|Resenha| Enquanto a Chuva Caía - Christine M. @Novo_Conceito

segunda-feira, junho 16, 2014


Erik não procura mais a garota dos seus sonhos. Vive em busca de adrenalina e de uma razão para continuar cumprindo tarefas obscuras. Ele sabe que é muito bom no que faz e não vê nada que possa ser melhor do que os seus dias repletos de perigo. O que Erik não esperava é que sua paixão por correr riscos seria a sua ruína. Ameaçado, ele precisa fugir para o exterior e viver disfarçado de cidadão comum, trabalhando como advogado em uma grande empresa. Marina comanda o império da família depois de seu pai ter sucumbido ao mal de Alzheimer. Precisa suportar ver os pais tombarem diante da ação implacável do tempo, enquanto ainda carrega a ferida provocada pela morte do jovem marido. Com o comando das empresas nas mãos, ela percebe que nem todas as atividades da corporação obedecem aos manuais de boa conduta. Quando ambos se encontram, presente e passado se misturam, dando início a um mistério arrebatador que os atrai a uma paixão incontrolável. No entanto, os segredos, cedo ou tarde, virão à tona e os colocarão em lados opostos da balança. Nenhum dos dois é inocente, mas será que eles aceitarão as verdades que tanto se empenham em esconder? É possível construir um futuro mesmo depois de descobrir que nesta história não há mocinha nem herói?



Ando numa vibe muito boa. Tenho lido livros excelentes e, até o momento, a maioria deles tem sido de autores nacionais. Entre eles quero destacar e ENALTECER o talento de Christine M, uma das autoras recém-contratadas pela editora Novo Conceito para compor o time do selo Novas Páginas. Já era hora de alguém dar atenção e o reconhecimento devido aos nossos autores. Gente muito boa tem sido descoberta através desse selo e, para minha surpresa, Christine M. foi uma delas.

Pelo menos para mim Christine foi uma grande descoberta, porém a autora já escreveu outros livros. Fiquei me sentindo uma completa “boboca” porque ainda não conhecia nenhum dos seus trabalhos anteriores. E não cheguei a essa conclusão somente ao término de “Enquanto a Chuva Caía” não, meus queridos! Meu queixo caiu literalmente desde o primeiro capítulo. Como assim eu não conhecia Christine M.? Era impossível não se apaixonar por sua escrita e narrativa hipnotizante desde o início! 
De qualquer maneira sinto-me envergonhada e, após concluir a leitura de seu novo livro, a única coisa que tenho a dizer é: “ Christine, você é incrível!”.

Graças a editora Novo Conceito tive o prazer de conhecer essa autora de escrita fácil e apaixonante. Christine tem um jeito todo especial de encantar o leitor com sua narrativa. Seus personagens saltam as páginas nos conduzindo a um frenesi incontrolável. “Enquanto a Chuva Caía” é aquele tipo de livro que prende a sua atenção desde o primeiro momento. Sabe aquela velha história: “Só mais um capítulo!”. Então, é exatamente isso que ocorre quando começamos a adentrar na história de Erick e Marina. Não dá para largar o livro sem antes concluí-lo.

Os capítulos se alternam entre Erick e Marina aonde ambos narram suas perspectivas em relação a vida. Erick e Marina são duas pessoas aparentemente comuns que aprenderam a conviver com a solidão. Não que Erick e Marina sejam duas pessoas totalmente solitárias e avessas a relacionamentos, mas o fato é que ambos se deixaram consumir pelo trabalho. Erick namorava a filha de um juiz e seu namoro fora interrompido drasticamente após a namorada ser sequestrada. Já Marina fora casada, mas seu casamento fora terminara após a morte do marido na guerra. Ou seja, ambos já passaram por situações difíceis na vida e já não tem esperanças em encontrar um novo amor. 

Erick Gouveia é um agente secreto da polícia. Ele aprendera a conviver com o perigo desde muito cedo já que os casos que lhe eram direcionados sempre acabavam em queima de arquivo. Erick é um homem que não teme absolutamente nada, porém ao levar um tiro em uma de suas missões ele é obrigado a tirar “férias” por um período na cidade de Nova York. Formado em Direito, Erick é encaminhado por sua chefia para trabalhar numa das maiores empresas de auditoria do hemisfério Norte. Erick precisa se adaptar à nova vida, ainda que ele ainda não aceite facilmente esta mudança.

“Fui destinado a viver encrencado. Deve ser isso. Quando eu nasci, alguém do lado divino, demoníaco ou astrológico decidiu que minha vida seria uma completa enrascada. Certamente foi isso. Estou bem longe de casa, estou de terno e gravata, com um cargo do tipo “decentinho”, e estou com uma mulher só. Isso significa que estou tapeando o universo e tentando levar uma vida de bom moço, mas não dá: tenho um ímã para rolos, assuntos dúbios e pilantragem.”

Erick é daquele tipo de personagem que encanta desde o primeiro momento. Ele é fofo, delicado, e ao mesmo tempo, sacana, impetuoso, irresistivelmente encantador. 
  
Marina Muller é a mais nova CEO responsável pelas empresas Homes & Lewis Associados. Marina tomara posse deste cargo após seu pai ser diagnosticado com Alzheimer e, desde então tem dedicado sua vida a empresa. Apesar de tamanha responsabilidade Marina é uma mulher muito jovem e ainda sofre com a perda do marido, morto em combate na guerra do Afeganistão. Linda, atraente, milionária, porém solitária. Não por muito tempo já que o destino pretende unir Erick e Marina. 

Não se deixe enganar pelos elementos apresentados e descrições superficiais, pois “Enquanto a Chuva Caía” está longe de ser um romance clichê, muito menos se trata de um romance “hot” disfarçado. É evidente que os personagens se sentem atraídos desde o primeiro momento e, a autora deixa claro que não tem a intenção de brincar de “Oh! Eu te quero, mas não devo”.

Marina nem de longe faz o tipo puritana, nem Erick faz o tipo príncipe encantado às avessas. Marina é divertida, determinada e resiste firmemente a tudo o que já lhe aconteceu de ruim na vida. Apesar disso, ela não fica se lamentando ao longo da narrativa. Os personagens de Christine são “reais”, o envolvimento de ambos é palpável. E, é por isso que a história de Christine faz com que vibremos desde o início. 
Certos autores pecam em construir histórias onde os personagens são perfeitos demais. Por esse motivo e por tantos outros, o romance acaba por ser considerado um gênero que não transmite a realidade. Por mais que saibamos diferenciar ficção e realidade, sempre nos identificamos com histórias que consigam fazer essa ponte, e Christine M. domina esta arte como poucos.

Um dos fatores que mais me agradaram durante a leitura foi identificar elementos tão opostos dentro de uma única história. Enquanto a Chuva Caía reúne vários gêneros dentro de um único livro. Tem um pouco de tudo: mistério, suspense, drama, ação e, muito, muito romance. 

Não escondo minha paixão pelo gênero e nunca me canso de buscar novas histórias de amor, mas definitivamente Christine M. me conquistou por apresentar um romance tão bem construído. É evidente que suspiramos todas as vezes que nos deparamos com um relacionamento fofo, cheio de frases e diálogos amorosos. Mas, no caso de Christine é tudo tão diferente. Primeiramente devo dizer que me apaixonei pelas citações escolhidas na apresentação de cada capítulo, que, diga-se de passagem, são de muito bom gosto.



Quem conseguiria compor um enredo aonde teriam citações de letras de músicas interpretadas por Maria Gadú, Teatro Mágico, Ivan Lins, Djavan, Renato Russo, Nando Reis, e tantos outros artistas talentosos senão uma pessoa que tem uma sensibilidade à flor da pele? A escrita de Christine é praticamente poética. A cada parágrafo ela nos surpreende com sua escrita. 

A construção do perfil de seus personagens é outro ponto importante que devemos destacar. Cada um dos personagens tem sua importância dentro da narrativa. A história de Erick e Marina vai sendo construída com o auxílio de outros personagens secundários que possuem alguma conexão com os protagonistas.
Um dos personagens mais interessantes foi James, o melhor amigo de Marina. James sempre estivera ao lado de Marina e recebera um cargo de diretoria na empresa graças a seu talento e dedicação. 
James é o típico “galinha” que desperta o interesse de qualquer mulher. Lindo, atraente, mas nada que pudesse ameaçar o trono de Erick. Ah...Erick! Por que você é de mentirinha? Quem nunca se apaixonou por um personagem?

"Marina, não vou prometer que a gente nunca vai se perder um do outro. Alguns casais se perdem morando na mesma casa. Mas estou te dizendo que, quando eu fecho os olhos e imagino o futuro, é você que está no sofá tomando cerveja e assistindo algum jogo de basquete comigo".

O mistério que envolve os personagens é desconcertante. Christine criou uma trama cheia de segredos e que vão tornando a narrativa ainda mais tensa. A cada revelação sentimos que um fio está prestes a ser rompido e desejamos o quanto antes terminar a leitura para desvendar tais segredos. 

O final do livro é espetacular! Aliás, a palavra “espetacular” cabe perfeitamente para descrever o livro como um todo, não deixando pontas soltas e tudo terminando como esperávamos. Apesar de toda sua perfeição eu adoraria que o livro fizesse parte de uma série somente para poder acompanhar os personagens por mais tempo. Logo eu que não sou fã de séries! Enfim, dá pra notar o quanto essa história é viciante.

Agora é aguardar por outras histórias tão incríveis como esta. Que Christine M. possa lançar um, dois, mil livros pela Novo Conceito porque a partir de agora, eu juro, leio tudo que Christine escrever, até a sua lista de supermercado.
Anota aí: “Enquanto a Chuva Caía” um dos melhores livros do ano!



Título: Enquanto a chuva caía
Autor: Christine M.
Número de páginas: 288
Editora: Novo Conceito
ISBN: 9788581634470
Ano: 2014

Acompanhe a Cachola Literária pelas redes sociais
Twitter | Facebook | Instagram | Google+

Post por Zilda Peixoto

Você também pode gostar

5 comentários

  1. Amore!!!!!
    Acabei de ler uma resenha super negativa deste livro em outro blog, mas sabe que eu sinceramente achei que a resenhista em questão não sabe ler direito. Pontos negativos sem nenhum fundamento. O tipo de pessoa que parece aqueles passarinhos que acabaram de sair do ovo e precisam que a mãe traga a minhoca mastigada pra ele. Tá entendendo o que quero dizer? Precisam de livros mastigados.
    Enfim, quando postei a foto deste livro no insta, resenhistas de muita confiança elogiaram muito e disseram pra eu não só ler, como reler. Então, eu já sabia o que esperar.
    E sua resenha só confirmou isso!!!!

    Vou ler logo!!!

    Bjks

    Lelê

    ResponderExcluir
  2. Eu já queria ler esse livro, depois dessa resenha a minha vontade triplicou! Quando li a sinopse percebi que ra um bom livro, li algumas críticas também e todas falam bem do livro.
    Vou adiantar minhas leituras e ler o quanto antes Enquanto a Chuva Caía.

    bjs e parabéns pela resenha

    ResponderExcluir
  3. Oi :)

    MEU DEUS! Eu já estava louco para ler esse livro e agora que li sua resenha, me perdi de vez. Será comprado em Julho. Beijos!

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Eu tive o prazer,isto mesmo o prazer, é isso o que senti ao ler os 4 livros dessa escritora.indico a todos ,a cada página uma ansiedade pela outra,parabéns por sua resenha mostrou claramente como a Christine M ,chega até nós,,,,maravilhoso!

    ResponderExcluir
  5. Nossaa quanta informação,me deixou mais curiosa ainda para ler esse livro Zilda!!!! Adoro romances ainda mais com uma pitada de mistério, suspense, drama e ação.
    Eu também Zilda como você estou na vibe de livros nacionais,sempre são uma caixinha de surpresas,cada história magnífica :D
    Faz tempooo que não entro no seu blog e fico muito feliz que ele esteja sempre crescendo e que lay lindo e fofo é esse? A-D-O-R-E-I! Parabéns \o/
    Beijosss
    http://fomevontadeler.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita! Sua participação é muito importante.

SIGA-ME NO INSTAGRAM: @zildapeixoto