Leituras do Mês | Março (2017) Só teve coisa boa!!!

quinta-feira, abril 06, 2017


Oi,oi pessoal! Tudo bem com vocês? 

Hoje estou aqui para compartilhar com vocês as minhas leituras do mês de março. Tenho lido em média 6 livros por mês. Apesar do número pequeno, foram leituras incríveis que corresponderam todas as minhas expectativas. Gostaria de ter lido mais livros, mas o mês de março foi bem corrido. 


Foi o mês do meu aniversário (dia 15 e sim, ainda estou aceitando presentes e mensagens de felicitações..hahaha). Nos primeiros dias do mês fiquei meio que estagnada. Não conseguia ler nada. Estava numa bad total, sofrendo de uma ressaca literária das brabas e a chegada de mais uma primavera me deixou um pouco desanimada. Por esse motivo levei quase duas semanas para pegar o embalo nas leituras. Somente após o dia 17 que engatei, de verdade, no primeiro livro. A coisa começou a fluir depois que iniciei a leitura de Princesa de Papel. Aí, meu bem, daí pra frente foi só alegria.

Agora, chega de papo furado e vamos ao que interessa.


O primeiro livro lido do mês foi 7 dias com você da autora Aline Sant'Ana. Até o momento eu não conhecia o trabalho da autora. Foi através do Kindle que, mais uma vez, pude conhecer mais uma brilhante escritora nacional. Fiquei completamente apaixonada pela escrita da autora. 7 dias com você é um romance maravilhoso e muito bem escrito. Um romance daqueles que aquecem a alma e que nos cativam por sua simplicidade e personagens apaixonantes. 

A premissa do livro é bem interessante já que o cenário que acolhe o casal de protagonista é um cruzeiro erótico. Carter é um astro de uma banda de rock que está passando por uma fossa desde que se separou de sua ex-mulher. Para tentar aliviar as tensões de Carter, seus amigos lhe presenteiam com uma viagem de 7 dias a bordo do Heart on Fire. Erin é uma modelo internacional linda e famosa. Cansada de só se envolver com os caras errados, ela aceita o convite de sua melhor amiga Lua para uma viagem no mesmo cruzeiro erótico que Carter e seus amigos embarcarão. Já dá pra imaginar que os dois vão se pegar nessa história. Carter e Erin viverão experiências únicas e muito sensuais num período de 7 dias. Contudo esse relacionamento está fadado ao fracasso por um motivo simples, na verdade, eu diria bobo. Mas Aline soube perfeitamente amarrar os fatos e conduzir a narrativa de forma brilhante.

7 Dias com Você é um livro lindo, encantador do início ao fim. Erin e Carter são um casal apaixonante. Aline Sant'Ana criou uma história crível, protagonizada por um casal adorável e apaixonante. Os diálogos são inteligentes e cheios de humor. Uma atmosfera cheia de sedução e que se destaca por sua originalidade. Esse livro é apenas o primeiro volume de uma série que promete ainda surpreender os leitores. Estou louca para conhecer a história protagonizada pelos outros integrantes da banda que já deram uma boa noção do que podemos esperar dos demais livros. 


Princesa de Papel - Erin Watt 


Eu surtei com essa história. Pirei completamente. Me vi numa situação muito difícil e confusa: não sabia se amava ou odiava o livro. Os protagonistas ou os personagens secundários? Ou eu odiava o enredo? Ou eu amava tudo e desejava o quanto antes a continuação? Bem, dá pra perceber que Princesa de Papel é um livro polêmico que desperta inúmeras sensações e questionamentos ao longo da leitura.

Quando soube que a Planeta iria lançá-lo fiquei em estado de alerta. Já tinha muita gente falando superbem do livro e assim que o recebi tratei logo de devorá-lo. Eita, história arretada essa, viu! O típico new adult de raiz, daqueles que te faz perder a fome, o sono, o sossego, tamanha aflição. A premissa não é tão inovadora assim, mas a maneira como ele foi narrado e as situações retratadas é que o tornam especial. O livro vai contar a história de Ella, uma jovem que aprendeu a se virar sozinha depois de passar por situações bem difíceis ao longo da sua vida. Ella trabalha como stripper, apesar de não ter orgulho de sua atual ocupação. Mas Ella não tinha muita opção. Ella teve que se virar para pagar as contas e ter um teto pra morar. Após a morte da mãe a única coisa que Ella deseja é terminar os estudos e ter um emprego decente que lhe permita pagar as contas.

Ella não chegou a conhecer o pai. Ella só toma conhecimento da sua identidade verdadeira quando Callum Royal, seu atual tutor a encontra em sua cidade. Ella não recebe a notícia muito bem já que não imaginava que seu pai fosse uma pessoa milionária. Eu falei milhões! Já dá pra imaginar a reviravolta na vida dessa garota. O problema é que com o bônus vem o ônus né. Callum leva Ella pra morar com ele e sua família. Callum é pai de cinco garotos, aliás Homens, dignos de admiração. Resumidamente, Ella vai passar poucas e boas nas mãos desses carinhas mimados, prepotentes, rudes e arrogantes. Um breve perfil dos Royals. Reed é o pior deles e aquele que será o pivô do caos na vida de Ella. Preparem-se para cenas bem quentes, diálogos ácidos, muito machismo, doses exorbitantes de autoritarismo e cenas polêmicas.

Como eu disse anteriormente, Princesa de Papel é um livro que desperta sensações diferentes e conflitantes. Ou você ama ou odeia. É oito ou oitenta. Não que o livro seja ruim, pelo contrário, ele é incrível. O problema (ou solução a meu ver) foi abordar questões polêmicas em seu conteúdo, como por exemplo, a questão do abuso sexual. Teve muita gente que odiou justamente por isso, mas foi exatamente por causa da escolha e posicionamento da autora que eu o favoritei e o recomendo a todos que curtam o gênero new adult.

Princesa de Papel é um livro com um tema forte. Apesar de todos os personagens possuírem pouca idade, a carga emocional é densa. Erin Watt utiliza-se de elementos comuns do gênero para criar uma história visceral que absorve todas nossas energias. É uma leitura fluída, mas como eu disse anteriormente, é uma leitura com temas complexos.
O livro é narrado em primeira pessoa e isso o torna ainda mais interessante, pois dessa forma conseguimos enxergar as coisas sobre o ponto de visto de Ella. Ela sabe que há algo de muito errado com essa família, que existe algo que os perturba e faz com que eles se comportem como tal. São tantos os conflitos, os sentimentos contraditórios, ora uma aversão à atitude dos garotos, outrora um sentimento de pena. Ella é uma personagem decididamente admirável, a mais forte que eu já conheci nos últimos tempos. Gostei do seu amadurecimento e de como ela se encaixa no enredo. De fato, os garotos Royals são a cereja do bolo, o jeito como eles lidam com suas conquistas, a relação de amizade, união e lealdade que os une; é tudo muito intenso.



Amor Imenso - Penelope Ward


Penelope Ward é muito conhecida por seus romances eróticos e quando soube que a Planeta iria lançar esse livro no Brasil já fiquei empolgadinha. Quem me acompanha sabe que adoro esse tipo de livro e por esse motivo eu não podia perder essa oportunidade, ainda que eu nunca tivesse lido nada da autora. Ai, que vergonha. Como alguém que diz amar um gênero nunca leu nada da diva poderosa do gênero? É vergonhoso, eu sei. O fato é que Amor Imenso entrou para a lista de favoritos do ano e da vida, e de toda a eternidade. Nunca imaginei ler algo tão encantador, tão simples, tão singelo. Isso mesmo, singelo. Não tem sexo por sexo, atração boba e fútil, narrativa superficial. Penelope Ward estraçalha nosso coração com uma linda história de amor, entrega e superação.

Amélia e Justin eram amigos desde a infância. Amélia morava com a mãe, mas por conta do trabalho ela vivia mais na casa da avó que, também tomava conta de Justin enquanto seus pais trabalhavam. Justin morava na casa ao lado e logo, ele e Amélia se tornaram grandes amigos. Quando adolescentes eles não se desgrudavam. Amélia e Justin tinham uma conexão muito forte, mas após um desentendimento, Amelia acaba partindo sem dar explicações e vai morar com o pai. 
Anos irão se passar para que Justin e Amélia se reencontrem. A avó de Amélia deixa a casa aonde ambos cresceram como herança para os dois. Amélia se surpreende com Justin, agora bem mais maduro e com uma aparência digna de um deus grego. A única coisa que Amélia não contava é que a presença de Justin pudesse lhe causar tamanho desconforto mesmo após tantos anos. A atração entre os dois é latente, mas Justin ainda está muito magoado com Amélia. E para piorar a situação tem Jade, a sua atual namorada. Justin, Jade e Amélia terão que dividir a casa e aprender a conviver juntos, ou seja, vem muita treta pela frente.

Ao longo da história Penelope nos apresenta alguns flashback. A partir deles passamos a compreender alguns detalhes importantes da história. Além desse recurso, podemos dizer que a história de Justin e Amélia é narrada em dois verões. O primeiro aonde os personagens são apresentados. Acompanhamos as inúmeras investidas de Amélia na tentativa de se reaproximar de Justin que nem sempre serão bem recebidas. Somente na segunda fase do livro, pode-se dizer assim, a história toma outro rumo e ganha de vez nosso coração. Meu Deus do céu, quanto tiro, diga-se perfeição. Amor Imenso possui uma história tão intensa, tão fofa, tão maravilhosa que a gente corre o risco de ser redundante, de dizer que o livro é M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-O em caixa alta sim, porque não basta dizer que a história é fofa, deliciosa, arrebatadora.

Penelope criou uma história crível, com personagens incríveis em uma trama real e envolvente. Amélia e Justin protagonizam cenas de tirar o fôlego, trocam diálogos inteligentes, sarcásticos, bem humorados. 
Pode ir se preparando para fortes emoções e depois me digam se existem ou não motivos para tanta empolgação.



O Jogo (Amores Improváveis - Livro3) Elle Kennedy


Ai, meu Deus! Não sei nem por onde começar. Toda vez que começo a escrever, pensar, falar nessa série eu perco o prumo, a razão, o discernimento do que é realidade ou ficção porque é sério, eu não tenho palavras para dizer o quanto O Jogo mexeu com meus sentimentos. Desde que li  O Acordo, primeiro livro da série eu venho dizendo que ninguém, eu disse ninguém, conseguiu superar Elle Kennedy no quesito perfeição. Lembrando que Belo Desastre, Travis e os irmãos Maddox ocupam um lugar de destaque no meu coração, viu! Mas Elle Kennedy nos escraviza, faz qualquer leitor perder a cabeça toda vez que começamos a ler um dos seus livros. Dean e Allie dão uma surra de simpatia, espontaneidade, carisma ao longo de toda a narrativa. É o melhor casal progonista da série, sem sombra de dúvidas. Posso dizer que O Jogo é o livro mais hot dessa série e quando eu digo quente, meus amigos, quer dizer que o bagulho é doido. Pressão pura, combustão na certa. 

Allie e Dean irão protagonizar cenas quentes com direito a diálogos igualmente fofos. Isso pode soar bem esquisito, tendo em vista a relação que os dois estabelecem desde o início da narrativa. Dean é o cara mais pegador de todos da universidade e Allie sabe muito bem disso. Mas após terminar com o namorado ela vai fazer de tudo para se manter longe do ex, até se envolver com o cara mais safado de todos. Allie pede ajuda à Hannah, sua melhor amiga( lembram da Hannah, lá de O Acordo?). Pois bem, Allie vai se hospedar na casa de Garrett (meu crush master até surgir Dean) por um fim de semana. 
Todos viajaram, deixando Dean sozinho na casa para suas aventuras sexuais. Allie cai de paraquedas na casa de Dean justamente durante um momento em que ele recebe duas amiguinhas para uma festinha particular, se é que vocês me entendem?
Daí pra frente Dean e Allie começam a se conhecer e trocar saliva e experiências. Tudo assim, de sopetão. Allie tá na merda por causa do ex e Dean, solícito, se coloca a disposição para ajudar Allie. 

Meninas e meninos de plantão, vocês estão preparados para o que vem a seguir? Não? Pois estejam. Dean vai tirá-los da zona de conforto. O Jogo nos faz refletir sobre como julgamos as pessoas somente por conveniência, por simples preconceito. Allie é uma personagem encantadora, adorável, aquele tipo de mocinha que gostaríamos de ver em todos os romances. Forte, destemida, totalmente desinibida porque já estamos cansados de virgens pudicas.

Elle Kennedy nos apresenta uma história muito divertida sobre duas pessoas que encaram os relacionamentos de uma forma muito diferente. Allie e Dean são apaixonantes, carismáticos, divertidos e adoráveis. O Jogo é um livro que vai te deixar com a boca seca, de queixo caído, completamente enfeitiçado. Amores Improváveis é uma série que recomendo a todos que desejam iniciar no gênero new adult pela sua leveza, dinamismo e fluidez. 



O Garoto do Sonho - Erick Mafra


Esse foi um livro que me surpreendeu. Não imaginei que iria gostar tanto. Todo mundo sabe que minha experiência com os Youtubers não tem sido bem positiva, por conta disso, resolvi não me aventurar mais nesse tipo de literatura. Até que um belo dia, resolvi aceitar o convite da agência Lilian Comunica para ler o livro em questão. Confesso que boa parte disso devo à campanha massiva feita pela minha filha de 10 anos. Samara disse que eu tinha que conhecer o tal garoto do sonho, aquele que dizia que devemos amar infinito. Oi? Amar infinito? Que merda é essa? Pensei: -Ah, já sei! Lá vem mais um querendo explorar esse mercado editorial tão vasto e democrático. Pois bem, comecei a ler o livro sem esperar NADA em troca. Quebrei a cara. Mordi a língua. Me ferrei e paguei de preconceituosa desnecessariamente.

O Garoto do Sonho é um livro lindo, com uma mensagem linda sobre amar e ser amado. Com um projeto gráfico incrível o leitor vai sendo hipnotizado a cada página virada. A história é bem curtinha, porém inspiradora e muito reflexiva. 
Erick Mafra nos apresenta uma proposta diferente e inovadora de contar uma história. Erick é Eryn, um anjo, ou apenas um ser iluminado que surge nos sonhos da jovem Maria Clara. Assim como toda adolescente Maria Clara se questiona bastante e tem muita dúvidas em relação à sua existência. Mas é ao presenciar um acidente durante um passeio pelo quarteirão de sua casa que ela passa a questionar certas situações.

É durante o sono que Maria Clara conhece Eryn, o garoto de cabelos coloridos que lembra a cor do céu. Eryn lhe apresenta a Nova Cultura, uma forma diferente de ver o mundo e as coisas que lhe rodeiam. Maria Clara terá a oportunidade de enxergar o mundo de uma forma diferente e terá uma missão muito importante durante esse percurso.

Eu nunca li nada parecido. O Garoto do Sonho é uma viagem, no sentido literal e figurado da palavra. Eu diria que é praticamente uma viagem psicodélica. É uma história muito louca dado os elementos utilizados para compor a história. Confesso que achei esquisito e doido e estranho e confuso. Sei lá, fiquei me questionando se era aquilo mesmo que eu estava entendendo. É um livro com uma proposta diferente que, somente quem comprar a ideia, conseguirá apreciá-lo verdadeiramente.

O Garoto do Sonho é uma verdadeira obra de arte. Um livro totalmente visual, com ilustrações lindas ao longo de toda a narrativa. Tudo nesse livro foi pensado com muito cuidado. Da fonte às ilustrações. É como uma experiência extrassensorial. Um livro que trabalha praticamente com todos os sentidos. O enredo é envolvente, o trabalho gráfico é deslumbrante, os personagens cativantes, ou seja, um livro para ser apreciado do início ao fim. 



A maravilha das pequenas coisas - Dawn French


Escolhi o livro primeiramente por causa do título. Achei bacana, atraente e a sinopse dava uma ideia de história leve, engraçada. Agora, convenhamos, o título não nos remete a um livro de autoajuda? Ah..tenho certeza que você pensou a mesma coisa. AMDPC possui uma narrativa simples e personagens igualmente simplórios. O livro descreve a anormalidade de uma família muito louca. 

Ma tem 49 anos, é psiquiatra infantil e está passando por uma crise existencial, ou melhor dizendo, a tão conhecida crise da meia idade. 
Dora tem 17 anos e odeia a mãe com todas as forças, algo bem comum, já que a maioria dos adolescentes odeiam os pais nessa fase. Eles sempre estão revoltados e insatisfeitos com o mundo. Dora é mal humorada e não lida muito bem com a própria imagem já que se acha sempre gorda.
Oscar tem 16 anos e seu nome verdadeiro na verdade é Peter, que por sinal ele odeia. Extremamente inteligente e sarcástico, Oscar é um tipo de jovem muito diferente dos demais. Ele faz questão de expor suas ideias e toda sua sofisticação. Oscar é um bom irmão e faz de tudo para ajudar Dora, a quem ele carinhosamente chama de "desesperada", "devastadora" entre outros adjetivos encantadores.
A família não estaria completa se não tivesse uma avó, aqui representada por Pamela, mãe de Ma. Pamela é a figura emblemática da avó querida, aquela que faz todas as vontade dos netos, um grande elo da família Battle.

Narrado pelo ponto de vista de Dora, Oscar e Ma vamos acompanhando a vida dessa família e aos poucos vamos nos apegando a cada um deles. A família Battle é uma espécie de "A grande família", aquela mesmo da Dona Nenê, do Augustinho e do seu Lineu; com suas peculiaridades é claro, mas é um bom exemplo do que o leitor vai encontrar.
É um livro delicioso, com uma narrativa que intercala situações cômicas até as mais angustiantes, tudo com leveza e simplicidade. Em breve sai resenha dele no blog porque pelo menos por ora, não dá pra falar muito mais a respeito. Basta que saibam que As maravilhas das pequenas coisas é um livro adorável e que traz uma mensagem muito positiva e enriquecedora sobre o convívio familiar.


Bem, meu povo. É isso. Li pouco, mas foram leituras memoráveis. Cada um conquistou um lugar especial no meu coração. Destaque para Amor Imenso e Princesa de Papel. 
Espero que tenham curtido minhas leituras e que, de alguma maneira, tenham se interessado por algum dos livros citados ao longo desse post cheio de amor.

Quero saber o que acharam.
Beijo grande!

Você também pode gostar

1 comentários

  1. Olá, Zilda!
    Quanta leitura boa! Não consigo ler muitos livros assim no mês por causa do meu tempo. Fico chateado! rs.
    Das leituras que você fez eu realmente gostaria de ler O JOGO, já li os outros livros, mas esse não. Tenho certa curiosidade em relação ao Garoto do Sonho, mas sou um tanto pé atrás com livro de youtuber também e assim como você os que li não tive boas experiências. Tenho muita vontade também de ler Princesa de papel.

    Parabéns atrasado.

    Bjux.
    Diego, Blog Vida & Letras
    www.blogvidaeletras.blogspot.com

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita! Sua participação é muito importante.

SIGA-ME NO INSTAGRAM: @zildapeixoto