|Resenha| Eve & Adam - Michael Grant e Katherine Applegate @Novo_Conceito

segunda-feira, maio 11, 2015


Após um longo período pós-traumático causado pelo livro Como eu era antes de você optei por ler algo mais leve e descontraído e foi exatamente isso que encontrei em Eve & Adam. A ilustração da capa também foi outro ponto que me despertou a atenção. A proposta do livro é bem simples: entreter o leitor com uma leitura fácil e descontraída. Confesso que imaginei que o livro tivesse mais uma pegada científica até pelo assunto proposto, mas (felizmente) os autores não optaram por essa estratégia até porque se o livro seguisse este caminho ele se tornaria ainda mais fraco.

Não que ela seja ruim, como eu disse anteriormente, ele consegue atingir o seu objetivo que é entreter o leitor, mas existem pontos cruciais na narrativa que foram deixados de lado e, por esse motivo sinto que algo tenha sido negligenciado. A começar pelo raso aprofundamento dos personagens.


O livro é narrado pela visão dos três personagens principais. Eve é a filha da poderosa geneticista Terra Spiker, uma mulher fria e calculista que não dá a mínima para a filha. Eve por sua vez, não tem coragem de enfrentar a mãe e por conta disso, ambas não tem um convívio normal como mãe e filha. 
A relação entre as duas começa a mudar somente após o grave acidente que Eve sofre ao atravessar uma rua. Nota-se que Eve somente fora atropelada porque no momento do acidente ela estivera entretida com a posição equivocada em que a maça estava colocada numa barraca de frutas. Isso pode parecer bem estranho, porém se faz necessário para ligar a ilustração da capa do livro com a analogia que a maçã representa para a criação do mundo, além do nome dos personagens, é claro.

Eve quase perde a perna após o acidente, mas Terra Spiker decide transferi-la para a sua clínica aonde milagrosamente a sua recuperação é imediata. Entediada, Eve já não sabe o que fazer. Sua única amiga Aislin não pode se aproximar porque Terra Spiker não aprova tal amizade. Para manter a mente de Eve ocupada, sua mãe lhe recomenda o projeto Adam que visa criar o garoto ideal.

Tal proposta é tentadora tendo em vista que Eve não tem muitas sorte com garotos. Aliás, Eve é exigente demais para se aproximar de qualquer garoto. Por esse motivo talvez Eve sinta-se tão atraída com a proposta da mãe. Entre a criação de Adam e os problemas que envolvem sua amiga Aislin, Eve conhece Solo, um garoto que trabalha para sua mãe. Solo é um jovem bem misterioso. Ele acredita que a empresa de Terra Spiker está metida em algo muito errado. Decidido a dar fim a esse mistério Solo aproxima-se de Eve para revelar um grande segredo que envolve o passado de Eve.

Por conter uma escrita bem simples, Eve & Adam se torna uma leitura rápida. Não há complexidade alguma na narrativa de Michael e Katherine, na verdade faltou aprofundamento para que a história tivesse maior identificação com o gênero. Nem de longe, Eve & Adam lembra o tipo de livro que aborda a ficção científica como tema principal. Na verdade é perceptível que os autores não desejavam escrever algo do tipo e sim, fazer uma menção a questões menos abrangentes sobre ética profissional.

Os autores deixam isso bem claro quando colocam a questão da criação em questão. Eve tem a oportunidade de “brincar de Deus” sem ter a menor ideia do que realmente está por trás do projeto Adam.

Lembrei-me do paradoxo médico x monstro, apesar de que Adam está longe de tal comparação. O início do livro é um pouco lento prendendo-se apenas a descrever a personalidade de Eve e Solo, respectivamente, já que a narrativa é alternada sobre a perspectiva de cada um dos personagens. Adam surge somente para dar um gás a narrativa.

Quando a narrativa pega o embalo as coisas tendem a fluir melhor já que os autores optam por inserir um pouco mais de ação e suspense (o único problema que eles guardaram só para o final do livro). Nesse momento a história ganha um ritmo tão acelerado que desperta um interesse maior em relação à continuidade dos fatos. É possível até que você se pegue imaginando um segundo livro. Posso dizer que a leitura foi agradável dentro daquilo que o livro se propõe. 

Eve & Adam é um livro para ser lido em poucas horas, num único dia. Uma leitura leve e descontraída para um público menos exigente.



Me acompanhe também nas redes sociais: FacebookTwitterInstagramSkoobGoogle+


Sinopse: Filha única da poderosa e fria geneticista Terra Spiker, Eve fica entre a vida e a morte depois de sofrer um acidente de carro. O processo de cura no misterioso laboratório Spiker transcorre com uma rapidez impressionante, o que desperta a curiosidade da menina.
Antes que Eve estreite os laços com Solo, um rapaz que compartilha segredos com a corporação, a Dra. Spiker lhe propõe um desafio: Eve terá a chance de testar, em primeira mão, um software desenvolvido para manipular gens humanos. Ela poderá criar um namorado sob medida!
Mas brincar de Deus tem consequências, e agora Eve vai descobrir até que ponto existe perfeição.


Título: Eve & Adam
Autores: Michael Grant e Katherine Applegate
Editora: Novo Conceito
Páginas: 272

Você também pode gostar

5 comentários

  1. Sabe que esse livro é uma boa pedida pra mim agora. Depois dos livros que tenho lido nos últimos dias eu estou mesmo precisando de um livro mais leve, mas despretensioso e rápido.
    Bom para "desanuviar" minha mente.

    Adorei. Vou colocar ele pra ler logo. Vai ser extremamente útil no momento.

    Bjkssss

    Lelê

    ResponderExcluir
  2. Olá Zilda!

    Eu acho essa capa escandalosamente linda, #ProntoFalei, mas ainda não tinha nem atentado para a história... achei tão interessante sua resenha, parece ser uma leitura agradável, embora eu ache que os 'fios soltos' se tornem um empecilho para mim - está difícil encontrar um livro bem 'bolado' - mas, como você mesma salientou parece a leitura ideal para quem quer algo leve e ausente de tantas emoções... Quero ler esta estória em breve, vamos ver se consigo.

    xoxo
    Mila F.
    @camila_marcia
    www.delivroemlivro.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oi querida, tudo bem?
    Estava curiosa com o livro, mas passou asiuaisuiauauisua
    Gostei muito da resenha, muito bem escrita!!!
    Beijos.
    http://www.garotadolivro.com/

    ResponderExcluir
  4. Oie
    Apesar da capa chamar muito a minha atenção, que acho linda, essa temática não me desperta muito o interesse. Já li diversas resenhas, e fico bem curiosa pela trama. Quem sabe um dia eu leia.
    Gostei muito de sua resenha e do boneco na foto!! :D

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  5. Olá Zilda,

    Esse livro esta na minha lista de espera de leituras, não sabia muito o que esperar dele, mas sua resenha deixou bem clara a história e o que espera dela....abraço.

    http://devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita! Sua participação é muito importante.

SIGA-ME NO INSTAGRAM: @zildapeixoto