|Resenha| O Acordo (Amores Improváveis #1) – Elle Kennedy

sexta-feira, outubro 14, 2016


Meu Deus! Que livro f*d@! Gente, desculpa aí, mas não tem outro jeito de descrever esse livro. Há tempos que eu não me derretia tanto por um livro. Quem acompanha o blog sabe o quanto eu AMO livros do gênero New Adult e, que se o livro corresponde as minhas expectativas eu saio desembestada pra compartilhar com vocês e, com O Acordo não foi diferente. 

Desde que li as primeiras páginas do livro fui para as redes sociais declarar todo o meu por Elle Kennedy. Eu AMEI tudo. Os personagens são incríveis e completamente apaixonantes. O enredo? Fabuloso; com tudo que tem direito; uma boa dose dramática, personagens críveis, uma narrativa fluída e muita pegada (alô,mulherada de plantão). 

O engraçado é que o livro chegou em minhas mãos através de um convite feito pela editora Paralela (que não sou parceira, ok), de qualquer forma, recebi o convite para conhecer o segundo livro da série Amores Improváveis, no caso O Erro – recentemente lançado pela editora. Mas o convite dava abertura para optar pelo primeiro livro, então não pensei duas vezes e optei por ler O Acordo. Felizmente uma decisão muito acertada, apesar de desejar mais do que tudo ter o segundo livro em mãos assim que terminei o primeiro. 

Caramba! O Acordo é aquele típico livro que você imagina um milhão de coisas positivas assim que você o toca. Uma capa linda e uma promessa de enredo viciante e, é exatamente isso que você encontrará. 



O universo escolhido é a universidade. Alguns aspectos da narrativa são bem comuns e possivelmente você irá dizer: _Aaahh! Eu já li sobre isso. Uma mocinha que se apaixona pelo cara gostosão. Mas espera aí! Nada de sair por aí tirando conclusões precipitadas a respeito. O livro possui diversos elementos comuns encontrados em qualquer livro do gênero, mas a grande diferença é que nesse caso a autora escreve com tamanha simplicidade que nos envolve instantaneamente. 

O livro irá abordar o estupro e a violência doméstica como temas centrais. Apesar de tudo, a autora não tratou os assuntos de maneira pesada que provavelmente muitos irão imaginar. Os temas são apresentados com uma certa leveza, eu diria que até com certa despretensão para que a narrativa não se tornasse densa. 

Hannah passou por um trauma muito grande ainda na adolescência e por conta disso teve que enfrentar todos os seus medos com muita determinação. A cidade aonde morava lhe trazia recordações dolorosas que só a atormentavam. A maneira encontrada foi sair da cidadezinha pequena para cursar a universidade num lugar bem distante de tudo, inclusive de seus pais, que infelizmente tiveram que ficar pois não havia outro saída.
Depois de passar por uma barra tão pesada, a única coisa que Hannah não imaginava é que ela se apaixonaria por um atleta, precisamente um jogador de futebol americano. O carinha nunca notou Hannah, mas mesmo assim ela não consegue conter a euforia toda vez em que ele se aproxima, mas o problema é que Hannah não tem o menor jeito. Ela teve apenas dois namorados e o último resolveu abandoná-la devido aos problemas que ela enfrentava. 

Hannah cursa música, tira boas notas e isso é que a destaca dos demais alunos da turma e foi exatamente na matéria de Ética que Hannah gabaritou a prova enquanto a maioria da turma amargava notas bem abaixo da média. Entre eles está Garrett, o cara mais delicioso de todos, querido e cobiçado por todas as garotas do colégio.

Garrett é o capitão do time de hóquei e pra continuar com seu projeto de se tornar um jogador da liga profissional, ele precisa recuperar a sua nota na prova. É aí que entra Hannah. O cara passa a perseguir Hannah para que ela lhe dê aulas particulares, mas Hannah não dá a mínima, pelo contrário, ela odeia o tipo que Garrett representa. Mas o cara é persistente e não larga o osso até conseguir o que ele quer. 
Acostumado a ser bajulado e perseguido por todas as garotas do campus, Garrett não conhece ninguém que já tenha dito não para ele. Por esse motivo ele passa a perseguir Hannah até que ele consiga chamar a sua atenção.  Com o tempo Hannah percebe que Garrett não é nada daquilo que ela imaginara e, uma improvável amizade entre uma aluna de música e um jogador de hóquei definirá o futuro de ambos. 

Uma das coisas mais legais do livro é o sentimento de união que existe entre os personagens. A galera do hóquei composta por Garrett e seus quatro amigos e, do outro lado, os amigos de curso de Hannah destacam a importância da lealdade e cumplicidade que os unem. O que torna a narrativa tão crível é justamente imaginar que você possivelmente já julgou alguém por sua aparência ou pela galera com quem anda. Apesar de Garrett possuir características comuns descritas em personagens que protagonizam livros do gênero, não dá pra dizer que ele é só mais um. Ele faz o tipo gostosão, convencido e tal, mas por outro lado ele é doce, respeitoso, sensível e muito responsável. Tem todo o jeitão bad, mas não deixa de flertar com seu lado mais sensível para que todos saibam que os esteriótipos só servem para rotular as pessoas. 

O relacionamento de Garrett com o pai é outro ponto a ser destacado. Garrett cresceu odiando o pai que também fora jogador de hóquei e, por esse motivo teve que lidar com toda a pressão que seu pai fizera ao longo dos anos. Garrett é muito diferente do pai e, nesse ponto fiquei muito impressionada com a delicadeza da autora em criar situações tão críveis e repletas de emoção. 

Hannah também é uma personagem incrível. Apesar de toda bad que enfrentara ela não se deixou amargurar. Hannah é inteligente, sarcástica na medida certa, decidida, forte eu diria, ainda que as circunstâncias não sejam favoráveis. Ela é a mocinha que todo leitor idealiza. Ela corre atrás dos seus sonhos, mas não fica se lamuriando pelos tropeços da vida. Confesso que por um breve momento imaginei que a autora não conseguisse sustentar a história. Felizmente, Elle Kennedy provou que sabe segurar a nossa atenção e conhece todas as artimanhas para fazer o leitor se apaixonar por seus personagens. 

Avaliando o livro como um todo é possível notar vários elementos previsíveis ao longo de toda narrativa, mas isso não faz com que a história perca seu prestígio. Elle conduziu a história com leveza dosando bem a dramaticidade. É muito chato quando os personagens sentem atração, tem uma química legal, mas o autor cisma em fazer da mocinha uma "virgem imaculada". O Acordo segue a linha oposta. Garrett e Hannah flertam abertamente, sentem e lidam com os sentimentos como esperamos que eles lidem. É gostoso acompanhar a evolução e amadurecimento desse relacionamento.

A narrativa vai fluindo naturalmente e quando você percebe o livro já terminou deixando aquela sensação de prazer e encantamento no ar. Como eu disse anteriormente, a editora Paralela já lançou O Erro - segundo livro da série, e possivelmente irá lançar todos os demais protagonizados por cada um dos amigos de Garrett. (já posso morrer de alegria!)

Bem quero enfatizar: quem é fã do gênero TEM QUE LER esse livro e, pra quem ainda não se rendeu ao new adult não sabe o que está perdendo. O Acordo leva cinco estrelas, um coraçãozinho para a galeria de favoritos e o título de queridinho do ano.

O Acordo: sexy, leve, divertido e altamente VICIANTE!



Hannah Wells finalmente encontrou alguém que a interessasse. Mas, embora seja autoconfiante em vários outros aspectos da vida, carrega nas costas uma bagagem e tanto quando o assunto é sexo e sedução. Não vai ter jeito: ela vai ter que sair da zona de conforto Mesmo que isso signifique dar aulas particulares para o infantil, irritante e convencido capitão do time de hóquei, em troca de um encontro de mentirinha.Tudo o que Garrett Graham quer é se formar para poder jogar hóquei profissional. Mas suas notas cada vez mais baixas estão ameaçando arruinar tudo aquilo pelo qual tanto se dedicou. Se ajudar uma garota linda e sarcástica a fazer ciúmes em outro cara puder garantir sua vaga no time, ele topa. Mas o que era apenas uma troca de favores entre dois opostos acaba se tornando uma amizade inesperada. Até que um beijo faz com que Hannah e Garret precisem repensar os termos de seu acordo.

Título: O acordo (livro 01)
Série: Amores improváveis
Autor: Elle Kennedy (@ElleKennedy)
Editora: Paralela
Páginas: 360
Tradução: Juliana Romeiro

Você também pode gostar

1 comentários

  1. eu to doida para ler! doida mesmo! é um livro com um enredo que muito me atrai!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita! Sua participação é muito importante.

SIGA-ME NO INSTAGRAM: @zildapeixoto