|Resenha| A menina dos olhos castanhos - Matheus Bitencourt

sexta-feira, maio 29, 2015


Há alguns dias atrás recebi o convite do autor Matheus Bitencourt para resenhar o seu primeiro livro A menina dos olhos castanhos. A primeira coisa que me despertou a atenção foi a ilustração da capa, confesso. Depois, obviamente, a sinopse que deixava no ar certo mistério. 

A menina dos olhos castanhos é um livro particularmente simples. Eu diria que tamanha simplicidade me incomodou bastante ao longo da leitura. Não que eu curta livros com linguagem rebuscada, mas certa simplicidade em colocar as palavras e, consequentemente, na construção das frases causou um desconforto bem desagradável logo nos primeiros capítulos do livro. Mas nada de desânimo, vamos seguir adiante!




Narrado em primeira pessoa o livro conta a história de Arthur ou (Art) para os íntimos. Arthur leva uma vida comum. Cursando o último ano do ensino médio, Arthur ainda não se decidira por qual faculdade cursar. Tal desânimo tem uma explicação: Arthur sente a falta de Bella, sua melhor amiga.
Na tentativa de fazer com Arthur saia do estado prostrado que se encontra, o pai o convida a viajar para passar um fim de semana na casa do avô. Arthur não tem a menor vontade de realizar esse passeio, mas este seria um bom momento para passar um fim de semana ao lado do pai, tendo em vista que, os pais de Arthur são separados e, Arthur quase não convive com o pai. 

A cidade onde seu Arthur (o avô) morava era uma cidadezinha pequena com todas suas características. Uma pracinha, uma lanchonete onde os jovens se reuniam para tomar Coca Cola e muita natureza ao redor. Aquela cidade lhe trazia boas recordações, pois ele já estivera ali algum tempo atrás na companhia de Bella e seus amigos Sam, Larissa e Henry. Todos estudavam juntos e eram muito unidos. Arthur era um menino de muita sorte. Tinha uma vida tranquila e bons amigos para lhe fazer companhia, mas era Bella a mais importante de todas. 
Arthur não conseguia tirar Bella e “a menina dos olhos castanhos” da cabeça. Arthur sonhava constantemente com a mesma menina. Ele não conseguia identificá-la em seus sonhos. Sonhar com a mesma menina passou a consumir a vida de Arthur de tal maneira que os amigos se propuseram a ajudá-lo. Todos desejavam decifrar o enigma que estaria por trás da menina dos olhos castanhos. 

Ao chegar à cidade Arthur conhece uma garota misteriosa. É durante uma conversa que Arthur começa a narrar os acontecimentos que o levaram até ali. A partir daí conhecemos um pouco sobre a vida de Arthur e os amigos. O cotidiano na escola, as conversas com sua amiga Bella e os sonhos com a tal garota dos olhos castanhos. A história passa a ser contada a partir das lembranças de Arthur. Entre o presente e o passado recente dos fatos vamos decifrando junto com Arthur as pistas para descobrir a menina dos olhos castanhos com que sonha quase todos os dias. 


Fico muito triste quando me decepciono com um livro que tinha tudo para dar certo, mas que por algum motivo tenha se perdido ao longo do caminho. A premissa do livro é boa, mas ela não se sustenta. A escrita é muito simplória, a construção dos personagens também foi outro ponto mal explorado, fora os erros ortográficos que encontrei ao longo do livro. 

Apesar de curto, levei mais tempo do que eu esperava para concluir a leitura. O autor passou muito tempo descrevendo cenas bobas e construindo diálogos rasos e desnecessários. Os sonhos de Arthur são uma verdadeira incógnita. O mistério que envolve a garota dos sonhos de Arthur é mal desenvolvido. A história não passa credibilidade, não tem força e o final do livro é decepcionante. Compreendo que o autor tentou impressionar o leitor com tal desfecho, mas confesso que fiquei muito p* da vida com a maneira como ele a utilizou. 

A menina dos olhos castanhos é um livro que aborda o valor da amizade e a força do amor verdadeiro. É um livro comum que talvez agrade aos adolescentes por conter uma linguagem simples. Certamente os leitores mais exigentes sentiram falta de algo mais que o livro não pode oferecer.



Me acompanhe também nas redes sociais: FacebookTwitterInstagramSkoobGoogle+



SINOPSE – Arthur é um adolescente que leva uma vida normal, com o dia a dia na escola, junto dos amigos, as primeiras aventuras amorosas e a descoberta do amor ao lado de sua melhor amiga. Uma menina linda, de olhos castanhos, surge frequentemente em seus sonhos, mas ao acordar ele não consegue se lembrar de seu rosto. A ideia de descobrir se ela existe realmente se torna cada vez mais forte.

Título: A Menina dos olhos castanhos
Autor: Matheus Bitencourt
ISBN: 978-85-8108-620-0
Editora: Giostri
Páginas: 160




SOBRE O AUTOR – Matheus Bitencourt é natural de Coxim – MS e vive atualmente na capital do Estado, Campo Grande. É blogueiro no Tumblr (você-lembra.tumblr.com), onde posta frases, textos e citações de sua autoria. Dando vazão à sua veia literária e inspirado por diversos filmes e livros, criou seu primeiro romance, A Menina dos Olhos Castanhos.


Você também pode gostar

2 comentários

  1. Oi Flor! Eu sou bem exigente, então não sei se ia gostar da leitura, mas gostei da premissa e achei bem legal os mistérios da obra, apesar de curtinho, não conhecia, curti o título e a capa tmbm! Ótima resenha! Beijos http://overdoselite.blogspot.com.br/2015/05/resenha-primeiro-e-unico-emily-giffin.html

    ResponderExcluir
  2. Preciso achar o livro perdi o meu e faltavam 8 paginas pra acabar e não achei online. :/

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita! Sua participação é muito importante.

SIGA-ME NO INSTAGRAM: @zildapeixoto