|Resenha|| Tardes Sensuais - Vários Autores @univdoslivros

quinta-feira, janeiro 19, 2017


Cinco contos inflamados de paixão e desejo. Cinco histórias que irão mexer com sua cabeça e lhe despertar sensações inebriantes. Cinco autores nacionais que irão seduzir você. Nesta coletânea, reunimos Mila Wander, Nana Pauvolih, S. Miller, Danilo Barbosa e Janaina Rico, que extrapolam os limites da sensualidade em seus contos repletos de ousadia e volúpia, instigando o leitor a saborear-se a cada página com enredos e personagens incrivelmente envolventes. Aqui, situações rotineiras do dia a dia, como uma aula na faculdade, um chá entre amigas ou até mesmo um simples passeio, adquirem novos significados e são vistos sob um novo olhar, com gemidos entremeados, promessas de sedução e nenhum pudor.


Tardes Sensuais estava na minha lista de desejados já há algum tempo e por diversos motivos. Em primeiro lugar, estamos falando de um dos meus gêneros favoritos: o conto. O único problema é que me apego fácil aos personagens, a trama em geral e, sabemos que por ser uma narrativa curta, isso não dá muito certo. No entanto, ao ler Tardes Sensuais tive a impressão que li cinco livros tamanha a genialidade e talento dos autores envolvidos. Todos os contos foram muito bem escritos, apesar de ter escolhido apenas dois deles como favoritos. Foi o meu primeiro contato com a maioria deles. Só conhecia a escrita de S.Miller; que resenhei recentemente aqui no blog com seu livro Profano ( leia a resenha aqui). 

Fui com muita sede ao pote e felizmente minha sede foi saciada. Já nas primeiras páginas nos deliciamos com uma introdução bem convidativa escrita pela a organizadora Gracielle Rattes.

O primeiro conto é um dos meus favoritos e, arrisco dizer que possui a melhor escrita. Danilo, que talento! Que narrativa incrível. Fiquei completamente encantada com o jogo das palavras, a sensualidade  à flor da pele, a volúpia, a sexualidade tão crua e visceral. Simplesmente formidável. Esse foi meu primeiro contato com a escrita do autor e, sinceramente, sinto até vergonha de admitir isso, já que o autor já publicou diversos livros. Danilo é conhecido por transitar entre os gêneros e encantar os leitores com seu estilo. Agora, posso dizer que faço parte do seu fã-clube.

Em Palavras & Gemidos Danilo nos apresenta a história de Marina, uma professora que se fechou para o mundo após a morte de seu marido. O único momento em que Marina deixa aflorar toda sua sensualidade é durante suas aulas de Literatura. Todos os alunos a cobiçam, mas Marina é austera, fria e como tal, acabou recebendo o apelido de Rainha do Gelo. O único que consegue romper essa barreira é o faxineiro da faculdade em que Marina leciona. Eduardo Simas é um homem com H enorme e bem maiúsculo. Assim como Marina, Eduardo sonha em um dia encontrar alguém que lhe faça perder os sentidos, que o complete verdadeiramente. Marina e Eduardo são puro desejo e o que posso adiantar é que os dois juntos são pura combustão.

O que mais me fascinou foi a maneira como Danilo construiu esse relacionamento. Por mais que ambos estivessem envolvidos, tudo foi acontecendo lentamente. Cada palavra e texto proferido pelos personagens era como se fosse um orgasmo a ser anunciado. O desejo era latente,mas nem por isso, ambos se entregaram sem antes flertar com muita sensualidade. Aliás, esse conto é, sem sombra de dúvidas, o mais sensual. Um conto para deixar o leitor de boa seca e pernas trêmulas. O conto é dividido em quatro capítulos, por isso, nada de euforia, meus queridos. A sedução é peça fundamental para que a narrativa corresponda a suas expectativas.

Os fãs do gênero irão adorar cada palavra, cada cena. É uma história totalmente palpável. Danilo Barbosa se despiu de qualquer pudor para dar vida aos seus personagens tornando assim sua narrativa ainda mais febril e atraente. Depois de experimentar e degustar cada uma de suas palavras não vejo a hora de conhecer suas demais obras. Escolhi um único trecho para representar essa formidável experiência.

"Transformando verso em gemidos, prosa em gozo."

Em Um café da tarde Janaina Rico nos brinda com algo bem mais leve. Ainda bem, já que Danilo arrancou nossas calcinhas pela cabeça. Janaina nos contará a história de Renata, uma jovem jornalista que está cansada de fazer reportagens bobas sobre bolos e artesanato. Renata imaginara algo bem diferente para sua vida. Seu sonho era conhecer o mundo, cobrir guerras, mas o que lhe restara era somente trabalhar num programinha de baixa audiência. Mas os dias de tédio estavam contados já que Renata decidira tomar outro rumo na vida. 
Em seu último dia no emprego Renata têm que entrevistar Daniel Braga, um famoso chef confeiteiro, mas a caminho do trabalho ela acaba se envolvendo num acidente de trânsito. Alguém bate na traseira de seu CrossFox laranja e Renata vai à loucura já que ela o chama carinhosamente de "meu bebê". O carinha gostosão que bateu em seu carro tenta acalmá-la, mas Renata não têm tempo para paqueras, muito menos desculpas já que o tal confeiteiro avesso à celebridade lhe aguarda. Ao chegar ao Braga's Cake Design adivinhem quem é o tal confeiteiro? Se você respondeu - o mesmo carinha gostosão que bateu em seu carro - ponto pra você. Coincidências à parte, Renata têm a oportunidade de provar todos os quitutes e guloseimas que Daniel têm lhe apresentar. 

Apesar de toda previsibilidade e perceber um toque de chick-lit durante toda a leitura posso dizer que curti a narrativa de Janaina. Esse é um conto leve, ainda que o conteúdo erótico esteja presente ao longo da narrativa. Gostei dos personagens, mas confesso que esperava muito mais de Daniel. Apesar de toda sua habilidade na cozinha, no quesito "macho alfa" eu lhe daria apenas 4 estrelas. Espero em breve ter a oportunidade de conhecer mais sobre a autora. 

O conto Enquanto eu te vigiava de Mila Wander foi o mais surreal, o mais louco e divertido de todos. Estou até agora tentando digerir sua história. Não que eu não tenha curtido, mas foi a forma como as coisas se desenrolaram que me deixou um pouco receosa. Mila nos apresenta a história de Samantha Marques, uma paparazzo completamente sem noção que tinha a tarefa de seguir todos os passos de Higor Matheus, um ator galã de novela. HM (porque eu me recuso a falar esse nome). Aliás, quero enfatizar meu total repúdio a escolha dos nomes dos personagens. Achei tão brega, mas enfim. Samantha passa o dia inteiro vigiando Higor. É justamente num dia desses que Samantha nota algo errado. A casa de HM está sendo assaltada e o quê ela faz? Chama a polícia? Nãooo. Ela decide cobrir a matéria. Samantha não pode perder o furo de reportagem. Sendo assim, ela entra na casa do galã para avisá-lo do perigo. O problema é que a ingênua e burra Samantha, só falando assim mesmo, é capturada pelos ladrões.

Samantha e HM são confinados no porão da casa. Durante esse tempo, ambos que até o momento nunca se deram bem, terão bastante tempo para colocar o papo em dia. Bem, daí pra frente é conteúdo restrito para maiores de 18 anos, bem estilo novela das onze da Globo.

Eu gostei muito do jeito maluco e meio psicopata de Samantha, mas HM soou meio falso. Talvez por não aceitar que ninguém em sã consciência, na hora de um sequestro tido como refém queira passar o tempo transando. Isso foi demais até para a minha mente libertina. Enfim, vale lembrar que estamos falando de uma situação hipotética. Se levarmos a situação apresentada ao pé da letra fica difícil mesmo. De qualquer forma quero conhecer outros trabalhos da autora. Há pouco tempo adquiri o tão bem falado "O Safado do 105". Será que essa pegada louca é a marca registrada de Mila Wander?

Em Tarde doce como algodão-doce Nana Pauvolih nos brinda com o conto mais doce de todos. O título do conto é totalmente adequado e eu diria mais. Minha glicose foi na alturas com tanta doçura. Brincadeiras à parte, esse conto é um agrado para os leitores mais românticos, àqueles que buscam uma história que intercalam sensualidade e romantismo. Esse foi o conto mais extenso. Em certos momentos tive a impressão de estar lendo um livro. Nana têm um estilo todo peculiar e único de escrever. O perfil psicológico de seus personagens são muito bem explorados; assim o leitor consegue se conectar com a história mais facilmente. O conto é apresentado em cinco capítulos.

Nana conta a história de Catarina, uma jovem mulher que há cinco anos se separou do marido. Catarina vivia uma vida muito agitada, sempre preocupada com os contratos e clientes já que era advogada. Tinha o sonho de casar e ter filhos. Mas a realidade é que após anos de casada, Catarina percebeu que o marido não tinha os mesmos planos. A traição do marido foi apenas o estopim para que Catarina mudasse completamente seu estilo de vida. Agora, Catarina deseja viver a vida pausadamente, aproveitando o que de melhor ela pode lhe oferecer, sem amarras e cobranças.

É durante um passeio pelo centro da cidade do Rio de Janeiro com sua afilhada Mel e sua melhor amiga Liana que Catarina conhece o marinheiro de pele morena e olhos negros como de um índio, o sargento Davy Cortez. 
Catarina não consegue tirar os olhos de Davy e ambos sentem-se atraídos imediatamente. Logo, ele pede seu telefone e Catarina se vê diante de uma situação incomum. Logo ela que jamais imaginara flertar assim com alguém e, consequentemente, desejar ir pra cama com um desconhecido. Catarina decide arriscar e vai ao encontro de Davy em seu apartamento em Niterói. Para os afoitos de plantão eu sinto lhes dizer que vocês deverão se contentar com alguns flertes. Aliás, essa é grande sacada do conto. Nana nos apresenta uma personagem inicialmente insegura, mas que aos poucos vai se descobrindo. 

Uma das coisas mais interessantes foi a troca dos personagens já que ambos fazem parte de uma cultura regional bem diferente. Catarina é carioca, filha única, rica e gosta de luxo. Já Davy é um home simples, teve uma infância difícil ao lado dos irmãos, é de família grande, vive longe do filho e carrega uma mágoa bem grande de sua ex-esposa.
Tanto Catarina quanto Davy estão passando por uma fase de adaptação e ambos decidem que já é hora de viver uma nova vida.

Como eu disse anteriormente, Nana fez de seu conto algo além do esperado. Estamos falando de uma narrativa completa, carregada de sentimentos. Um conto que poderia se tornar facilmente um livro. Sexo? Ah, sim, têm também. E se você têm tara por homens fardados esse é um bom motivo para adorar esse conto. Espero ler em breve alguma obra da autora, pois imagino que isso é apenas uma prévia do quão incrível é a sua escrita.

"Quem imagina que entre croissants, macarons, ambrosias e pães, também disponibilizamos orgasmos, felicidade e muito tesão em tardes de diversão?

Já começo destacando o conto de S. Miller com esse trecho magnífico. 

Em Tabu, prazer e reencontros S. Miller prova mais uma vez porque é considerada uma das melhores autoras do gênero. Esse é um dos contos mais ousados no que diz respeito à sua mensagem. Nesse conto iremos conhecer a história de quatro senhoras (porque nossas anfitriãs têm mais de sessenta anos). Tá bom pra você? 
Juntas, Miranda, Victoria, Cassie e Graciele fundaram o Taboo, um casa de luxo feita para mulheres realizarem seus desejos mais sórdidos. O clube é localizado no andar de cima da Boulangerie & Pâtisserie J'adore Paris, um local refinado aonde os clientes experimentam e compram os mais diversos tipos de doces, pães, biscoitos, tortas e bolos. Se no andar de baixo os clientes experimentam tal guloseimas, quem imaginaria que no andar de cima seria o sexo o prato principal? No Taboo as mulheres das mais diversas classes sociais e idades se rendem aos seus fetiches, prazeres e sensações. Todo e qualquer desejo é permitido e realizado, com total discrição. Dividido em três pisos, as clientes podem realizar seus desejos mais insanos. 

O conto é uma verdadeira aula sobre sexualidade. S.Miller nos apresenta diferentes formas de prazer ao longo de toda narrativa. Esse é o grande diferencial e nele podemos refletir sobre como o sexo na terceira ou 'melhor' idade é visto e encarado. Confesso que nunca o enxerguei dessa forma, mas é bem provável que muitos indivíduos enxerguem o assunto como um tabu. Aliás, o pique e a disposição dessas quatro mulheres é admirável. É deixar qualquer novinha no chão.

Os rapazes intitulados como 'CLASSE A' também são espetaculares. Deixarão os rapazes e as garotas totalmente enlouquecidos. E o mais legal no conto é a ideia de plenitude e felicidade que a autora tenta passar ao longo da leitura. 

É engraçado que depois de tanta sacanagem a gente ainda consiga suspirar com aquele desfecho, mas essa é a graça da coisa. É o que faz a gente amar tanto as histórias criadas pela autora. Esse conto esbanja sensualidade e levanta uma questão muito relevante em relação ao preconceito do sexo na melhor idade. É um conto sobre liberdade, aceitação, sobre mulheres fortes e determinadas que convivem muito bem com seus desejos. Um conto inspirador e muito, muito hot. 

Enfim, começamos o livro Tardes Sensuais com o ardente conto de Danilo Barbosa para findá-lo com toda a maestria de S.Miller. Meus dois contos favoritos. Quero recomendar o livro a todos. Cada conto têm a sua particularidade e cada um explora o poder de sensualidade da mulher. É apenas uma questão de gosto, de empatia. Mas uma coisa é indiscutível: todos os autores são muito talentosos. Estão todos de parabéns. 
Tardes Sensuais é um ótimo livro e deixa a marca de um melhores livros do gênero. Feito para apreciar e devorar.



Me acompanhe também nas redes sociais: 

SOBRE OS AUTORES:

Danilo Barbosa foi eleito autor revelação de 2015 por um dos blogs literários mais influentes do país após a publicação do seu primeiro romance Arma de Vingança, pela editora Universo dos Livros, recebendo, inclusive, uma extensa resenha no conceituado jornal inglês The Guardian. Este livro e os contos que publicou no seu ano de estreia como autor entraram na lista de e-books mais vendidos de acordo com a Revista Veja e, em pouco tempo de carreira, ele já conquistou uma legião de fãs, sendo um dos autores mais comentados em redes sociais.


Janaina Rico ganhou os prêmios "Identidade literária" e "Codex de Ouro". Criou a campanha Eu leio Brasil. É autora dos romances: "Ser Clara", "Apimentando", "Cartas para um pai".



Mila Wander nasceu em Recife, onde mora atualmente com seu marido. Formada em Pedagogia pela UFPE, é professora do Ensino Fundamental. Apaixonada por literatura, começou a escrever por hobby. Empolgou-se com o ofício após a publicação de seu primeiro livro, Meu Conselheiro de Luz, em 2012, e, principalmente, por causa do sucesso proporcionado pelas ferramentas virtuais de autopublicação. Em 2014, seu romance erótico, O Safado do 105, lançado pela Editora Planeta, conquistou mais de 4 milhões de leituras na plataforma digital Wattpad, um feito para uma autora nacional. Além desses dois livros, ela também é autora de Dominados, publicado pela editora Qualis, e da famosa trilogia Despedida de Solteira, que é um dos maiores best-sellers da Amazon.


Nana Pauvolih é carioca e graduada em História.No final do ano de 2012 resolveu compartilhar trechos de um de seus livros na web, obtendo grande sucesso e atraindo muitos leitores, levando assim ao surgimento de seu primeiro livro lançado por uma editora tradicional: A Coleira. Desde então lançou variados ebooks, sempre com um alto teor de sensualidade e erotismo.Considerada como autora best-seller da Amazon/Kindle, em 2015 fez sua estreia no selo Fábrica231 da Editora Rocco com a Trilogia Redenção.


S. Miller passou pela faculdade de Medicina, mas se encantou mesmo pela Administração; hoje é empresária bem-sucedida no ramo do marketing e apaixonada pela escrita. Seu primeiro livro - "De Repente O Destino", publicado pela editora Multifoco figurou na lista de mais vendidos da Amazon por meses. O livro "Indomável" foi para a Revista Veja como Best-Seller em menos de 24 horas de vendas, e já atingiu 1 milhão de leituras na Amazon em apenas sete meses. É dela também os romances de sucesso "De Repente A Obsessão" e "Indomável Coração", este último, escrito em parceria com a autora Juliana Mendes, livro que já figurou a lista da Revista Veja e entre os mais vendidos da Amazon. Recentemente lançou o conto "Tabu, Prazer e Reencontros", integrante do livro "Tardes Sensuais", que será lançado oficialmente na Bienal do Livro de São Paulo 2016, pela editora Universo dos Livros. Os direitos de publicação dos livros "Indomável" e "Indomável Coração" acabam de ser passados para a casa editorial Astral, uma das maiores e bem-sucedidas editoras do Brasil.



FICHA TÉCNICA
Título: Tardes Sensuais
Gênero: Contos Eróticos
Páginas: 244
Onde comprar: SaraivaAmazon

Você também pode gostar

0 comentários

Obrigada pela visita! Sua participação é muito importante.

SIGA-ME NO INSTAGRAM: @zildapeixoto