|Resenha| Mentirosos - E. Lockhart @editoraseguinte

segunda-feira, junho 08, 2015


Há tempos que Mentirosos ocupava um lugar na minha lista de desejados. Mas como a fila é imensa e, obviamente, ela não para de crescer, demorei a adicioná-lo a minha lista de prioridades. Um dos fatores que mais me chamavam a atenção era o fato do livro ser amado por muitos. Que mistério era esse que envolvia o grupo de amigos que recebiam o nome do livro? Por que o final do livro era considerado tão polêmico?


Bem, havia muitas perguntas a serem respondidas e, para tal era preciso deixar de lado todo o receio que me acompanhava. Eu já disse algumas vezes que fico muito receosa em relação ao burburinho que circundam muitos lançamentos. Com Mentirosos não foi diferente. Comecei a leitura com os dois pés atrás alimentando toda a minha desconfiança. Minha atenção era tanta que eu não deixava nada escapar. Apesar de concluir a leitura em poucas horas (porque a história é realmente viciante) fiquei fula da vida ao chegar ao final do livro.

Tive a sensação de ter deixado algo escapar. Não me conformo até agora. Não me perdoei por chegar ao fim do livro com aquela cara de boboca. De qualquer maneira quero parabenizar a E. Lockhart por seu talento em hipnotizar o leitor. Jhésus!!! Mentirosos é um dos livros mais brilhantes e inteligentes que conheci nos últimos tempos. 
Estou apaixonada pela sua escrita. Mentirosos poderia entrar facilmente na categoria dos 5 livros para se reler porque acredito que a cada leitura teremos uma outra visão a seu respeito. A história possui um mistério que desde o início nos prende a atenção.

Mentirosos conta a história dos Sinclair - uma tradicional família aristocrática americana. A beleza e a riqueza predominante faz com que a família seja invejada por muitos. Apesar da inabalável aparência que sustentam, a família Sinclair está em ruínas já algum tempo, mas nenhum de seus integrantes deixa transparecer o que lhes afetam. 

Durante o verão toda a família costuma se reunir em sua ilha particular próxima à costa de Massachussets. Para Cadence e seus primos esse era um dos momentos mais esperados de todos os anos. Era lá que eles passavam todos os verões juntos, anos após anos. Cadence e os primos Johnny e Mirren (juntamente com Gat – que não tinha o sangue dos Sinclair) compunham o quarteto que formavam os Mentirosos. Cada família possuía uma casa na ilha. Eram os avós Harris e Tipper que recepcionavam a família. Eles tinham três filhas: Carrie, Bess e Penny que brigavam pela fortuna do pai mesmo que ele ainda estivesse em plenos poderes de suas faculdades mentais. Além dos Mentirosos, a família Sinclair ainda contava com a presença dos pequenos Will, Liberty, Taft e Bonnie, todos primos. 


Em meio a tanta discórdia Cadence cria uma espécie de redoma invisível para que nada possa estragar o seu verão ao lado dos primos. É no verão dos oito (ela e os primos tem a mesma idade) que Cadence conhece Gat. 

Gat é bem diferente de todos os Sinclair. Sua pele morena, seu nariz longo e cabelos negros deixam transparecer sua origem e isso, faz toda a diferença. Apesar de ser o mais inteligente e, provavelmente, o mais consciente de todos os jovens isso não faz com que ele se sinta à vontade perante a situação. Gat sabe o lugar que ocupa na família. O tempo irá correr até chegarmos ao verão dos quatorze onde todos se reencontram. É a partir deste momento que Cadence sente que algo mudara entre ela e Gat. 

Aos poucos a ingenuidade dos jovens vai se esvaindo dando lugar à questionamentos mais profundos. Cadence passa a sentir a cobrança por ser a neta mais velha dos Sinclair e isso faz com que as coisas se tornem cada vez mais tensas entre as irmãs que brigam pela fortuna do pai. Mas Cadence quer preservar o momento em que está na companhia dos primos. A amizade entre os jovens é o elo que os une por tanto tempo. Juntos eles vivenciam situações corriqueiras e momentos inesquecíveis. Tudo parece imaculado quando eles estão juntos. Contudo, algo muito sério acontecera durante o verão dos quinze. Cadence sofre um acidente que lhe acarretara a perda de memória e dores insuportáveis. Uma forte enxaqueca e picos de depressão passam a lhe acompanhar ao longo do tempo. 

Por conta de todas as dores Cadence deixa de visitar a ilha durante dois anos. Agora, ela é uma pessoa estranha. Seu brilho e vivacidade de outrora deram lugar a um aspecto sombrio. Até sua aparência não é mais a mesma. Mas ainda sim, Cadence não desiste da amizade com os primos e Gat. Durante o tempo em que Cadence estivera longe, ela continua a se comunicar através de cartas com Gat e os primos Johnny e Mirren, mas eles não a respondem. Cadence não compreende o silêncio dos primos. Por que ninguém a responde? Por que Gat não a procura? O que aconteceu naquele acidente? São tantas perguntas a serem respondidas que a única maneira de saber a verdade é voltar à ilha onde os Mentirosos se reuniam. 

Posso dizer que o mistério que envolve o acidente de Cadence é um dos motivos que tornam a narrativa de E. Lockhart tão fascinante. Mas esse não é único, obviamente. A linguagem da autora possui uma estrutura diferenciada. A narrativa é quase poética intercalando frases de efeito, exemplos de contos de fadas que servem de elo para a construção de seus personagens. A cada conto apresentado conseguimos fazer uma ligação com a história dos Sinclair; além do fato de explorar alguns temas sérios e extremamente relevantes que justificam a atitude dos personagens.

É difícil falar sobre o livro sem deixar escapar algum spoiler que o comprometa. Mas apesar de parecer que contei mais o que deveria quero tranquilizá-los que jamais estragaria o barato de vocês. As informações acima são necessárias para que cada um saiba o lugar que cada personagem ocupa dentro da narrativa. Não há palavras para descrever o quanto essa história é perturbadora, no sentido literal da palavra. Como eu havia dito anteriormente o final do livro guarda toda a sua essência deixando-nos perplexos diante as revelações.


A crítica feita por E. Lockhart é outro ponto marcante do livro. A autora não poupa esforços para descrever a falta de escrúpulo da atual sociedade. A ganância e a sede de poder dos Sinclair são expostas claramente ao longo da narrativa. A temática escolhida é verossímil e faz com que reflitamos o efeito sobre as pessoas. Mesmo enfrentando dificuldades sejam elas financeiras ou não, eles não se importam. A aparência sempre fala mais alto. A altivez das irmãs e o senso que cada uma tem sobre ética e respeito é algo extremamente impactante.

Cadence é uma personagem encantadora apesar de suas máculas e defeitos. Gat com seu senso de justiça e responsabilidade social representam uma minoria. Quem, quando jovem se preocupa com o outro que não seja seu consanguíneo? Cada um dos jovens transmite uma mensagem sublinhar que pode ser facilmente percebida. Nutri uma repulsa por Penny – a mãe de Cadence que não tem tamanho. Johnny me surpreendeu ao longo da narrativa e Mirren é uma graça. Queria abraçar cada um deles com toda a minha força. É comovente como a amizade deles é construída e parece inabalada apesar dos pesares.

Fiquei encantada com a maneira com que a autora os descreveu. Isso é ou não é poesia pura e simples?

“Johnny é estalo, iniciativa e sarcasmo.
Mirren é açúcar, curiosidade e chuva.
Gat era todo contemplação e entusiasmo. Ambição e café forte.”

Mentirosos é um livro marcante. Daqueles que você passará muito tempo se perguntando: Como? Por quê?  Mas entre tantos questionamentos você terá uma única certeza: você não sairá ileso desta leitura. E. Lockhart possui uma maneira única de escrever. Com um jeito forte ela nos descreve um mundo cada vez mais ávido por dinheiro e poder. Isso é perceptível desde o início da narrativa. Aqui, os valores éticos e morais são expostos  e questionados a todo o momento. Não há como não se posicionar. 

Ainda estou perplexa com o desfecho da narrativa. Fiquei tão surpresa que passei um tempo absorvendo as informações. Sabe aquela vontade de sair gritando pra todo mundo: Leiam! Leiam! Leiam! Então, é exatamente assim que me senti ao término do livro. Tinha que falar a respeito, trocar ideias com quem já tinha lido o livro. Por isso, já que não gritei o suficiente, estou aqui para recomendar a todos a leitura deste livro maravilhoso. 

Mentirosos é um livro emocionante e indiscutivelmente bem escrito. Intenso, fascinante, encantador. Certamente irá ocupar um lugar especial na sua estante.


Me acompanhe também nas redes sociais: FacebookTwitterInstagramSkoobGoogle+




Sinopse: Cadence vem de uma família rica, chefiada por um patriarca que possui uma ilha particular no Cabo Cod, onde a família toda passa o verão. Cadence, seus primos Johnny e Mirren e o amigo Gat (os quatro "Mentirosos") são inseparáveis desde os oito anos. Durante o verão de seus quinze anos, porém, Cadence sofre um misterioso acidente. Ela passa os próximos dois anos em um período conturbado, com amnésia, fortes dores de cabeça e muitos analgésicos, tentando juntar as lembranças sobre o que aconteceu.




Título: Mentirosos
Autor: E. Lockhart
ISBN: 9788565765480
Ano: 2014
Páginas: 272
Editora: Seguinte




Você também pode gostar

4 comentários

  1. Oi Amiga!
    sabe que eu tenho os mesmos questionamentos que vc tinha antes da leitura, e assim como vc tenho muita vontade de ler, mas ainda não o coloquei como prioridade.
    Mas agora lendo sua resenha, uauu, fiquei mega curiosa para ler o livro e mais curiosa ainda para saber o final. pelos seus comentários parece ser um livro fantástico!!
    Vou me organizar para lê-lo logo!

    Bela resenha!!
    Super beijo!

    ResponderExcluir
  2. Zilda, Zilda,
    Como vc demorou para ler esse livro! Nem acredito, merece uns tabefes... Esse livro foi uma das melhores leituras do ano passado. Fascinante, eu li ainda na prova do livro e sofri que nem uma condenada porque poucos tinham lido e, sim, fiquei com essa cara de boba com aquele final... Que livro mais genial, como a escritora enganou todos nós... tô besta. Hahaha

    É um de meus livros favoritos, sem mais...

    Amei sua resenha

    xoxo
    Mila F.
    @camila_marcia
    www.delivroemlivro.com.br/
    www.devaneiosfugazes.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oi Zilda, fico impressionada como este livro está agradando as pessoas, mas eu mesma não tenho muita vontade de conhecer, apesar de não descartar a leitura totalmente.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  4. Eu só vejo gente falando coisas boas desse livro e estou super empolgada pra ler, quero ir meio que sem saber muito pra me surpreender mas adorei saber que você também gostou, acho que não vou me decepcionar ^^

    Sorriso Espontâneo

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita! Sua participação é muito importante.

SIGA-ME NO INSTAGRAM: @zildapeixoto