|Resenha| O homem perfeito - Vanessa Bosso @Novo_Conceito

sábado, julho 04, 2015


Foi dada a largada! As férias estão chegando e isso significa muito tempo para se dedicar as leituras. Pensando nisso resolvi me arriscar em participar de uma maratona literária. Essa é a minha primeira maratona e confesso que estou um pouco tensa. Sempre desejei participar de um projeto como esse, mas achava as regras e os desafios sempre tão chatos.


Essa coisa de ler em tempo recorde ou ler livros de gêneros que eu normalmente não leria não me agrada nem um pouco. Mas não seria esse o propósito? Mas eu não curto. Tudo parece tão forçado e a leitura que era para ser um momento de prazer, em muitos casos, acaba se tornando uma obrigação. Definitivamente pra mim não rola. Eu tenho que sentir prazer, me identificar, ter o poder de escolher algo que me agrade, e foi pensando nisso que me aventurei em participar da maratona literária organizada pelos igs @amorentrelivros @serenacabulosa e @leitoremfoco . Eu queria participar de algo que me desse essa abertura e por isso optei por essa maratona. Na verdade decidi participar da maratona aos 45 do segundo tempo. Escolhi rapidamente os livros e fiz a inscrição. Agora é deixar a leitura fluir e não desanimar. #torçampormim #ALMF2015

A ideia é compartilharmos nossas leituras e impressões sobre cada uma das provas que deverão ser realizadas no período de 4 de julho à 3 agosto, ou seja, são 30 dias para realizarmos as nove provas propostas pelo grupo. E o primeiro desafio é escolher um livro de capa rosa ou verde. 

Eu tenho vários livros na minha estante com as respectivas cores, mas optei por escolher um livro de capa rosa e, o livro escolhido foi O Homem Perfeito, da autora Vanessa Bosso publicado recentemente pela editora Novo Conceito. A escolha foi simples. Eu gostei da capa, a sinopse era atraente e, na verdade eu queria começar a maratona com uma leitura leve e descontraída. Até o momento não tinha lido nenhuma opinião a respeito do livro, apesar de conhecer o sucesso que a autora faz nas redes sociais. Ainda bem que não li nada sobre o livro, pois dessa forma pude me entregar ao inesperado sem criar muitas expectativas.

Já no primeiro capítulo tive a certeza de ter o escolhido o livro certo. Eu nunca tinha lido nenhum outro livro da autora e não tinha ideia de quanto Vanessa é talentosa. Gente, que livro engraçado! Que escrita deliciosa, uma narrativa fluída, personagens apaixonantes, uma linguagem de fácil entendimento, bem jovial mesmo. Quem vê o título, logo de cara, imagina que o livro seja bem mulherzinha, aquele chick-lit cheio de clichês e, ele é realmente tudo isso. Contudo, isso não o deprecia em nada, pelo contrário, Vanessa soube conduzir muito bem a narrativa num ritmo de tirar o fôlego de qualquer leitor. 

A protagonista Melina é muito engraçada e completamente louca. Mel está à beira de completar 30 anos e todos seus relacionamentos acabaram em fracasso. Mel só atraí homem vigarista e mulherengo. No final é sempre a mesma coisa: Mel sendo traída e fadada a relacionamentos fracassados. O seu último relacionamento resulta em uma justa causa, já que seu atual namorado é o seu chefe. Mel descobre mais uma vez que foi traída, só que dessa vez ela decide revidar à altura agredindo fisicamente seu ex- namorado/chefe. Agora, sem namorado, sem dinheiro e emprego a única coisa que lhe resta é voltar a morar com o pai e os avós em Paraty.

Isso significa uma verdadeira reviravolta já que Mel foi embora de Paraty há 10 anos e, desde então, passou a morar na grande São Paulo com sua amiga Nanie. Mas sem grana Mel não tem muita escolha. O grande problema é que Mel não imaginava reencontrar seu ex-namorado Ben morando na mesma cidade e, para completar o desastre, noivo de sua arquirrival Samantha, uma patricinha insuportável com quem nutre uma inimizade desde os tempos da escola. Vocês já conseguem imaginar que vem confusão por aí. E confusão é praticamente o codinome de Mel.

A última lembrança que Mel tem de Ben era quando eles ainda namoravam. Ben era apenas um adolescente magrelo, cheio de espinhas e que usava um óculos fundo de garrafa. Dez anos se passaram para que Ben mudasse completamente. Agora, Ben era um homem grande, alto, de olhos verdes sem os óculos fundo de garrafa, gentil, gostoso e encantador; ou seja, o homem perfeito para Mel (e para metade da população mundial né!) Pelo amor de Deus, Vanessa! Em que você se inspirou para criar Ben? 


Estou completamente apaixonada por Ben, mas devo confessar que foi Mel que ganhou meu coração primeiramente. Morri de rir com suas trapalhadas. Foi muito fácil se identificar com Mel. Ela é uma mulher impulsiva, estabanada e muito leal. Aliás, as conversas de Mel e Nanie já mereciam um livro por si só. A amizade entre as duas é um dos pontos fortes da narrativa. Seus diálogos são de deixar o maxilar doendo de tanto rir. Os conflitos existenciais de Mel são palpáveis nos permitindo compreender o motivo pelo qual ela não consegue levar seus relacionamentos a frente. 

Outra coisa que me fez amar o livro foi poder conhecer a cidade de Paraty sob o ponto de vista da autora. Vanessa descreve cenários lindos nos deixando maravilhados com tanta beleza. Depois de ler o livro já marquei os lugares que quero conhecer em Paraty. Dessa maneira conseguimos nos transportar para o ambiente narrado, conseguimos nos identificar com os conflitos vividos por Mel, e isso se deve à maneira como ela conduz à narrativa. É legal reconhecer um amadurecimento por parte de Mel já que muitos autores acabam perdendo a medida em livros do gênero. Apesar de sua vida está virada de cabeça pra baixo, Mel não se deixa abater. Ela reconhece suas limitações, não se faz de mocinha indefesa e isso faz toda a diferença para que a narrativa flua naturalmente.

A história de Mel é tão divertida e possui uma energia tão boa que já fiquei imaginando o livro sendo adaptado para as telonas. Ah!! Seria muito engraçado! 

O livro possui uma diagramação muito fofa. É engraçado identificar os atributos necessários que um homem deve possuir para se tornar “o homem perfeito” para Mel. Concordo plenamente em gênero, número e grau.


Estou muito feliz em ter escolhido esse livro para iniciar a minha maratona de leitura. Diverti-me muito, ri que nem uma doida em plena madrugada já que iniciei a leitura um pouco depois da duas da manhã. A leitura é tão gostosa e viciante que só larguei o livro às 5:20. Queria mais, muito mais de Ben, Mel, Nanie e Guilherme. Foi uma delícia! Não dá pra negar que Vanessa Bosso nasceu para isso: para escrever lindamente, divertir e encantar seus leitores.

Depois dessa experiência quero me aventurar a conhecer outros livros da autora. E espero me encantar ainda mais pelo seu trabalho. Aí vai uma dica para àqueles que desejam ler um livro leve e descontraído e, só para retificar, é um livro nacional tá! Mais um bom motivo para conhecer o livro. Tem muita gente boa escrevendo por aqui e Vanessa  Bosso é uma delas. O homem perfeito é um livro muito bem escrito e que leva cinco estrelas facilmente já que cinco é o padrão, mas poderia levar 11,35,42...uma constelação inteira para Vanessa Bosso pois ela merece!


Me acompanhe também nas redes sociais: Facebook ♥ Twitter ♥ Instagram ♥ Skoob ♥ Google+



Sinopse: Melina teve alguns relacionamentos ruins, outros péssimos... Mesmo assim, ela não desiste: um dia ainda vai encontrar alguém que a complete e que entenda algumas manias fofas que ela tem como comprar mais sapatos do que pode guardar ou tomar uma multa ou outra por excesso de velocidade. Ela faz a sua parte escrevendo um pedido ao universo, no qual descreve esse ser incrível nos mínimos detalhes. Agora é só esperar, certo? Melina não imagina, porém, que esse presente dos céus já existe, mas foi parar nos braços de uma mulher in-su-por-tá-vel. O que fazer quando o destino insiste em brincar com a sua paciência?


Título: O Homem Perfeito
Autora: Vanessa Bosso
Páginas: 222
Editora: Novo Conceito


Você também pode gostar

3 comentários

  1. own que resenha lindaaaaaaaaaaa
    fiquei chocada quero muito ler
    bezo
    http://www.guriabunita.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Eu tenho esse livro, mas acredita que ainda não li Zilda? Pura descuido... aff
    agora fiquei com vontade de ler.

    xoxo
    Mila F.

    ResponderExcluir
  3. Zilda, amei sua resenha! Nossa, fiquei emocionada aqui!!!!

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita! Sua participação é muito importante.

SIGA-ME NO INSTAGRAM: @zildapeixoto