certeza, kkkk

    B-jussss!

    ResponderExcluir
  3. Olá Zilda,

    Esse não me atraiu por causa da capa, mais a sua resenha empolga qualquer um, um livro cheio de conflitos e mudanças inesperadas....gostei, boa dica...parabéns pela sua resenha....abraços.

    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Adorei a resenha! Da Colleen eu só li "Métrica" e estou com "Pausa" na minha lista de próximas leituras. "Um Caso Perdido" me chamou atenção depois de ter livro sua resenha, antes não tinha me aprofundado muito na história do livro.

    Alef - Floreios e Borrões - http://adpiagge.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Não sei se também vou receber este livro, mas confesso que ficaria beeem feliz se ele chegasse aqui em casa. Tenho até vergonha de admitir que ainda não li nada da autora, mas é inegável as inúmeras resenhas positivas de suas obras né. Também quero sentir este friozinho na barriga que você sentiu ao ler este livro...

    Beijo, Van - Blog do Balaio
    balaiodelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Oi Zilda...aiaiai depois de Métrica e Pausa é claro que irei ler esse livro, semana passada chegou o meu e depois de ler essa super resenha é claro que irei ler ele o mais rápido possível, gostei de saber que o mocinho aqui não é tão romântico quanto o Will, as vezes romantismo demais chega a enjoar né? Espero me apaixonar por esse livro assim como você.

    Beijos!!!
    @jannagranado
    http://livrospuradiversao.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Nossa que resenha de tirar o fôlego! Arrasou Zilda!!! Olha, eu já pedi o meu e irei conferir... O modo como vc descreveu estar se sentindo me diz que irei amar esse livro!!!

    ResponderExcluir
  8. Resenha incrível, sério, amei!
    Fiquei louca pra ler esse livro!
    Bjss
    sete-viidas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Oi Zilda!
    Vi que teve muito oba-oba no lançamento desse livro, muito festejo. Essa é a primeira resenha que leio sobre esse livro, e depois de uma observação sua "É através da janela do quarto que ambas costumam convidar rapazes para frequentar suas dependências" fiquei com um pé atrás, fiz igual aos colegas, sobe aquele pré julgamento? Mas, com o decorrer de sua resenha fui mudando o jeito de pensar, e com certeza esse será um livro que vou comprar!
    Bjinho
    Fabi
    Romances & Sonhos

    ResponderExcluir
  10. Aaaaaaah
    eu não tenho um marcador desses Zilda
    #Chateada

    Amei assim como vc Um caso perdido
    Acabei de ler uma resenha detonando o livro, que se tornou um dos meus prediletos.
    Ainda bem que vc amou *O*

    Beijocas. Mar Paschoal
    www.LaGarota.com.br

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita! Sua participação é muito importante.

SIGA-ME NO INSTAGRAM: @zildapeixoto