|Resenha| Para Continuar- Felipe Colbert @Novo_Conceito

terça-feira, outubro 06, 2015


Hoje é dia de literatura nacional, bebê! Dia de prestigiar mais um autor talentoso desse nosso Brasil! Vem com tudo, Felipe Colbert!

Há pouco terminei a leitura do livro Para Continuar e ainda me sinto confusa ou seria perdidamente apaixonada pela escrita do autor? Fico até envergonhada em admitir que até o momento eu não tenha lido nenhuma de suas obras, tendo em vista que não Felipe não é nenhum iniciante mo mercado editorial.
Felipe Colbert já escreveu Belleville, outro livro publicado pela editora Novo Conceito, assim como A última Nota em parceria com a querida Lu Piras, Ponto Cego A Entrevista Ininterrupta ,todos publicados publicados pela editora Novo Século. Para saber mais sobre o autor e suas respectivas obras acesse o site (felipecolbert.com.br)


A primeira coisa que me chamou a atenção foi a belíssima capa e, provavelmente, eu não seja a única que se apaixonou pelo livro sem ao menos saber do que se tratava a leitura. A sinopse em si não revela muita coisa. Só sabemos que existe um mistério relacionados à protagonista Ayako e as “luminárias japonesas” localizadas no porão da loja em que ela e seu avô Ojii-san residem. Paralelo a isso, temos o despertar de um sentimento profundo e verdadeiro entre a Ayako e o jovem Leonardo. 

Para Continuar é um romance muito diferente daqueles que estamos acostumados. Com toda sua originalidade Felipe Colbert descreve de forma simples, delicada e singela um romance que nos fará refletir sobre a força do sentimento que une duas pessoas.

O povo oriental sempre me encantou. Seus costumes, a sua relação com a fé, a sua seriedade e o respeito para com os mais velhos, a música, a culinária (uma das minhas favoritas), entre outros fatores que me fazem admirá-la ainda mais. Tudo isso fez com que eu me interessasse ainda mais por essa obra. Contudo, eu não imaginava encontrar tantas referências ao longo da leitura. Aliás, quero parabenizar o autor por apresentar de maneira tão rica essa cultura tão maravilhosa.

Dentro dessa temática somos apresentados ao protagonista Leonardo que não conhecia muita coisa sobre esse povo até conhecer Ayako Miyake – “a menina dos olhos de mangá”. Leonardo e Ayako se encontram pela primeira vez dentro de um vagão do metrô de São Paulo quando Leonardo está a caminho da faculdade. 

Leonardo não consegue desviar os olhos de Ayako, mas devido a sua timidez ele não consegue se aproximar da jovem oriental. A timidez de Leonardo é o menor dos seus problemas, tendo em vista que o rapaz sofre de uma doença rara descoberta aos 12 anos de idade. Leonardo sofre de cardiomiopatia dilatada idiopática: uma insuficiência no coração que dificulta o bombeamento sanguíneo. Aos 20 anos de idade Leonardo leva uma vida um tanto monótona, sem muitas emoções devido à gravidade de sua doença. Contudo, desde que Leonardo avistou Ayako, ele sabia que sua vida jamais seria a mesma.

Ayako é uma jovem tão tímida quanto Leonardo, mas ao contrário do rapaz Ayako possui diversas responsabilidades. Ayako vive com o avô Ojii-san numa loja de luminárias localizada no bairro da Liberdade conhecido como o maior reduto da comunidade japonesa no país.

Seu avô Ojii-san é também tutor do jovem Ho, um rapaz muito inquieto que sofre com um tipo de distúrbio mental. Ho tem um papel muito importante na trama já que ele nutre um amor platônico por Ayako, contudo, Ayako o enxerga como uma criança e, na verdade, ele acaba agindo como tal. 

Ayako sofreu muito ao longo de sua vida, mas o carinho e dedicação de seu avô a fizeram entender que não devemos desperdiçar as chances de ser feliz que a vida nos reserva. Depois que ela e Leonardo se esbarram no metrô Ayako sente que algo em sua vida também está prestes a mudar. O único problema é que Ayako esconde um segredo sobre as lanternas que estão escondidas no porão da loja em que reside e trabalha. Somente ela e o avô tem conhecimento sobre as luminárias e a aproximação de Leonardo poderá colocar tudo isso em risco. 

Alheio aos perigos que o cercam Leonardo não consegue ficar longe de Ayako. Por isso, imaginemos que ele será capaz de tudo para conquistar o amor da jovem japonesa. É no bairro da Liberdade que toda a história se desenrola. O leitor poderá conhecer um pouco mais sobre a cultura e o costume do local graças à narrativa minuciosa de Felipe Colbert. 

A simbologia das lanternas orientais é um dos pontos mais interessantes dessa história. O autor conseguiu construir um enredo mágico tornando a narrativa muito peculiar. Ainda que saibamos que se trata de pura fantasia é impossível não se emocionar com a magia que envolve Leonardo e Ayako. A simplicidade e humildade de Ojii-san são admiráveis. A ingenuidade de Ho é comovente. E o que dizer do carinho e devotamento dos pais de Leonardo após tanto sofrimento por consequência da doença do filho. 

Para Continuar é um daqueles livros que nos encanta pela sua simplicidade. A escrita de Felipe é belíssima, pura, angelical. Construir uma narrativa tão intensa e ao mesmo tempo tão simples e singela o diferencia dos demais autores que se arriscam no gênero. 

É engraçado que eu não me encantei com o livro de imediato. Quem me acompanha pelas redes sociais sabe que eu fiquei até um pouco irritada com a sua dinâmica. Leonardo me dava nos nervos. Eu tive vontade de socá-lo diversas vezes tamanha sua infantilidade. Coisa de menino mimado, Mas vai lá, o cara tinha a morte à sua espreita. Mas ainda sim, demorei a aceitá-lo. Ainda bem que, mesmo dando tanto ” piti”, o sarcasmo com que encarava seus problemas equilibrava um pouco as coisas.

Felizmente pra amenizar o mau humor de Leonardo surge Penken – o melhor amigo de Léo. O que seria de Leonardo se não fosse o molejo de seu amigo. O carinha não ia se aguentar de tanta chatice. Mas quem realmente fez meu coração ficar pequenino e apertado foi Ho. É triste e melancólico ver o amor que ele nutre por Ayako. Achei de uma delicadeza extrema a maneira como Felipe o moldou. Sua ingenuidade e insegurança são tocantes.

Um dia gostaria de ter a oportunidade conhecer o bairro da Liberdade para ver de perto tudo que o autor apresenta ao longo das páginas.


Esse livro é especial em todos os sentidos. A diagramação é outro ponto positivo e que enche nossos olhos com tanta beleza. A editora Novo Conceito como sempre caprichando em todos os detalhes.

Recomendo o livro a todos que curtam romances singelos que fogem das frivolidades. Para Continuar é um livro que nos permite mergulhar dentro de uma cultura milenar que se baseia no encontro das almas. Estou completamente encantada com essa leitura. Bom mesmo é saber que algo em mim foi transformado após ter concluído essa leitura. Não há como sair ileso diante tanta beleza. Um livro com uma história doce e marcante que deixa aquele gostinho de quero mais.

Felipe, quando sai o próximo livro?


Me acompanhe também nas redes sociais: Facebook ♥ Twitter ♥ Instagram ♥ Skoob ♥ Google+



Sinopse: Envolver-se com a jovem Ayako é a oportunidade perfeita para Leonardo César esquecer a sua vida tediosa e perigosamente limitada, tudo por culpa do seu coração defeituoso. Enquanto isso, com a ajuda de seu avô, Ayako tem a difícil missão de manter inacessível um porão de dimensões que vão além da loja de luminárias que ela gerencia, repleto de milhares de lanternas orientais, cujo mistério envolve os habitantes do bairro da Liberdade. A partir dos crescentes encontros entre Leonardo e Ayako, uma nova lanterna surgirá para os dois. Eles terão que protegê-la com afinco, ou tudo que construíram juntos poderá desaparecer a qualquer momento. O que ninguém conseguiria prever é que Ho, um jovem chinês também apaixonado por Ayako, colocaria em risco o futuro desse objeto. E com ele, o sentimento mais importante que dois seres humanos já experimentaram.

Título: Para Continuar
Autor: Felipe Colbert
Editora: Novo Conceito
Selo: Novas Páginas
Gênero: Fantasia / Romance
Páginas: 224

Você também pode gostar

5 comentários

  1. Olá Zilda,

    Tenho lido nos blogs bons comentários sobre esse livro e isso tem me motivado a ler... porque eu não conheço nada do autor, mas ele é bem falado.
    Eu solicitei esse livro por conta dessa capa linda e achei interessante uma história 'meio oriental', sou praticamente 'ignorante' sobre essa cultura e acho que é sempre bom aprender então solicitei o livro.

    xoxo
    Mila F.
    @camila_marcia
    www.delivroemlivro.com.br/

    ResponderExcluir
  2. OI amiga!
    Tenho visto todo mundo falando bem deste livro, parece ser uma história encantadora. Que capa linda.

    bjss
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Eu amei a sua resenha, eu já li esse livro e ele é maravilhoso! Um dos meus favoritos! <3
    Mil Beijos!
    http://pensamentosdeumageminiana.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi Zilda!

    Eu achei mega interessante o enredo, concordo que é bem original, sai um pouco do lugar comum e bem, eu amo o bairro Liberdade! rsrsrsrsrs Fico feliz por mais um autor brasileiro se dar bem!

    Parabéns pela resenha!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante



    ResponderExcluir
  5. Nunca li nada do Felipe, mas parece bem interessante. A capa é linda também!
    Adorei a resenha!

    Visite meu blog
    virandoamor.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita! Sua participação é muito importante.

SIGA-ME NO INSTAGRAM: @zildapeixoto