|Resenha| Mar da Tranquilidade - Katja Millay - @editoraarqueiro

sexta-feira, agosto 14, 2015


Depois de um tempo longe dos livros do gênero New Adult eis que me surpreendo com essa preciosidade chamada Mar da Tranquilidade, livro de estreia da autora Katja Millay. Eleito como um dos melhores livros de ficção em 2013 pelo School Library Journal - Mar da Tranquilidade faz jus ao prêmio. 


Do início ao fim Katja Millay constrói uma narrativa envolvente, com uma temática forte e personagens envoltos em situações dramáticas. Aliás, devo ressaltar que o livro foi muito além das minhas expectativas, tendo em vista, a avalanche de livros do gênero que foram lançados nos últimos tempos. É comum nos depararmos com histórias clichês e superficiais em meio a tantos livros, mas Mar da Tranquilidade seguiu um caminho completamente diferente.

O romance de Katja se destaca por sua maturidade em descrever personagens com tanta segurança apesar de todas as dificuldades que cada um enfrenta ao longo da narrativa. Não tem essa de “mimimi” entre dois jovens que se sentem atraídos, mas que não sabem lidar com os hormônios. Aqui, os protagonistas Josh e Nastya passaram por situações bem difíceis em suas vidas para perderem o seu tempo com frivolidades e paixões tempestuosas. 


A trama é iniciada com a mudança de Nastya para Flórida onde irá morar com sua tia Margot. Nastya está tentando recomeçar a sua vida após uma grande tragédia. Aos 15 anos de idade Nastya sofre um trauma terrível e, por isso, saiu da cidade onde mora com a família para viver com a tia. Agora, aos 17 anos de idade, Nastya é uma jovem cheia de amargura e revolta. E não é para menos já que todos os seus sonhos lhe foram arrancados com tanta crueldade.

Nastya tem um temperamento forte. Ela é arredia, mal humorada e não dá a mínima para o que os outros pensem a seu respeito. Ela faz de tudo para parecer uma vadia e, por muitas vezes, ela quase consegue convencer. Voltar ao ensino médio numa nova escola é um dos grandes desafios e para Nastya isso se tornará ainda mais complicado já que ela não fala desde a tragédia. O que Nastya mas deseja é se tornar invisível aos olhos alheios, mas graças a sua aparência isso pode se tornar algo impossível.

Enquanto Nastya se esforça para ser invisível, Josh Bennett não faz esforço algum. Josh é um jovem de 17 anos que já passou por perdas e situações tão difíceis quanto Nastya. Josh acostumou-se a perder a todos que ama e, isso o levou a se tornar um rapaz triste. O único a permanecer ao seu lado é Drew, seu amigo inseparável. 
Drew é o típico garoto galinha que não pode faltar a uma história. É graças a ele que a história toma um rumo um pouco mais leve quando a dramaticidade dos fatos tende a levar a narrativa para um lado mais denso. A sua semelhança com um “Ken” foi extremamente adequada, pois não há como imaginá-lo de outra maneira. A imagem do garoto popular garanhão faz todo o sentido.

Em contrapartida Josh é um jovem lindo, gostoso, gentil, atraente, cavalheiro, cheio de qualidades ultra fenomenais. Josh arranca suspiros incontroláveis do início ao fim. Por viver sozinho já algum tempo Josh não se deixa envolver com ninguém verdadeiramente. Obviamente, após Josh conhecer Nastya o destino trabalhará a favor dessa união. O único problema é que Nastya tem um segredo muito sério e talvez, ele não esteja preparado para tamanha revelação.

Eu fiquei extremamente encantada com a narrativa de Katja. Mar da Tranquilidade é um romance tão maduro com problemáticas e situações tão reais que fico sem palavras para descrever tamanha grandeza. A autora nos apresenta uma história particularmente triste, já que os personagens possuem uma vida destruída por conta de suas tragédias particulares. Mas o que mais me chamou a atenção foi a maneira como ela conduziu a narrativa. É de se esperar que a “pegação” entre os personagens seja uma das marcas predominantes neste tipo de narrativa, mas é aí que Katja surpreende o leitor. Sua história possui um conteúdo bem elaborado deixando claro que a intenção é destacar o crescimento de cada um dos personagens. Cada um precisa de um novo rumo. Nastya precisa ser salva, assim como Josh, mas ambos precisam ser salvos de si mesmo.

Ainda que Nastya seja uma jovem problemática não dá para dizer que ela esteja errada perante suas escolhas. É totalmente plausível e aceitável o seu comportamento caso, o leitor entenda a complexidade envolvida.

Fiquei apaixonada por Josh. Ele é realmente tudo o que idealizamos num personagem. É válido destacar, mais uma vez, a construção do caráter do personagem. Mesmo sendo GGG (gato, gentil e gostoso) a autora decidiu levar sua história a outro patamar. Os diálogos são ricos em conteúdo ainda que protagonizados por dois jovens provando-nos que esse livro não deve ser comparado a nenhum outro livro do gênero.

Apesar de tantos elogios há de frisar que o início da narrativa alongou-se demais em alguns aspectos. Talvez, não fosse necessário tamanho enfoque na apresentação de Nastya. Em alguns momentos torna-se um pouco repetitivo a descrição das ações da personagem. É bom ressaltar que isso não comprometeu em nada o desenvolvimento da narrativa. É apenas um detalhe que não deixei passar.
Termino essa resenha com a sensação de que falei mais do que devia, mas é praticamente impossível não se derreter por essa história.

Mar da Tranquilidade é um dos melhores livros do gênero New Adult. Um livro com uma temática forte que impressionará o leitor desde o primeiro capítulo. Espero em breve conhecer outros romances da autora, pois, daqui por diante, ela conquista merecidamente um lugar especial na minha estante.




Me acompanhe também nas redes sociais: Facebook ♥ Twitter ♥ Instagram ♥ Skoob ♥ Google+


Sinopse: Nastya Kashnikov foi privada daquilo que mais amava e perdeu sua voz e a própria identidade. Agora, dois anos e meio depois, ela se muda para outra cidade, determinada a manter seu passado em segredo e a não deixar ninguém se aproximar. Mas seus planos vão por água abaixo quando encontra um garoto que parece tão antissocial quanto ela. É como se Josh Bennett tivesse um campo de força ao seu redor. Ninguém se aproxima dele, e isso faz com que Nastya fique intrigada, inexplicavelmente atraída por ele. A história de Josh não é segredo para ninguém. Todas as pessoas que ele amou foram arrancadas prematuramente de sua vida. Agora, aos 17 anos, não restou ninguém. Quando o seu nome é sinônimo de morte, é natural que todos o deixem em paz. Todos menos seu melhor amigo e Nastya, que aos poucos vai se introduzindo em todos os aspectos de sua vida. À medida que a inegável atração entre os dois fica mais forte, Josh começa a questionar se algum dia descobrirá os segredos que Nastya esconde – ou se é isso mesmo que ele quer.

Título: Mar da Tranqulidade
ISBN: 9788580413250
Autor(a): Katja Millay
Tradução: Carolina Alfaro
Editora: Arqueiro
Ano: 2014
Páginas: 368 

Você também pode gostar

2 comentários

  1. Olá Zilda,

    Esse livro está na minha lista de desejados, só leio resenhas positivas em relação a ele e minha curiosidade só aumenta, gosto bastante da capa e espero ler futuramente....bjs.

    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita! Sua participação é muito importante.

SIGA-ME NO INSTAGRAM: @zildapeixoto